domingo, 31 de março de 2019

Iª DIVISÃO - FC PORTO VENCE SC MARINHENSE


Iª Divisão - FC Porto vence SC Marinhense por 9-3

Jogo da 22º Jornada do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins com o FC Porto a receber no Dragão Caixa o SC Marinhense. Duelo entre os opostos da classificação, sendo o FC Porto líder enquanto o Marinhense ocupa o último lugar da tabela classificativa.

Para este jogo Guillem Cabestany, treinador do FC Porto, fez alinhar Carles Grau, Reinaldo Garcia, Rafa, Gonçalo Alves e Hélder Nunes enquanto Nuno Domingues, treinador do SC Marinhese, colocou em jogo Marco Gaspar, Gonçalo Domingues, João Lomba, Nicolas Villanueva e Filipe Alemida.

Entrou melhor o Porto, que perante uma boa moldura no Dragão Caixa, conseguiu criar as primeiras ocasiões de perigo, com Marco Gaspar a fazer uma par de belas intervenções. Do lado do Marinhense, saídas rápidas para o contra-ataque, quase sempre no um para um com a defesa da equipa da casa.

Contudo foi à passagem dos primeiros sete minutos de jogo que surgiu a primeira grande ocasião de golo do jogo e para os visitantes. Nicolas Villanueva, arrancou para o contra-ataque, colocando-se isolado no frente a frente com Carles Grau, levando a melhor o catalão. Pouco depois, aos nove minutos, jogada de insistência com Gonçalo Alves a inaugurar o marcador no Dragão Caixa. Marco Gaspar ainda defendeu a primeira insistência de Gonçalo mas na recarga o internacional português acabou mesmo por fazer o 1-0 no marcador. 

Logo após o golo dos azuis e brancos nova oportunidade de oura para o Marinhense, novamente com Nicolas Villanueva a não conseguir levar a melhor perante Carles Grau. Grande entrada na partida dos guarda-redes das duas equipas. Pouco depois deste lance, contra-ataque rápido conduzido por Villanueva, com Gonçalo Domingues a aparecer ao segundo poste para finalizar mas Carles Grau volta a fazer uma bela defesa, mantendo o resultado em 1-0.

A dez minutos do final da primeira parte, as equipas contavam já com minutos de jogo para praticamente todos os atletas seleccionados, altura em que o Marinhense continuava a fazer uso do seu rápido contra-ataque para tentar fazer estragos na baliza portista. O Porto por seu lado continuava a variar o seu jogo, tentando manter a posse de bola em alguns ataques procurando noutros o remate de longe.

A sete minutos do intervalo, e já com o jovem Hugo Santos em pista, foi Poka a fazer o segundo golo do jogo. Primeira simulação do internacional português que arrancou pela direita e fazendo uso do seu forte atributo que são os remates de meia distância, fez o 2-0, batendo Marco Gaspar, fazendo o 2-0 no Dragão Caixa. O Marinhense passava agora por uma fase de maior circulação de bola mas deixou de ter o ímpeto inicial na criação de jogadas de perigo.

A cerca de dois minutos do final da primeira parte, jogada de posse de bola do Marinhense, com a bola a sobrar para o capitão Filipe Vaz, que numa jogada individual, faz um excelente golo, batendo Carles Grau pela primeira vez. Era o 2-1 no marcador, golo que também foi assinalado por alguns adeptos presentes do Marinhense. Quando ainda se festejava o golo do Marinhense, eis que surge novamente o capitão Filipe Vaz a fazer o 2-2 no marcador! Minuto louco no Dragão Caixa que só terminou, na jogada imediatamente seguinte, quando Hugo Santos, à boca da baliza, faz o 3-2 para o FC Porto! Grandes momentos de hóquei nestes minutos finais da primeira parte, quer pela reacção fantástica do Marinhense, quer pela reacção imediata do FC Porto aos dois golos sofridos.

Final da primeira parte no Dragão Caixa com um excelente jogo de hóquei entre as duas equipas. Melhor o FC Porto na maior parte do tempo, mas excelente a reacção do Marinhense que recuperou dos dois golos sofridos. O golo de Hugo Santos veio dar alguma justiça ao marcador desta primeira parte, altura em que se fixou o marcador em 3-2 no final do primeiro tempo.

Inicio de segunda parte semelhante ao primeiro tempo com o FC Porto a entrar ao ataque e logo nos dois primeiros minutos de jogo Rafa a fazer o primeiro desta segunda parte, batendo assim Marco Gaspar pela quarta vez no jogo. Foi o 4-2 no marcador, com o Marinhense a não conseguir travar o ímpeto ofensivo do Porto.

À passagem dos primeiros sete minutos de jogo, jogada muito bem construída entre Filipe Vaz e Filipe Almeida, que num rápido contra-ataque conseguem colocar o Marinhense à distância de um golo. Boa finalização de Filipe Almeida que bateu assim Carles Grau, colocando o resultado em 4-3! Boa resposta dos visitantes ao golo madrugador do FC Porto. Apesar dos minutos iniciais, registar a boa entrada do Marinhense neste segundo tempo, a dar sequência à boa primeira parte realizada.

Quando o relógio apontava para os últimos doze minutos de jogo, oportunidade de ouro para o Marinhense empatar o jogo, com uma penalidade a ser assinalada na área dos azuis e brancos. Chamado à marcação Nicolas Villanueva num remate de primeira, não conseguiu bater Carles Grau que efetua uma boa defesa. Grande oportunidade perdida pelo Marinhense que poderia ter dado o empate no jogo. Na jogada seguinte, Filipe Alemida vê o cartão azul, levando o capitão do FC Porto, Hélder Nunes, para a marca de livre direto. Perante Marco Gaspar, o internacional português não desperdiçou, fazendo o 5-3 na partida! Novo minuto de emoções fortes no Dragão Caixa! 

A nove minutos do fim, excelente jogada de contra-ataque conduzida por Giulio Cocco, que coloca em Hélder Nunes que por sua vez faz um passe para a esquerda onde Poka finalizada para o fundo das redes de Marco Gaspar. O FC Porto chegava assim ao 6-3 num contra-ataque muito bem desenhado por estes três atletas. No momento seguinte ao golo, 10ª falta para o Marinhense, que levou Hélder Nunes para a marcar de livre direto. Desta vez, perante Marco Gaspar, o capitão portista enviou a bola ao poste, não conseguindo aumentar a vantagem.

Poucos segundos depois foi o FC Porto a aumentar novamente a vantagem com Poka a fazer a movimentação por trás da baliza de Marco Gaspar, encontrando no centro da área o internacional italiano Giulio Cocco que não facilitou e fez o 7-3 na partida. Melhor na finalização o FC Porto a aproveitar as suas oportunidades nesta segunda parte, perante um Marinhense que parecia mostrar os primeiros sinais de cansaço, errando em algumas decisões no ataque.

A cerca de 23 segundos do fim, Reinaldo Garcia, num forte remate de meia distância, faz o 8-3 para o FC Porto e, logo de seguida, Gonçalo Alves volta também ele a marcar, fazendo o 9-3 no marcador! Em escassos segundos o FC Porto consegue dilatar assim a vantagem, fixando o resultado final em 9-3! Grande jogo de hóquei no Dragão Caixa, num resultado que premeia o trabalho do FC Porto nesta segunda parte, e que, por outro lado, desvaloriza o excelente jogo feito pela equipa de Nuno Domingues. O Marinhense acaba por fazer um excelente jogo no Dragão Caixa, sendo que apenas cedeu fisicamente na segunda parte.

Com esta vitória o FC Porto soma agora 55 pontos no primeiro lugar, enquanto o Marinhense permanece no último posto com 10 pontos. Na próxima jornada o Porto viaja até Barcelos para defrontar o Óquei enquanto o Marinhense recebe o HC Braga.

Bruno Machado - OK Porto
Foto: OK Porto

quinta-feira, 28 de março de 2019

Iª DIVISÃO - FC PORTO VENCE HC BRAGA


Iª Divisão - FC Porto vence HC Braga por 4-6

O FC Porto deslocou-se ontem ao Pavilhão das Goladas onde venceu, com dificuldade, o HC Braga por 4-6.

Num jogo muito interessante, a primeira parte foi muito dividida com as duas equipas a criarem diversas oportunidades de golo, tendo sido o FC Porto a aproveitar melhor esses mesmos momentos.

Reinaldo Garcia ainda dentro do primeiro minuto faz o 0-1 com o Braga a responder pouco depois com o golo de Pedro Delgado. Gonçalo Alves já perto do intervalo coloca o resultado em 1-2, colocando o Porto na frente ao intervalo.

Na segunda parte, uma resposta forte do FC Porto parecia ter resolvido o jogo, altura em que Rafa, por duas vezes, e Hélder Nunes colocaram o resultado em 1-5. Ainda assim o HC Braga não baixou os braços e operou uma boa recuperação no marcador.

Primeiro foi António Trabulo com uma execução de um livre direto muito interessante, tendo-se seguido o golo de Ângelo Fernandes que colocou o marcador em 3-5. Pairava por isso novamente alguma incerteza no marcador, altura em que Hélder Nunes, após um lance muito protestado pelos atletas da casa, fez o golo colocando o Porto a vencer por 3-6.

Até ao final da partida destaque apenas para o golo de Tomás Castanheiro que selou o resultado final em 4-6, tendo o Porto conseguido três importantes pontos na sua luta pelo título.

Na próxima jornada o HC Braga volta a jogar em casa, em novo jogo grande, defrontando o Sporting. Já o FC Porto mede forças, no Dragão Caixa, com o Marinhense.

Bruno Machado - OK Porto
Foto: FC Porto Sports
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt

TAÇA DAS NAÇÕES - HC MAIA PRESENTE EM EVENTO PARA FORMAÇÃO


Taça das Nações - HC Maia presente em evento paralelo para Formação

O HC Maia será um dos convidados pela organização da Taça das Nações em Montreux para estar presente num Torneio de Formação que decorrerá paralelamente ao torneio principal para as selecções nacional seniores masculinas.

Além do HC Maia, a organização confirmou também a presença do Montreux da Suíça, do Reus de Espanha e o La Vendéenne de França.

Para os jovens do HC Maia esta será uma das primeiras experiências com equipas estrangeiras onde terão a oportunidade de interagir com outros jovens e acima de tudo com outras culturas e filosofias de hóquei.

Todas as informações sobre a Taça das Nações podem ser encontradas no Facebook Oficial da Competição que quase diariamente vai lançando novas informações sobre todo o evento! Acede em https://www.facebook.com/coupedesnations/

Bruno Machado - OK Porto



segunda-feira, 25 de março de 2019

CAMPEONATO NACIONAL SUB-13 - 6ª JORNADA


Campeonato Nacional de Sub-13 - Zona Norte A e B - 6ª Jornada

Em mais uma jornada do Campeonato Nacional de Sub-13, AD Valongo e Clube Infante Sagres seguem na liderança!

Zona Norte A

AD Valongo vs ADB Campo - 10-3
Segue a série invencível do Valongo desta vez vencendo a ADB Campo por 10-3. São por isso seis jogos e seis vitórias para a equipa da casa que contou com os golos de Gonçalo Machado (2), João Pereira (4), Ricardo Azevedo (2), Rodrigo Silva e Viti Oliveira. Para os minhotos marcaram Miguel Silva, Samuel Veloso e Simão Dantas. Com esta vitória o Valongo mantém o 1º lugar com 18 pontos enquanto a ADB Campo é 3ª classificada com 9 pontos.

HC Maia vs HC Penafiel - 3-2
Ao sexto jogo deste Campeonato Nacional, surge a primeira vitória para a equipa do HC Maia. A realizar a sua primeira experiência nesta fase da competição os maiatos venceram por 3-2. Marcaram para a equipa da casa Francisco Pinto, Francisco Rita e João Ferreira enquanto que para a equipa do HC Penafiel marcou Afonso Ribeiro (2). Com este resultado o HC Maia soma agora 4 pontos no 5º lugar enquanto o HC Penafiel é 6º classificado com 3 pontos.

Óquei Barcelos vs FC Porto/Dragon Force - 26 de Março - 20h30




Zona Norte B

ACD Gulpilhares vs CA Feira - 1-2
O Gulpilhares tinha aqui a possibilidade de ascender ao 2º lugar da classificação num jogo onde o CA Feira podia também alargar a vantagem para o seu adversário. Num jogo equilibrado foi o Feira a vencer por 1-2. O golos da equipa do Gulpilhares foi da autoria de Dinis Lisboa, golo esse que foi insuficiente para os dois golos do Feira apontados por Tiago Saraiva (2). Com este resultado o Feira mantém a 2ª posição com 12 pontos enquanto o Gulpilhares é 3º classificado com 7 pontos.

UD Oliveirense vs Infante Sagres - 0-5
Mantém o excelente registo a equipa do Infante Sagres, somando mais uma vitória que lhe permite manter a liderança da Zona Norte B. A jogar fora de portas, o Infante venceu por 0-5 com os golos a surgirem por Guilherme Castelo Branco, José Pedro Cunha (3) e Martim Seabra. Com este resultado a Oliveirense segue em 4º lugar com 7 pontos enquanto os portuenses são líderes com 16 pontos.

HA Cambra vs CH Carvalhos - 3-3
Jogo entre as duas equipas que seguem neste momento nos dois últimos lugares desta Zona Norte B. Num jogo muito equilibrado, Cambra e Carvalhos empataram 3-3. Para a equipa da casa marcou Hugo Martinho (3) enquanto que para o Carvalhos os golos chegaram por Maria Inês Gomes (2) e Tiago Silva. Com este empate o Carvalhos mantém a 5ª posição com 6 pontos enquanto o Cambra é 6º classificado com 2 pontos.


Bruno Machado - OK Porto
Foto: Sara Ferreira
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt

sexta-feira, 22 de março de 2019

ENTREVISTA A HUGO GONÇALVES - ATLETA DO HC PENAFIEL


Entrevista a Hugo Gonçalves - Atleta Sub-20 do HC Penafiel

Hoje trago até ao OK Porto uma entrevista a Hugo Gonçalves que atualmente representa o HC Penafiel no escalão de Sub-20. Com um passado praticamente ligado à Cidade de Penafiel, o Hugo representou, além da sua atual equipa, o AD Penafiel. Com 19 anos, nascido no Porto, o Hugo aceitou o desafio de mostrar um pouco mais de si!

OK Porto – Olá Hugo! Antes de mais gostaria de te agradecer por teres dedicado algum tempo da tua vida para esta pequena entrevista ao OK Porto. Hugo, fala-nos um pouco de ti. Quem é o Hugo Gonçalves?

Hugo Gonçalves – Olá, o gosto é todo meu por fazer parte desta entrevista. Entrei para o hóquei com 6 anos na AD Penafiel onde lá estive 13 anos, este ano estou no HC Penafiel.

OK Porto – Quais são as primeiras memórias que guardas do hóquei? Sempre foi o teu desporto de eleição ou, tal como tantos outros jovens, o futebol esteve presente?

Hugo Gonçalves – Memórias do hóquei tenho imensas, nestes anos todos tenho memórias que nunca esquecerei. A maioria dos jovens opta pelo futebol, no meu caso foi diferente, optei pelo hóquei, e se não fosse o hóquei uma das opções talvez tivesse sido o ciclismo.

OK Porto – Como chega a tua primeira experiência na AD Penafiel?

Hugo Gonçalves – O pavilhão situa-se na minha freguesia, como tal decidi frequentá-lo e a aprender um pouco mais sobre o hóquei, mais tarde comecei a competir daí veio a paixão pelo hóquei.

OK Porto – Agora estás a representar o HC Penafiel. Como surgiu essa oportunidade?

Hugo Gonçalves – Esta oportunidade surgiu no final da época à qual ainda frequentava a AD Penafiel. Acompanhei alguns dos jogos do HC Penafiel no escalão de sub-17, já conhecia a equipa, alguns elementos do clube e o treinador que já me tinha treinado alguns anos na AD Penafiel.

OK Porto – O HC Penafiel é cada vez mais reconhecido por ser um clube com uma formação de topo. Para quem está dentro da estrutura, como tu, como vês isso? Quais as condições que mais te agradam no clube?

Hugo Gonçalves – O clube trabalha para estar no topo e tem condições excelentes e fundamentais para a nossa evolução.

OK Porto – O HC Penafiel aposta também em várias sessões de esclarecimentos, palestras, atividades extra como jogos com equipas de veteranos. Como olham os jogadores da formação para estas oportunidades?

Hugo Gonçalves – Nós como jogadores vemos estas oportunidades como uma mais valia. Todos os temas abordados são bastante importantes. Os treinos com equipas de veteranos são também uma mais valia para nós, é sempre bom partilhar o campo com jogadores experientes à qual já representaram a seleção nacional.

OK Porto – Em termos pessoais, o que procuraste com esta mudança para o HC Penafiel?

Hugo Gonçalves – Com esta mudança procurei evoluir cada vez mais no hóquei no entanto o HC Penafiel dá aos atletas excelentes condições para que isso aconteça.

OK Porto – Enquanto atleta inserido numa modalidade de grande sucesso em Portugal, o que procuras para o teu futuro? Já estabeleceste algum objetivo?

Hugo Gonçalves – O meu objetivo sempre foi chegar a uma primeira divisão, sempre tive o sonho de jogar com os melhores, e para lá chegar é preciso trabalhar sempre ao máximo.

OK Porto – Hugo, estudar e manter um nível competitivo num clube da dimensão do HC Penafiel pode não ser propriamente fácil. Como geres esta parte do teu dia-a-dia?

Hugo Gonçalves – Não é propriamente fácil mas dá para conciliar as coisas.

OK Porto – Hugo, hoje em dia vemos cada vez mais a família a acompanhar os atletas aos diversos pavilhões. Como vês esse aspeto numa altura em que se discute muito o papel dos familiares no apoio (e muitas vezes na causa de alguns problemas) aos mais novos?

Hugo Gonçalves – Na minha opinião acho que o acompanhamento das famílias ao pavilhão é bastante importante e penso que todos nós gostamos de ter um apoio extra vindo da bancada ao qual torna o ambiente do jogo mais forte.

OK Porto – O HC Penafiel terminou a fase Norte do Campeonato Nacional de Sub-20 em 4º lugar, não conseguindo o apuramento para a fase final. Segue-se agora a Taça Nacional. Quais são os vossos objetivos para esta competição?

Hugo Gonçalves – O nosso objetivo é óbvio, é vencer a Taça Nacional.

OK Porto – Sendo tu um praticante da modalidade, que conselhos darias a alguém que pretenda ser jogador de hóquei?

Hugo Gonçalves – Apenas daria um conselho, que o pratique com garra e acima de tudo que se divirta.

OK Porto – Hugo, para terminar, pedia-te a tua opinião. Temos mesmo o melhor campeonato do Mundo ou a Primeira Divisão 'esconde' muitos dos problemas que se vivem no dia-a-dia do hóquei nas divisões e escalões inferiores?

Hugo Gonçalves – Penso que temos o melhor campeonato do mundo, temos cá os melhores jogadores.

Agradecimento especial ao Hugo pela disponibilidade para esta pequena entrevista e também ao HC Penafiel!

Bruno Machado - OK Porto
Foto: Facebook Hugo Gonçalves
Agradecimento: Hugo Gonçalves e HC Penafiel

domingo, 17 de março de 2019

1ª DIVISÃO - FC PORTO VENCE SPORTING


1ª Divisão - FC Porto vence Sporting por 3-1

 Jornada de clássico no hóquei, com o FC Porto a receber o Sporting no Dragão Caixa, naquele que era um confronto entre os dois atuais líderes da classificação geral. A jogar em casa, os dragões venceram a equipa leonina por 3-1.

Duelo para decidir quem partiria em primeiro para as últimas jornadas. Porto e Sporting procuravam assim a vitória que permitiria a liderança isolada. Para esta partida a dupla de arbitragem era composta por Rui Torres da AP Minho e Pedro Silva da AP Porto.

Numa primeira parte muito fechada, com as duas equipas a encaixarem-se, o intervalo chegou sem que houvesse qualquer registo de golos a apontar. Ainda assim, destaque para as grandes exibições de Nélson Filipe e também de Ângelo Girão, que foram mantendo as suas balizas a zero.

Numa segunda parte mais movimentada, seria o FC Porto a chegar ao primeiro golo com Gonçalo Alves a converter uma penalidade e a bater Girão pela primeira vez neste clássico. Com as duas equipas à procura do golo, foi o FC Porto a chegar novamente à vantagem numa altura em que na sequência de uma boa jogada coletiva, Poka acaba por fazer o golo, fazendo o 2-0 no Dragão Caixa.

Apesar da vantagem conseguida pelo FC Porto, e em situação de inferioridade numérica, o Sporting chega ao golo, através de Matias Platero. Jogada individual de grande classe de Romero com Platero a desviar no frente a frente com Nélson Filipe, fazendo o 2-1 e lançando a incerteza no resultado para os últimos minutos no Dragão Caixa.

Foi já dentro dos últimos segundos de jogo, e com o Sporting a jogar com mais um atleta de campo, que Reinaldo Garcia ganha uma bola a Pedro Gil e parte para a baliza despida de Girão e faz o 3-1 no marcador, resultado com que viria a terminar a partida.

Excelente jogo de hóquei, com as duas equipas a serem muito perdulárias nas bolas paradas e com os dois guarda-redes a fazerem exibições de grande nível.

Com esta vitória o Porto é líder isolado com 49 pontos enquanto o Sporting mantém o 2º lugar, agora com a companhia da Oliveirense, com 46 pontos conquistados. Na próxima jornada o FC Porto tem encontro marcado fora de portas com o HC Braga enquanto o Sporting recebe a AD Oeiras.

Bruno Machado - OK Porto
Foto: António Lopes
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt

sexta-feira, 15 de março de 2019

1ª DIVISÃO - RAFA E FERRAN FONT FAZEM A ANTEVISÃO DO FC PORTO VS SPORTING


Rafa do FC Porto e Ferran Font do Sporting fazem a antevisão do clássico!

FC Porto e Sporting defrontam-se este Sábado pelas 18h, numa partida agendada para o Dragão Caixa e que coloca frente a frente os dois líderes do campeonato, que contam neste momento com 46 pontos conquistados em 19 jornadas.

Do lado do FC Porto a antevisão da partida foi feita por Rafa, em declarações proferidas ao Porto Canal:




Do lado do Sporting, foi Ferran Font que em declarações à Sporting TV, fez a antevisão do clássico:

'Em declarações ao Jornal Sporting e à Sporting TV, o atleta Leonino Ferran Font afirmou que “é um jogo de importância máxima, mas a equipa está preparada para o desafio e queremos trazer a vitória”. E prosseguiu, assegurando que "nestes jogos não há favoritos, são duas grandes equipas com jogadores talentosos. Vai ser uma partida equilibrada e os pequenos detalhes é que vão decidir”.

Bruno Machado - OK Porto
Fonte: www.fcporto.pt e www.sporting.pt
Foto: MPx Sports - Afonso Ferraz

quinta-feira, 14 de março de 2019

TAÇA DE PORTUGAL - SORTEIO OITAVOS DE FINAL


Taça de Portugal - Sorteio Oitavos de Final

Já são conhecidos os jogos dos oitavos de final da Taça de Portugal de Hóquei em Patins. No sorteio desta tarde, o FC Porto, único representante do Distrito do Porto, ficou a saber que terá de viajar até ao Física nesta próxima eliminatória. Em caso de vitória, os azuis e brancos encontrarão o vencedor do jogo que opõe o Sesimbra ao Sporting.

Aqui fica o Quadro dos Jogos:

Oitavos de Fina – 6 de Abril
1491- HC “Os Tigres - UD Oliveirense
1492- S Alenquer B/ SC Marinhense – CD Paço Arcos
1493- Parede FC – AJ Viana
1494- GD Sesimbra - Sporting CP
1495- OC Barcelos – Riba D´Ave HC
1496- AE Física D – FC Porto
1497- AD Sanjoanense – Valença HC
1498- CA Campo Ourique - SL Benfica
 
Quartos de Final – 4 de Maio
1499 - Vencedor do 1498 – Vencedor do 1493
1500- Vencedor do 1494 – Vencedor do 1496
1501- Vencedor do 1491 – Vencedor do 1497
1502- Vencedor do 1495 – Vencedor do 1492

Meias Finais – 1 de Junho
1503- Vencedor do 1499 – Vencedor do 1500
1504- Vencedor do 1501 – Vencedor do 1502

Bruno Machado - OK Porto
Dados retirados de: Plurisports
Foto: FPP

TAÇA DE PORTUGAL - SORTEIO ESTA TARDE


Taça de Portugal - Sorteio dos Oitavos de Final Esta Tarde

É já esta tarde que na sede da Federação Portuguesa de Patinagem, 16 equipas ficarão a conhecer o seu destino na Taça de Portugal. Ainda com o jogo entre o Alenquer Benfica e Marinhense por disputar (20 de Março), mas já com 15 equipas apuradas, na sua maioria da Primeira Divisão.

Com apenas um representante do OK Porto em prova, o FC Porto, o sorteio contará ainda com os representantes da Primeira Divisão, entre eles o Paço de Arcos, Óquei de Barcelos, Sporting, Juventude de Viana, Riba D'Ave, Oliveirense e Benfica. Da Segunda Divisão permanecem ainda a Sanjoanense, Valença, Campo Ourique, Parede, 'Os Tigres' e a Física. Da Terceira Divisão contamos ainda com um representante, o Sesimbra. Alenquer Benfica e Marinhense estarão também presentes no sorteio ainda que condicionados pela realização do seu jogo.

Será por isso um sorte muito aguardado por todas as equipas quando ainda existem diversos emblemas dos escalões inferiores que vão alimentando o sonhos de poder estar presentes nos quartos de final e, quem sabe, até mesmo na Final Four.

As equipas do nosso Distrito foram sendo eliminadas ao longo do percurso nesta Taça de Portugal pelo que o FC Porto é neste momento o único representante e também o atual detentor da competição.

O sorteio terá lugar hoje pelas 18h na Sede da Federação!

Bruno Machado - OK Porto

quarta-feira, 13 de março de 2019

TAÇA DE PORTUGAL - FC PORTO VENCE ESCOLA LIVRE


Taça de Portugal - FC Porto vence Escola Livre por 4-8

O FC Porto deslocou-se até Oliveira de Azeméis onde defrontou o Escola Livre vencendo por 4-8 e carimbando a passagem à próxima fase da Taça de Portugal.

Num jogo com muitos golos e com uma réplica da Escola Livre que não surpreende, o FC Porto acabou por fazer uso da sua maior capacidade física para vencer os escolares.

Num jogo com arbitragem de Rui Torres da AP Minho, foi o FC Porto a chegar ao intervalo a vencer por 2-4.

Entrou contudo melhor o Escola Livre ,a dar seguimento à excelente época que vem realizando na Terceira Divisão. A jogar perante o detentor da Taça, os escolares chegaram ao 1-0 através de José Rodrigues. A resposta dos azuis e brancos viria contudo de seguida com quatro golos em apenas quatro minutos. Primeiro foi Telmo Pinto a bisar, fazendo o 1-2, tendo de seguida chegado os golos de Hugo Santos e do italiano Giulio Cocco. Até ao final da primeira parte o marcador apenas voltou a funcionar para o Escola Livre que através de Rui Pedro chegou ao 2-4.

Na segunda parte entra melhor o FC Porto com mais um golo do italiano Giulio Cocco que colocou o marcador em 2-5. Dando seguimento à excelente partida que estava a realizar, o Escola Livre volta a reduzir o marcador através de Leandro Pinto. Foi o 3-5 no marcador perante uma bela moldura humana nas bancadas.

Até ao final da partida as duas equipas voltaram a chegar aos golos, primeiro o FC Porto com dois golos de Hugo Santos que fazia assim o 3-7 no marcador. O Escola Livre voltaria a reduzir através de Rui Pedro que fez na altura o 4-7. O fecho do marcador chegaria através de Giulio Cocco que voltava assim a marcar e fechava o resultado final em 4-8.

Excelente réplica por parte dos escolares que vêm o FC Porto a sair vencedor nesta partida, apurando-se assim para a próxima eliminatória da Taça de Portugal, podendo continuar a discutir a revalidação do título.

Bruno Machado - OK Porto
Foto: António Anacleto
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt

terça-feira, 12 de março de 2019

CAMPEONATO NACIONAL SUB-15 - 4ª JORNADA


Campeonato Nacional Sub-15 - 4ª Jornada


AD Valongo e FC Porto/Dragon Force vencem e mantêm a liderança após a 4ª jornada do Campeonato Nacional Sub-15.

Zona Norte - A

HC Penafiel vs Juventude Pacense - 6-2
Jogo entre duas equipas que contabilizavam três pontos no final da 3ª jornada deste campeonato. A jogar em casa, o HC Penafiel venceu a Juventude Pacense por 6-2 e ultrapassou o seu adversário na classificação. Num jogo com muitos golos, marcaram para o Penafiel Catarina Barbosa (2), Henrique Pereira e Leonardo Moreira (3) enquanto que para a Juventude marcou Diogo Ferreira (2). Com este resultado do Penafiel soma 6 pontos na 3ª posição enquanto a Juventude Pacense é 5ª classificada com 3 pontos.

Académico vs AD Valongo - 1-6
Quatro jogos, quatro vitória para o Valongo neste Zona Norte A. Numa curta deslocação até ao Académico, o Valongo venceu por 1-6. Para a equipa da casa, no mítico pavilhão do Lima, marcou Gonçalo Ferreira enquanto que para o Valongo marcaram Guilherme Moreira (2), Pedro Cunha (2) e Rodrigo Nogueira (2). Com este resultado o Académico mantém o último lugar ainda sem pontuar enquanto o Valongo é líder com 12 pontos.


Zona Norte - B

HC Mealhada vs Infante Sagres - 7-1
Visita complicada do Infante Sagres ao HC Mealhada, equipa que mantém aspirações legítimas de chegar à fase final deste campeonato. A jogar em casa o Mealhada venceu o Infante Sagres por 7-1. Para a equipa da casa marcaram Afonso Dinis, Guilherme Pedreira (2), Hugo Miguel Pereira (3) e Simão Cruz. Para o Infante o golo chegou através de Francisco Batista. Com este resultado o Mealhada é 2º classificado com 9 pontos enquanto o Infante ocupa o último posto com 1 ponto conquistado.

FC Porto/Dragon Force vs Entroncamento - 14-2
O FC Porto/Dragon Force recebem e venceu o Entroncamento por 14-2 mantendo assim a liderança desta Zona Norte B. Para a equipa visitante marcaram João Carlos Lino e João Pedro Inácio enquanto que para o FC Porto marcaram Bruno Leal, Diogo Magalhães, Gonçalo Santos, Henrique Vigário, João Fontes, Lourenço Ventura, Miguel Henriques (7) e Rodrigo Fernandes. Com esta vitória o FC Porto segue na liderança com 12 pontos enquanto o Entroncamento mantém os 6 pontos na 3ª posição. 

Bruno Machado - OK Porto
Foto: António Lopes
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt

Colabora com o OK Porto. Se tens fotografias dos jogos dos escalões de formação envia através do Facebook!

CAMPEONATO NACIONAL SUB-13 - 4ª JORNADA


Campeonato Nacional de Sub-13 - Zona Norte A e B - 4ª Jornada

FC Porto, AD Valongo e Infante Sagres seguem na liderança após a 4ª Jornada do Campeonato Nacional Sub-13

Zona Norte A

Óquei Barcelos vs AD Valongo -0-1
A equipa da AD Valongo sentiu dificuldades para vencer em Barcelos mas acabou por triunfar por 0-1 e conquistar a sua quarta vitória consecutiva em igual número de jogos. Num jogo com um resultado atípico no hóquei, e particularmente nos escalões de formação, valeu o golo apontado por Viti Oliveira, que garantiu o triunfo para o Valongo. Com esta vitória o Valongo segue na liderança com 12 pontos enquanto o Óquei segue com 3 pontos conquistados.

FC Porto/Dragon Force vs HC Penafiel - 18-0
O FC Porto seguiu o exemplo do Valongo e conquistou também a quarta vitória em igual numero de jogos. Na recepção ao Penafiel, os dragões venceram por 18-0. Para a vitória do Porto contribuíram os golos de Davide Silva, Diogo Gomes (4), Diogo Lemos (3), Gonçalo Lage, Gustavo Monteiro (2), José Guilherme Azevedo (2) e Tomás Santos (5). Com esta vitória o FC Porto segue na liderança com 12 pontos enquanto o HC Penafiel mantém os 3 pontos que já havia conquistado. 


ADB Campo vs HC Maia - 6-1
Duelo entre minhotos e maiatos com a vitória a sorrir à ADB Campo. A jogar em casa, a equipa de Barcelos venceu o Maia por 6-1. Para a equipa do Maia marcou João Ferreira, golo esse que foi insuficiente para os golos apontados por Diogo Gonçalves (2), Miguel Silva (3) e Simão Dantas para a ADB Campo. Com esta vitória o Maia mantém-se ainda sem pontuar enquanto a ADB Campo é 3ª classificada com 6 pontos.


Zona Norte B

ACD Gulpilhares vs Infante Sagres -2-2
Jogo positivo entre Gulpilhares e Infante Sagres que resultou na primeira perda de pontos para os portuenses. A jogar em Gulpilhares, as duas equipas empataram a 2-2. Os golos da equipa da casa foram apontados por Dinis Lisboa e João Neves enquanto que para o Infante marcaram Guilherme Castelo Branco e João Pedro Cunha. Com este resultado o Infante perde os primeiros pontos mas mantém a primeira posição com 10 pontos enquanto o Gulpilhares soma agora 4 pontos na 5ª posição.

Acad. Feira vs CH Carvalhos - 4-3
Jogo muito equilibrado entre Feira e Carvalhos, naquela que era uma luta pela conquista do segundo lugar. A vitória sorriu à equipa do Feira que venceu por 4-3. Para a equipa da casa marcaram Gustavo Silva, Tiago Saraiva (2) e Tomás Santos enquanto que para o Carvalhos marcaram Matilde Mesquita, Rodrigo Morais e Tiago Silva. Com este resultado o Feira mantém o 2º lugar com 9 pontos enquanto o Carvalhos é 4º classificado com 4 pontos.


Bruno Machado - OK Porto
Foto: Sara Ferreira
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt

domingo, 10 de março de 2019

TAÇA DE PORTUGAL - AD VALONGO DERROTADA PELA SANJOANENSE


Taça de Portugal – AD Valongo derrotada pela Sanjoanense por 5-3

Num dos jogos mais aguardados desta eliminatória da Taça de Portugal, a AD Valongo deslocou-se até ao Caldeirão onde foi derrotada pela Sanjoanense por 5-3.

Num jogo com arbitragem de Júlio Teixeira da AP Minho, a Sanjoanense já vencia ao intervalo por 2-1.

Num ambiente digno de embaraçar qualquer clube 'grande' em Portugal, Sanjoanense e Valongo protagonizaram um excelente jogo de hóquei, dentro e fora da pista. A jogar perante o seu público, a Sanjoanense viria a inaugurar o marcador através de José Almeida que fazia assim o 1-0 na partida quando estávamos praticamente a meio da primeira parte. O Valongo reagiu de imediato e foi através de Carlos Ramos que chegou ao empate, fazendo assim o 1-1 no marcador.

Até ao intervalo o resultado apenas sofreria alterações para a Sanjoanense quando já dentro dos últimos cinco minutos da primeira parte Tiago Almeida faz o 2-1 no marcador, dando assim uma importante vantagem para a equipa da casa poder gerir na segunda parte da partida.

Tal como no inicio da partida, voltou a ser a Sanjoanense a entrar melhor no jogo, tendo mesmo conseguido marcar dois golos sem resposta do Valongo. José Almeida, em tarde inspirada, dilata a vantagem por duas vezes colocando a Sanjoanense a vencer por 4-1 quando estavam decorridos os primeiros doze minutos da etapa final da partida.

A resposta do Valongo viria contudo surgir já nos últimos três minutos da partida, onde as emoções voltaram a ter o seu lugar no Caldeirão. Dois golos para o Valongo colocaram o resultado numa total incerteza. Rúben Pereira e Carlos Ramos faziam assim o golo, colocando o resultado em 4-3 para uma reta final que se esperava emocionantes.

Contudo foi a equipa da Sanjoanense a colocar um ponto final no jogo quando José Almeida fez o seu quarto golo na partida, colocando o resultado final em 5-3 e deitando por terra qualquer esperança do Valongo em conseguir a qualificação.

Com este resultado a Sanjoanense 'faz Taça' e elimina um Valongo da Primeira Divisão que prolonga aqui a sua época de altos e baixos.

Bruno Machado – OK Porto
Foto: António Anacleto
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt



TAÇA DE PORTUGAL - INFANTE SAGRES DERROTADO PELA AE FÍSICA


Taça de Portugal – Infante Sagres derrotado pela AE Física por 4-5 (Após Prolongamento)

Duelo entre dois históricos do hóquei português que partilham neste momento a Segunda Divisão Nacional, estando o Infante a lutar pela fuga à despromoção na Zona Norte enquanto a Física ainda alimenta esperanças reais de uma subida de Divisão na Zona Sul.

A jogar em casa, a equipa do Infante Sagres não foi capaz de conseguir a vitória tendo perdido por 4-5, após prolongamento, com a Física.

Com António Santos da AP Aveiro a comandar a arbitragem, a Física vencia ao intervalo por 1-2.

Num jogo sempre pautado pelo equilíbrio foram os visitantes a chegar ao primeiro golo quando à passagem dos primeiros dez minutos de jogo, Samuel Lima fez o 0-1 para a Física. A reação do Infante chegaria alguns minutos depois quando Márcio Rodrigues, que continua a fazer uma excelente época, colocou o marcador numa igualdade a 1-1. Até ao final da primeira parte, o marcador viria ainda a funcionar para os visitantes quando, a dois minutos do intervalo, João Rodrigo Campelo fez o 1-2 no marcador, permitindo ao Física sair em vantagem para o intervalo.

No reatar da partida, e quando se esperava a reação do Infante, foram os visitantes a dilatar a vantagem logo aos quatro minutos com André Gaspar a colocar o marcador em 1-3. A resposta do Infante chegaria novamente pelo stick de Márcio Rodrigues que volta a colocar o Infante à distância de um golo, fazendo o 2-3 no marcador.

Numa fase de jogo alucinante, é o Física que volta a chegar à vantagem, novamente com André Gaspar a colocar a sua equipa a vencer por dois golos de diferença. Com 2-4 no marcador, o Infante volta a ter uma forte reação e chega, logo de seguida, ao golo, com Bernardo Marques a colocar a sua equipa a apenas um golo de distância, altura em que o marcador apontava para 3-4.

Até ao final do tempo regulamentar, destaque para o golo do empate do Infante, já nos últimos quatro minutos de jogo, com Márcio Rodrigues a fazer o seu terceiro golo do jogo e a colocar o resultado num fantástico 4-4. Chegava o prolongamento!

No prolongamento foi a equipa do Física que conseguir tirar maior proveito, conseguindo, logo aos três minutos, chegar ao golo que lhe viria a permitir sair com a vitória do Porto. Vasco Marinho foi o autor do golo que colocou o resultado final em 4-5, e que permitiu à Física avançar para a próxima eliminatória da Taça de Portugal!

Bruno Machado – OK Porto
Foto: Autor Desconhecido
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt


TAÇA DE PORTUGAL - CRPF LAVRA DERROTADO PELO CAMPO OURIQUE


Taça de Portugal – CRPF Lavra derrotado pelo Campo Ourique por 3-4

Duelo entre duas equipas a atravessar momentos muito similares nas suas respetivas divisões. Com a manutenção a ser o principal objetivo das duas equipas no campeonato, a Taça de Portugal é o sonho que todos procuram.

A jogar em casa, a equipa do Lavra não conseguiu chegar à vitória tendo permitido a vitória do Campo Ourique por 3-4

Num jogo com arbitragem de Florindo Cardoso da AP Minho, o CACO vencia ao intervalo por 0-2.

Numa primeira parte pautada pelo equilíbrio foi necessário esperar já pelos últimos cinco minutos de jogo para que o marcador funcionasse. Dois golos em apenas dois minutos para a equipa do CACO deram uma importante vantagem para gerir na segunda parte. André Raposo e Hugo Nascimento foram os autores dos golos que davam a vantagem para os lisboetas à saída para o intervalo.

Na segunda parte volta a ser o CACO a chegar primeiro ao golo, altura em que Augusto Cachucho consegue uma importante vantagem de 0-3 para os visitantes. A reação do Lavra chegaria através de André Ferreira, que reduzia o marcar e lançava a incerteza no marcador. Com 1-3 no marcador, a equipa do Campo Ourique conseguiu chegar a nova vantagem quando André Lopes, já dentro dos últimos cinco minutos de jogo colocou a sua equipa a vencer por 1-4 através da conversão de um livre direto que penalizou a 10ª falta do Lavra.

O Lavra contudo mostrou que a palavra desistir não faz parte do seu dicionário e em apenas dois minutos lançou nova incerteza no marcador. Primeiro por João Costa e depois através de Nuno Leal, a equipa da casa chegou ao 3-4, deixando entreaberta a porta do prolongamento. O CACO contudo não viria a permitir tal façanha, conseguindo assim segurar a vantagem e vencer por 3-4.

A equipa do Lavra fica assim fora da Taça de Portugal avançado o CACO para a próxima eliminatória.

Bruno Machado – OK Porto
Foto: Facebook CRPF Lavra
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt



sábado, 9 de março de 2019

LIGA EUROPEIA - FC PORTO VENCE REUS


Liga Europeia - FC Porto vence Reus por 6-3

Foi um FC Porto já qualificado a receber o Reus que precisava de fazer um resultado melhor que o Lodi para se qualificar para a próxima fase da Liga Europeia. A jogar em casa, os dragões foram mais forte e acabaram por conquistar também o primeiro lugar marcando encontro com o Forte de Itália na próxima ronda.

Depois de uma primeira parte muito equilibrada e sem golos, as duas equipas surgiram na segunda parte com outra ambição para a partida.

Num jogo com arbitragem de Franco Ferrari e Matteo Galoppi de Itália, foi o Porto a entrar melhor no segundo tempo com um golo de Rafa nos primeiros segundos do segundo tempo. A resposta catalã chegou logo de seguida quando Alex Rodriguez coloca a bola no fundo da rede de Grau fazendo o 1-1 no marcador.

Ainda dentro dos primeiros dez minutos é Gonçalo Alves a dar nova vantagem ao FC Porto, fazendo assim o 2-1 no marcador. A correr atrás do prejuízo, e com o Lodi a vencer o Saint-Omer, o Reus conseguiu chegar novamente ao empate. Marc Julia foi o autor do 2-2 no marcador.

Quando os catalães ainda festejavam o golo já Gonçalo Alves dava nova vantagem à equipa da casa. O internacional português fez o seu segundo golo no jogo fazendo o 3-2 no marcador. Numa fase de jogo de grandes emoções o Reus viria a empatar logo de seguida quando Marc Julia, de livre direto, volta a colocar tudo empatado no Dragão Caixa. Era o 3-3 no marcador!

Até ao final do jogo o marcador viria a funcionar apenas para o FC Porto com o capitão Hélder Nunes a marcar a sua presença na partida. Três golos do capitão portista, dois deles já no último minuto de jogo, deram uma confortável vantagem aos dragões garantindo assim a vitória por 6-3 e assegurando o primeiro lugar no grupo.

Com esta vitória o FC Porto fica com o 1º lugar do Grupo D com 14 pontos, enquanto o Reus fica com o 3º lugar com 9 pontos. Com este resultado os catalães estão fora da Liga Europeia enquanto o FC Porto marca encontro com o Hockey Forte de Itália.

Bruno Machado - OK Porto
Foto: Afonso Ferraz - MPx Sports
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt


sexta-feira, 8 de março de 2019

CAMPEONATO NACIONAL DE SUB-13 - 3ª JORNADA



Campeonato Nacional de Sub-13 - Zona Norte A e B - 3ª Jornada

FC Porto, AD Valongo e Infante Sagres mantêm invictos após a 3ª Jornada do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins - Sub-13.

Zona Norte A

Óquei Barcelos vs HC Penafiel - 9-6
A equipa do HC Penafiel procurava em Barcelos chegar à segunda vitória na competição mas foi a equipa da casa a conquistar os primeiros três pontos nesta fase do Campeonato Nacional. A jogar em casa, o Óquei venceu o HC Penafiel por 9-6. Num jogo onde a nota de destaque foram os muitos golos marcados pelas duas equipas, marcaram para o Óquei Cristiano Arezes (2), Diogo Fernandes (2), Miguel Martins (4) e Rúben Costa. Já para o Penafiel marcaram Afonso Ribeiro (3), Gonçalo Cunha e Simão Freitas (2). Com este resultado o Óquei soma os primeiros três pontos enquanto o Penafiel mantém os três pontos que já havia conquistado.

ADB Campo vs FC Porto/Dragon Force - 1-7
O FC Porto viajou até Barcelos para conquistar novos três pontos, mantendo-se assim invicto nesta fase da prova. A jogar frente à ADB Campo, os azuis e brancos venceram por 1-7. O único golo para os minhotos foi apontado por Miguel Silva enquanto que para o FC Porto marcaram Davide Silva, Diogo Gomes, Diogo Lemos (2), Gonçalo Lage e José Guilherme Azevedo (2). Com este resultado a ADB mantém os três pontos já conquistados enquanto o FC Porto segue na liderança com 9 pontos.

HC Maia vs AD Valongo - 0-19
Depois de ver o FC Porto vencer em Barcelos, a AD Valongo deslocou-se até à Maia para conquistar os três pontos e partilhar a liderança com os 'dragões'. A equipa do Valongo foi mais forte e venceu o HC Maia por 0-19. Num jogo pautado por muito golos, marcaram para o Valongo Francisco Matos (6), Gonçalo Machado (2), João Pereira, Luís Moutinho (2), Ricardo Azevedo e Viti Oliveira (7). Com este resultado o Valongo soma 9 pontos na liderança enquanto o HC Maia se mantém ainda sem pontuar nesta fase do Campeonato Nacional.

Zona Norte B

CH Carvalhos vs ACD Gulpilhares
Confronto equilibrado entre duas equipas do concelhos de Vila Nova de Gaia com a vitória a sorrir à equipa do Carvalhos que venceu o Gulpilhares por 2-1. Maria Inês Gomes e Matilde Mesquita foram as autoras dos golos para a equipa da casa enquanto que para os visitantes marcou João Neves. Com este resultado o Carvalhos soma agora 4 pontos na tabela, passando à frente do Gulpilhares que se mantém com os 3 pontos já conquistados.

HA Cambra vs Infante Sagres - 3-8
Continua em excelente forma a equipa do Infante Sagres que somou em Cambra a sua terceira vitória em igual número de jogos. Frente ao HA Cambra o Infante Sagres venceu por 3-8. Para a equipa da casa marcaram Gonçalo Costa (2) e Tiago Silva enquanto que para o Infante marcaram Francisco Baptista (3), Guilherme Castelo Branco (2), João Manuel Teixeira e José Pedro Cunha (2). Com este resultado o Infante é agora líder isolado com 9 pontos enquanto o Cambra mantém 1 ponto na classificação.

Bruno Machado - OK Porto
Foto: Sara Ferreira
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt
 

segunda-feira, 4 de março de 2019

CAMPEONATO NACIONAL FEMININO - 1ª JORNADA - CH CARVALHOS E INFANTE SAGRES EM PROVA


Campeonato Nacional Feminino - Fase Final

Arrancou este fim de semana a fase final do Campeonato Nacional Feminino com a presença de duas equipas do OK Porto. CH Carvalhos e Infante Sagres vão procurar obter a melhor classificação possível e contrariar ao máximo as campeãs nacionais do Benfica.

CH Carvalhos vs FC Alverca - 9-4
 Arrancou com uma vitória a fase final para a equipa do Carvalhos. A jogar em casa, uma vitória por 9-4 sobre o Alverca permite assim a conquista dos primeiros três pontos desta última etapa na luta pelo título. Num jogo onde o Carvalhos este sempre a comandar o rumo da partida, marcaram para a equipa da casa Renata Balonas (3), Mafalda Monteiro (2), Rita Batista (2) e Ana Couto. Já para a equipa do FC Alverca os golos foram da autoria de Mariana Jesus (2), Eva Lavado e Inês Canta. Com esta vitória a equipa do Carvalhos arranca os primeiros três pontos desta fase final. Na próxima jornada o Carvalhos viaja até Lisboa para defrontar o Benfica enquanto o Alverca tem encontro marcado frente ao Campo Ourique.

Infante Sagres vs Benfica - 2-7
Arranque que já se previa complicado para as 'Infantas' do Infante Sagres dado que nesta primeira jornada recebiam o Benfica, atual campeão em título. Já arredado das competições europeias, a equipa lisboeta tem agora no campeonato o seu foco máximo e viajou até ao Porto para conquistar os três pontos vencendo o Infante por 2-7. Para a equipa do Infante marcaram Inês Açoreira e Teresa Morais enquanto que para o Benfica os golos surgiram por Maria Sofia Silva (3), Rita Lopes (2), Rute Lopes e Ana Arsénio. Primeiros três pontos conquistados pelas 'águias' sendo que o Infante não conseguiu somar qualquer ponto nesta primeira partida. Na próxima jornada o Infante recebe a Académica enquanto o Benfica recebe o CH Carvalhos. 

Bruno Machado - OK Porto
Foto: António Lopes
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt

domingo, 3 de março de 2019

IIª DIVISÃO - CRPF LAVRA DERROTADO PELO FAMALICENSE


II ª Divisão – CRPF Lavra derrotado pelo Famalicense por 6-2

Com o CRPF Lavra à procura de pontos para fugir da última posição e o Famalicense à procura de estabilizar na classificação, este era um jogo de enorme interesse que acabou por ditar a vitória do Famalicense por 6-2 frente ao Lavra.

Num jogo com arbitragem de Jerónimo Moura da AP Porto e Miguel Torres da AP Minho, a equipa da casa vencia ao intervalo por 4-1.

Entrou melhor o Famalicense que chegou a uma confortável vantagem de 4-0 na partida quando em apenas sete minutos, Celso Silva, César Carvalho (2) e Serafim Silva fizeram os golos para a equipa da casa. A resposta do Lavra chegaria mais tarde quando Joaquim Dias reduziu a desvantagem para 4-1, resultado com que viria a chegar o intervalo em Famalicão.

Na segunda parte é a equipa do Lavra que entra melhor na partida e através de Joaquim Dias, coloca o resultado em 4-2, criando assim dificuldades para o Famalicense. A resposta da equipa da casa viria contudo poucos minutos depois quando Serafim Silva voltou a colocar a sua equipa a vencer por três golos de diferença, assinalando o marcador um 5-2 na partida.

Até ao final da partida destaque apenas para o golo de César Carvalho que viria a colocar o resultado final em 6-2, dando assim à equipa do Famalicense a vitória e colocando o Lavra numa situação cada vez mais difícil na classificação.

Bruno Machado - OK Porto
Foto: António Lopes
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt


IIª DIVISÃO - CH CARVALHOS VENCE FC PORTO B



II ª Divisão – CH Carvalhos vence FC Porto B por 9-2

Numa jornada marcada por muitos golos nos diversos pavilhões desta Segunda Divisão, a equipa do Carvalhos conquistou uma confortável vitória por 9-2 frente ao FC Porto B.

Num jogo com arbitragem de Fernando Teixeira e Manuel Santos da AP Porto, o Carvalhos vencia ao intervalo por 2-1.

Entrou melhor a equipa da casa que chegou à vantagem através de um golo de Márcio Fonseca que abriu o marcador colocando o resultado em 1-0. A resposta do Porto B chegaria pouco depois quando Hugo Santos restabeleceu a igualdade no marcador. Com 1-1 no marcador foi preciso esperar até aos últimos dois minutos de jogo para que Ricardo Ramos colocasse a equipa da casa a vencer por 2-1 na saída para o intervalo.

Numa segunda parte recheada de golos, foi o FC Porto a entrar melhor quando Dinis Abreu colocou os azuis e brancos novamente empatados na partida.

Com a igualdade a 2-2 no marcador o Carvalhos partiu para uma tremenda exibição nesta segunda parte. Os golos de Ricardo Ramos, Márcio Fonseca (4) e João Marques (2) foram a confirmação de uma excelente vitória final por 9-2 para a equipa da casa, que conseguiu assim realizar uma segunda parte digna de registo.

Com esta vitória o Carvalhos aproveitava também a derrota do Cambra em Ponte de Lima para ganhar mais distância para o 3º classificado!

Bruno Machado - OK Porto
Foto: CH Carvalhos
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt

IIª DIVISÃO - HC MAIA VENCE CD PÓVOA


II ª Divisão – HC Maia vence CD Póvoa por 6-4

Jogo entre duas equipas separadas apenas por três pontos na tabela e, também por isso, se esperava um excelente jogo e as equipas não desiludiram. O HC Maia viria assim a bater o CD Póvoa por 6-4 e conquistarem três importantes pontos na frenética luta pela manutenção.

Num jogo com arbitragem de Carlos Leite e Manuel Leite, o HC Maia vencia ao intervalo por 3-0.

Entrou melhor a equipa da casa e após uma período de algum equilíbrio na partida, é Álvaro Pinto quem inaugura o marcador na partida. Com 1-0 no marcador, a equipa da casa partiu à procura de outra vantagem e ainda antes do intervalo, Pedro Pacheco e Tó Cruz chegam ao golo, dando uma confortável vantagem de 3-0 na saída para o intervalo.

A reação do Póvoa não tardou e percebeu-se logo após o apito para o inicio da segunda parte que os poveiros viriam atrás do prejuízo. Gabi Silva faz o 3-1 para o Póvoa e logo depois é Carlos Fangueiro a colocar o Póvoa com apenas um golo de desvantagem no marcador.

Com 3-2 no marcador, o Maia volta a acordar e num curto espaço de tempo, Álvaro Pinto e Guilherme Pinto chegam ao golo dando uma importante vantagem de 5-2 para a equipa da casa.

O Póvoa volta a reagir, já depois de a equipa de arbitragem ter mostrado um vermelho a Tó Cruz. Aproveitando a vantagem numérica, Gabi Silva faz dois golos, colocando novamente a equipa do Póvoa a perder por um golo de diferença. A pouco menos de dez minutos do fim da partida, o marcador apontava para 5-4.

Não baixando os braços e reconhecendo a importância de uma vitória, o Maia volta à carga e chega mesmo ao golo, novamente através de Álvaro Pinto que coloca a sua equipa a vencer por 6-4. Perante uma bela casa na Nortecoope, o Maia volta a sorrir e acaba por igualar o Póvoa na classificação geral.

Bruno Machado - OK Porto
Foto: Bruno Machado - OK Porto


IIª DIVISÃO - INFANTE SAGRES DERROTADO PELA ACADÉMICA


II ª Divisão – Infante Sagres derrotado pela Académica por 5-7

Continua complicada a vida do Infante Sagres nesta Segunda Divisão. Num duelo onde estava em jogo a luta pela permanência a equipa do Infante perdeu frente à Académica por 5-7.

Num jogo com arbitragem de José Manuel Pereira e Jorge Machado os 'estudantes' deram continuidade à excelente recuperação na tabela (5 vitórias nos últimos 6 jogos). Ao intervalo as duas equipas registavam uma igualdade a 2-2.

Entrou melhor a equipa do Infante que chega primeiro ao golo através de Bernardo Marques que fez o 1-0. Quando ainda se festejava o golo da equipa da casa, já a Académica respondia com Diogo Graça a fazer, de penalidade, o empate a 1-1 na partida. Depois deste minutos com dois golos, foi preciso esperar pelos últimos momentos da primeira parte para que o marcador voltasse a ter movimento. Primeiro a Académica através de um livre direto de Gonçalo Oliveira que fez o 1-2, golo que teve resposta imediata do Infante através de Tiago Pinheiro, que colocava o resultado numa igualdade a 2-2 na saída para o intervalo.

Para o segundo tempo estava guardada um carrossel de golos e emoções. Volta a entrar melhor a equipa do Infante que em apenas dois minutos ganha uma preciosa vantagem de 5-2. Dois golos de Bernardo Castanheira e um de Márcio Rodrigues colocavam a equipa da casa numa situação muito favorável no encontro.

Sem baixar os braços a Académica partiu à procura da vitória e viria a protagonizar uma fantástica reviravolta. Primeiro é Daniel Homem e Gonçalo Oliveira que, em apenas três minutos, colocam a 'Briosa' em jogo, com um golo de cada. Era o 5-4 na partida e novo fôlego para os visitantes.

Foi já nos minutos finais da partida que a Académica chega à vitória. Dois golos de Alex Santos dão a liderança aos 'estudantes' por 5-6 e já dentro do último minuto de jogo é Diogo Graça a colocar um ponto final do jogo e também no resultado final, fazendo o 5-7 no marcador.

Bruno Machado - OK Porto
Foto: Afonso Ferraz - MPx Sports
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt

IIª DIVISÃO - JUVENTUDE PACENSE DERROTADA PELA SANJOANENSE


IIª Divisão – Juventude Pacense perde com Sanjoanense por 6-1

Depois de três vitórias consecutivas e a viver um dos melhores períodos da época a equipa da Juventude Pacense voltou a conhecer o sabor da derrota ao perder em casa da líder Sanjoanense por 6-1.

Num jogo com arbitragem de Jorge Carmona e João Duarte da AP Lisboa a equipa da Sanjoanense já vencia por 5-0 ao intervalo.

Entrada forma da equipa da casa que continua a fazer do Caldeirão uma fortaleza. Com golos de Xavi Cardoso (2), Alex Mount (2) e José Almeida a equipa da Sanjonanese deixou o resultado praticamente definido na segunda parte, não tendo a Juventude conseguido reagir aos 5 golos da equipa de Vítor Pereira.

No segundo tempo, volta a ser a Sanjoanense a chegar primeiro ao golo, ainda que esta tenha sido uma parte bem mais equilibrada. Alex Mount volta a marcar e viu uma resposta ao seu golo logo de seguida através de João Paulo que fez, de livre direto o 6-1 no marcador, resultado com que viria a terminar a partida.

Bruno Machado - OK Porto
Foto: António Anacleto
Dados Estatísticos: www.hoqueipatins.pt