segunda-feira, 29 de outubro de 2018

TERCEIRA DIVISÃO - SOBREIRA DERROTADO PELO CUCUJÃES


 CP Sobreira derrotado pelo CD Cucujães por 3-5

A equipa do Sobreira procurava a sua terceira vitória nesta Terceira Divisão Zona B num jogo frente ao CD Cucujães. Acabou por levar a melhor a equipa visitante vencendo por 3-5.

Num jogo com arbitragem de José Pinto, o Sobreira procurava assim nova vitória, mas acabou por não conseguir segurar a vantagem que gerou durante o primeiro tempo. Ao intervalo a equipa da casa vencia por 2-0 valendo os golos de Joel Oliveira e Zaga.

Contudo a equipa do Cucujães entrou muito forte no segundo tempo onde conseguir dar a volta ao resultado. Em apenas dez minutos, entre o minuto seis e dezasseis, os visitantes marcaram por Francisco Almeida e por David Sá por três vezes, colocando assim o marcador em 2-4.

Até ao final da partida assistimos ainda a um golo para cada lado, primeiro para o Cucujães por Guima sendo que Joel Oliveira reduziu para o 3-5 final, resultado com que o Sobreira saiu derrotado nesta partida.

Na próxima jornada o Cucujães recebe o Pessegueiro Vouga enquanto a nossa equipa do Sobreira se desloca até ao pavilhão do Leiria Marrazes.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Facebook CD Cucujães

TERCEIRA DIVISÃO - ACD GULPILHARES VENCE 'OS ÁGUIAS'


ACD Gulpilhares vence 'Os Águias' por 7-0

Terceira vitória em quatro jogos para a equipa dos Gulpilhares, que desta vez recebeu e venceu o 'Os Águias' por 7-0.

Em jogo da Terceira Divisão Zona B apitado por Paulo Santos, a equipa do 'Gulpi' alcançou nova vitória num jogo onde foram mais fortes que o seu adversário.

Ao intervalo registava-se um 3-0 no placar que era originado pelo golos de André Teixeira e Tiago Silva (dois golos). Depois de um inicio de jogo equilibrado, o Gulpilhares acabou por desbloquear o jogo com dois golos muito próximos do tempo de descanso.

No decorrer da segunda parte foi o 'Gulpi' a dilatar a vantagem, chegando aos 7-0 finais com golos de Pedro Martins, Gonçalo Marques e dois golos de André Teixeira.

Depois desta vitória o Gulpilhares terá uma deslocação até ao HC Mealhada enquanto o 'Os Águias' ficarão de folga na próxima jornada.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Facebook ACD Gulpilhares

TERCEIRA DIVISÃO - HC PAÇO DE REI DERROTADO PELO AC.FEIRA


HC Paço de Rei derrotado pelo Ac. Feira por 6-3

Deslocação do Paço de Rei a um dos difíceis pavilhões desta Terceira Divisão Zona B, onde a equipa de Vila Nova de Gaia procurava alcançar nova vitória no campeonato. Contudo o Ac. Feira foi mais forte e acabou por vencer por 6-3.

Jogo muito equilibrado, principalmente no primeiro tempo, onde ao intervalo se registava um 3-2 no marcador. Num jogo com arbitragem de André Portal, os golos de Hugo Drumond, Tibério Carvalho e Miguel Ferreira foram suficientes para responder aos dois golos do Paço de Rei apontados por Pedro Teixeira e Carlos Vidal. Vencia assim o Ac. Feira ao intervalo por 3-2.

Na segunda parte esteve melhor a equipa da casa que através de João Santos, por duas vezes, e António Silva dilatou a vantagem para quatro golos de diferença que viria a ser reduzida por João Santos, chegando-se assim ao resultado final de 6-3 e conseguente vitória para o Ac. Feira. 

Na próxima jornada o Paço de Rei recebe o Carvalheiro enquanto o Ac. Feira irá viajar até ao pavilhão do Termas OC.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Rodrigo Pires (do jogo frente ao Termas)

TERCEIRA DIVISÃO - GDC FÂNZERES VENCE ED VIANA


GDC Fânzeres vence ED Viana por 8-4

Grande jogo esperado em Fânzeres com a equipa da casa à procura da segunda vitória esta temporada tendo por adversário a ED Viana que contava por vitórias todos os jogos realizados nesta Terceira Divisão.

Num jogo com abitragem de Orlando Panza, foi contudo a equipa do Fânzeres a sair com os três pontos no final da partida, alcançando assim a segunda vitória, ao vencer a ED Viana por 8-4.

Jogo muito forte por parte da equipa da casa que ao intervalo já vencia por 6-1. Os golos de Diogo Rocha, Telmo Ramos e quatro golos de Pedro Martins para o Fânzeres apenas encontraram resposta da ED Viana com o golo de Duarte Fernandes.

O segundo tempo foi contudo mais equilibrado, num período em que o Fânzeres ainda marcou por mais duas vezes, com golos de Diogo Rocha e André Freitas. A ED Viana reagiu melhor neste segundo tempo, tendo conseguido fazer mais três golos da autoria de Rui Araújo, Eduardo Chavarria e Eduardo Fernandes. O resultado final mostrava assim 8-4 para a equipa de casa que alcançava assim a sua segunda vitória neste campeonato.

Na próxima jornada o Fânzeres desloca-se à Madeira para defrontar o Marítimo enquanto a ED Viana irá folgar.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Ricardo Pereira

TERCEIRA DIVISÃO - 'OLÁ MOURIZ' DERROTADO PELA AD VALONGO B


'Olá Mouriz' derrotado pela AD Valongo B por 2-18

Em jogo da quarta jornada da Terceira Divisão Zona A tocavam-se praticamente os extremos da tabela. Com o 'Olá Mouriz' ainda à procura da primeira vitória, foi o Valongo a levar a melhor e a vencer por 2-18.

Jogo difícil para o 'Olá Mouriz' que recebia na sua casa um Valongo B a realizar um campeonato muito interessante. Esta partida teve praticamente apenas um sentido, que levou a uma vitória expressiva por parte do Valongo.

Com o resultado ao intervalo a marcar já 1-9, o segundo tempo foi praticamente uma cópia a papel químico do que se havia passado no primeiro tempo.

Os dois golos marcados por Filipe Coelho e Daniel Dias para o 'Olá Mouriz' foram insuficientes perante os cinco golos de Miguel Moura, três de Carlos Ramos, quatro de Gonçalo Neto, três de Diogo Abreu, com Gonçalo Antunes, Rafael Bessa e José Santos a marcarem um golo cada.

Na próxima jornada a AD Valongo B tem encontro marcado com HC Santa Cruz em mais um confronto entre duas equipas do OK Porto enquanto o 'Olá Mouriz' irá viajar até ao ringue do HC Marco para mais um confronto entre equipas do OK Porto.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Facebook AD Valongo

TERCEIRA DIVISÃO - HC SANTA CRUZ DERROTADO PELO CART


HC Santa Cruz derrotado pelo CART por 1-10

Em mais um jogo da quarta jornada da Terceira Divisão Zona A, o HC Santa Cruz recebia no seu pavilhão a equipa do CART num jogo com arbitragem de Jerónimo Moura.

Apesar do bom inicio de jogo do Santa Cruz, foi o CART que acabou por vencer por 1-10, confirmando assim o início de época positivo que continua a realizar.

Ao intervalo desta partida registava-se 1-4 no marcador, apesar de ter sido o Santa Cruz a começar melhor a partida quando Vítor Pinto fez praticamente no inicio do jogo, o 1-0. A partir deste momento foi o CART a tomar conta das principais incidências de jogo, com Ricardo Lopes e Pedro Gonçalves a fazerem um golo cada aos quais se juntaram dois de Hélder Gomes, fazendo o 1-4 com que se chegava ao intervalo.

Na segunda parte acentuou-se o resultado para os visitantes, com um golo de Nelson Silva, dois de Carlos Rodrigues e três de Hélder Gomes, que permitiram ao CART vencer em Santa Cruz do Bispo por 1-10.

Na próxima jornada o Santa Cruz tem encontro marcado com o Valongo B enquanto que o CART recebe outra equipa do OK Porto, o USC Paredes II.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Facebook HC Santa Cruz

TERCEIRA DIVISÃO - USC PAREDES DERROTADO PELO HC FÃO


 USC Paredes II perde com o HC Fão por 7-8

Em jogo da quarta jornada do Campeonato Nacional da Terceira Divisão Zona A, Paredes e Fão protagonizaram um jogo incrível de hóquei, com emoções fortes do princípio até ao final.

Em jogo arbitrado por Porfírio Fernandes, foi o Fão a sorrir no final da partida vencendo o Paredes por 7-8.

Ao intervalo da partida, o marcador apontava para um 4-2 que ia favorecendo a equipa do Paredes. Os golos de João Sousa e Tiago Garcia, que marcaram por duas vezes, levavam a melhor perante os dois golos de Justi Silva e Ivo Ventura. Depois de estar a vencer por 0-1 e 1-2, a equipa do Fão acabou por permitir a recuperação ao Paredes, que chegava assim em vantagem ao intervalo.

Com a chegada da segunda parte, chegaram também novas emoções. João Sousa e Nené fizeram o 6-2 para a equipa da casa quando começou uma reviravolta épica que só uma modalidade como o hóquei em patins poderia permitir. 

Com golos de André Barbosa, dois golos de Alex Pontes e três golos de Tiago Barbosa, a equipa do Fão colocou o resultado em 6-8, proporcionando uma excelente réplica aos golos do Paredes. Até ao final, apenas o um golo de Ricardo Magalhães foi insuficiente para a equipa de casa vencer o HC Fão. 7-8 foi o resultado final num jogo que ficará certamente entre os mais emotivos de toda esta época que agora se inicia.

Na próxima jornada o Paredes desloca-se até às Taipas para defrontar o CART enquanto o HC Fão gozará de uma folga.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Facebook USC Paredes II

domingo, 28 de outubro de 2018

SEGUNDA DIVISÃO - FC PORTO B VENCE FAMALICENSE


FC Porto B vence Famalicense por 6-4

Em jogo da terceira jornada da Segunda Divisão, FC Porto e Famalicense defrontavam-se naquela que era uma partida de elevado interesse nesta jornada. As equipas não defraudaram expectativas e proporcionaram uma excelente partida de hóquei.

A vitória sorriu ao FC Porto num jogo com diversas mudanças no marcador ao longo de toda a partida. Em jogo arbitrado por Pedro Miguel Sousa e Paulo Santos, o FC Porto vencia ao intervalo por 2-1.

Os golos apontados por Gustavo Vidal e Dinis Abreu foram a melhor resposta ao primeiro golo da partida da autoria de Rui Silva do Famalicense.

Para a segunda metade da partida estava agendado um autêntico festival de golos de ambas as equipas. Três golos de Dinis Abreu e um de Nuno Paiva foram suficiente para o FC Porto levar a melhor perante os dois golos apontados por Tiago Pimenta e o golo de Tiago Azevedo.

Chegava assim o final da partida com um fantástico 6-4 no marcador e um excelente trabalho por parte das duas equipas.

Na próxima jornada o FC Porto B desloca-se a Coimbra para defrontar a Académica enquanto o Famalicense defronta em casa outra equipa do OK Porto, o CH Carvalhos.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: FC Porto Sports

SEGUNDA DIVISÃO - CARVALHOS VENCE AC. ESPINHO


CH Carvalhos vence Ac. Espinho por 3-1

Em jogo da terceira jornada da Segunda Divisão, o Carvalho recebeu e venceu a Académica de Espinho por 3-1 mantendo assim o seu lugar no topo da tabela classificativa.

Num jogo entre equipas habitualmente muito competitivas, a equipa de Vila Nova de Gaia acabou por levar a melhor sobre a Ac. Espinho, chegando assim aos 7 pontos em 9 possíveis neste início de época.

Num jogo apitado por José Manuel Pereira e Domingos Carvalho, a equipa do Carvalhos chegou ao intervalo a vencer por 1-0, valendo para o resultado o golo apontado por Diogo Silva.

Contudo, na segunda parte, dois golos praticamente seguidos de Rui Vidal e Márcio Fonseca, deram o 3-0 à equipa da casa. Ainda assim, na sequência deste dois golos e a fechar um momento de grande intensidade da partida, a Académica de Espinho chegou ao seu único golo da partida da autoria de Fred Saraiva.

Na próxima jornada o Carvalhos viaja até Famalicão para defrontar o Famalicense enquanto a Académica Espinho recebe outra equipa do OK Porto, o CRPF Lavra.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: André Castro

SEGUNDA DIVISÃO - CRPF LAVRA VENCE HC MAIA


CRPF Lavra vence HC Maia por 3-1

Em jogo entre velhos conhecidos, o Lavra venceu o Maia naquela que foi a sua primeira vitória na Segunda Divisão.

Em jogo da terceira jornada, Lavra e Maia defrontaram-se num encontro entre duas equipas que, na época anterior, protagonizaram uma excelente luta para o primeiro lugar na Terceira Divisão.

Naquela que foi a primeira vitória do Lavra nesta época, começou melhor a equipa do Maia, estando mesmo a vencer por 0-1, acabando depois por ceder a vantagem para a equipa da casa.

Em jogo apitado por Jerónimo Moura e Jorge Machado, o jogo chegou ao intervalo com uma igualdade a 1-1. Perante o já referido golo do Maia apontado por Pedro Pacheco, respondeu o Lavra com Diogo Ribeiro levanto tudo empatado para o descanso.

Na segunda parte, depois de um jogo muito equilibrado, foi o Lavra a conseguir chegar à vitória com golos de Diogo Ribeiro, que permitiu à equipa da casa vencer o Maia por 3-1 e alcançar a primeira vitória da época após as três primeiras jornadas.

Na próxima jornada teremos o HC Maia a receber o Valença enquanto o Lavra irá até Espinho defrontar a Académica local.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Facebook CRPF Lavra

SEGUNDA DIVISÃO - CD PÓVOA DERROTADO PELO 'OS LIMIANOS'


CD Póvoa derrotado em casa pelo 'Os Limianos' por 3-5

E ao terceiro jogo da Segunda Divisão Zona Norte surgiu a primeira derrota do CD Póvoa frente à equipa do 'Os Limianos'.

Terceira jornada e os primeiros pontos perdidos pelo Póvoa nesta temporada. Perante a difícil equipa do 'Os Limianos', o Póvoa de tudo fez para alcançar a vitória que acabou por não acontecer.

Num jogo com arbitragem de Vera Fernandes e José LaSalette, Póvoa e 'Os Limianos' ofereceram um excelente jogo de hóquei em patins com constantes mudanças no marcador. No final do primeiro tempo, o 2-2 espelhava bem o equilibrio da partida. Para a equipa da casa marcou Cristiano Fangueiro por duas vezes enquanto que para os minhotos foi José Pedro Carvalho e Tiago Crespo a fazerem os golos.

Na segunda parte, acabou por ser o Póvoa a chegar primeiro à vantagem cedendo depois para a equipa minhota que acabou por fazer mais golos que lhe permitiram chegar ao 3-5 final. Para a equipa poveira marcou Gabi Silva tendo José Pedro Carvalho e Miguel Castro, por duas vezes, marcado para a equipas do 'Os Limianos'.

Na próxima jornada a equipa do CD Póvoa desloca-se ao caldeirão da Sanjoanense enquanto o 'Os Limianos' recebe outra equipa do OK Porto, a Juventude Pacense.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Facebook CD Póvoa Hóquei

SEGUNDA DIVISÃO - JUVENTUDE PACENSE VENCE INFANTE SAGRES


Juventude Pacense vence Infante Sagres por 8-4

Grande jogo em Paços de Ferreira! Juventude Pacense e Infante Sagres protagonizaram um excelente jogo de hóquei em mais uma enorme propaganda para a modalidade! Frente a frente duas equipas do OK Porto e onde se esperava uma excelente partida.

Levou melhor a equipa da casa, vencendo por 8-4 a equipa do Infante, naquela que foi a terceira jornada da Segunda Divisão Zona Norte.

Jogo muito equilibrado na maior parte de todo o encontro, onde ao intervalo a Juventude vencia por 3-2. Os golos de Marcelo Ribeiro, Filipe Ribeiro e João Paulo Marques para a equipa da casa foram suficientes perante os dois golos apontados pelo Infante por intermédio de Bernardo Marques.

Contudo a segunda parte trouxe uma história diferente ao marcador da partida, tendo a Juventude Pacense dilatado a vantagem que lhe permitira vencer a partida por quatro golos de diferença.

Os golos de João Paulo Marques, Marcelo Ribeiro, Vítor Hugo, José Cabral e João Abreu foram a melhor resposta a dois golos do Infante apontados por Carlos André Rodrigues. Resultado final e vitória para a Juventude Pacense por 8-4 num grande jogo de hóquei em patins!

Na próxima jornada a Juventude desloca-se ao 'Os Limianos' enquanto o Infante recebe em casa o HA Cambra. 

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Facebook Juventude Pacense

PRIMEIRA DIVISÃO - FC PORTO VENCE PAÇO DE ARCOS


FC Porto vence Paço de Arcos por 5-2

Terceiro jogo e terceira vitória para o FC Porto de Guillem Cabestany. Na recepção ao Paço de Arcos, os azuis e brancos venceram por 5-2 num jogo que antecede a visita ao rival Benfica.

Num jogo com arbitragem de Júlio Teixeira e Manuel Fernandes, foi o FC Porto a alcançar nova vitória perante uma sempre difícil equipa do Paço de Arcos.

Para a equipa de Guillem Cabestany marcaram Telmo Pinto e Gonçalo Alves na primeira parte, dando assim a liderança por 2-0 ao intervalo.

Na segunda parte surgiram mais golos para as duas equipas, sendo que para o FC Porto surgiram dois golos de Rafa e um de Gonçalo Alves enquanto que para os atletas de Luís Duarte marcou Tomás Moreira por duas vezes, originando assim o 5-2 final para a equipa da casa.

Na próxima jornada o FC Porto desloca-se ao Benfica enquanto o Paço de Arcos recebe o HC Braga.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: FC Porto

PRIMEIRA DIVISÃO - AD VALONGO DERROTADA EM RIBA D'AVE


AD Valongo derrotada em Riba D'Ave por 2-1!

Era um dos grandes jogos aguardados para esta jornada com duas equipas que são acompanhadas por adeptos apaixonados. Em jogo da terceira jornada, a AD Valongo somou a sua primeira derrota no campeonato, perdendo por 2-1 frente ao Riba D'Ave.

Num jogo equilibrado do principio ao fim, foi com um 0-0 que se chegou ao intervalo. Num jogo apitado pela dupla Sílvia Coelho e Orlando Panza, foi apenas no segundo tempo que as equipas chegaram aos golos.

Marcou primeiro o Riba D'Ave com Raul Meca e Hugo Azevedo a darem uma vantagem de dois golos para a equipa da casa. Já nos segundos finais da partida a AD Valongo reduziu por Pedro Mendes, fazendo assim o 2-1 final.

Com este resultado as equipas igualam-se na classificação, ambas com 4 pontos nos três primeiros jogos da época. Na próxima jornada a AD Valongo recebe o Sporting enquanto que o Riba D'Ave desloca-se ao Turquel.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Facebook Riba D'Ave

sábado, 27 de outubro de 2018

SUPERTAÇA FEMININA - CH CARVALHOS DERROTADO PELO BENFICA


CH Carvalhos derrotado pelo SL Benfica por 14-2.

Jogo de abertura da época no hóquei em patins feminino com a realização da Supertaça entre Carvalhos, finalista vencido da Taça de Portugal e Benfica campeão nacional. Em jogo realizado em São Pedro Do Sul, foi o Benfica a levar a melhor, levantando assim o primeiro troféu da época naquela que foi a sua sexta Supertaça seguida.

Em jogo apitado pela dupla Luís Peixoto e João Duarte da Associação de Patinagem de Lisboa, acabou por ser superior a equipa orientada por Paulo Almeida. 

As 'guerreiras' do Carvalhos de tudo fizeram para contrariar o favoritismo do Benfica que vem dominando a modalidade nesta vertente feminina nos últimos anos. Rafael, treinador do Carvalhos, apresentou de início Rute Jorge, Joana Teixeira, Ana Rita Couto, Inês Ferreira e Renata Balonas.

Do lado do Benfica, Paulo Almeida selecionou para o cinco inicial Maria Vieira, Marlene Sousa, Aina Arxé, Rita Lopes e Rute Lopes.

Durante a primeira parte foi o Benfica a chegar à maior diferença registada durante toda a partida, chegando ao intervalo a vencer por 8-0. Com um golo de Rute Lopes, dois de Rita Lopes, três de Marlene Sousa, um de Aina Arxé e outro de Maria Sofia Silva, antiga atleta dos Carvalhos, o Benfica deixou uma mensagem clara para as suas pretensões para a nova época.

Esperava-se por isso uma segunda parte com outra reação por parte das nossas guerreiras, que procuraram ainda assim dar uma outra imagem da sua real qualidade. Apesar dos seis golos apontados pelo Benfica, o Carvalhos fez ainda dois golos durante a segunda parte.

Para o lado do Benfica marcaram neste segundo tempo Rita Lopes por duas vezes, Maria Sofia Silva por três vezes e um golo de Marlene. Já para o Carvalhos, os dois golos de Inês Ferreira foram insuficientes para poder levar a equipa vermelha e branca de vencida.

Vitória final para o Benfica que conquista assim a sua sexta Supertaça seguida no primeiro troféu da época para o hóquei feminino.

Parabéns às nossas guerreiras e também parabéns a todas as vencedoras!

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto de Rui Pedro

terça-feira, 16 de outubro de 2018

TERCEIRA DIVISÃO - SOBREIRA VENCE 'OS ÁGUIAS'


Sobreira vence 'Os Águias' por 4-3.

Para esta terceira jornada do Campeonato Nacional da Terceira Divisão, zona B, estava agendado o regresso do Sobreira ao seu pavilhão onde recebeu e venceu a equipas do 'Os Águias' por 4-3.

Com esta vitória o Sobreira chega à sua segunda vitória no campeonato, quando estão disputados apenas três jogos. do outro lado, a equipa do 'Os Águias' procurava chegar à sua segunda vitória sendo as suas intenções travadas pelo Sobreira.

Com golos de Joel Oliveira, Nuno Silva e dois golos de Pedro Moreira, o Sobreira superiorizou-se perante 'Os Águias' que marcaram por intermédio de André Santos, Nuno Jorge e Sérgio Santos.

Na próxima jornada o Sobreira desloca-se ao HC Mealhada enquanto o 'Os Águias' recebem o Pessegueiro Vouga.

Foto: Facebook Sobreira
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - GULPILHARES DERROTADO PELO PESSEGUEIRO VOUGA


ACD Gulpilhares derrotado pelo Pessegueiro Vouga por 3-2.

No primeiro jogo da jornada do Campeonato Nacional da Terceira Divisão, Zona B, a equipa do Gulpilhares cedeu os primeiros pontos da época perdendo por 3-2 frente ao Pessegueiro do Vouga.

Depois das duas vitórias em igual número de jornadas, o 'Gulpi' procurava aqui dar seguimento ao excelente arranque de época. Do outro lado, o Pessegueiro do Vouga vinha de uma derrota no seu único jogo oficial e acabou por conseguir aqui a primeira vitória da época.

Os golos de Diogo Figueiredo, Luís Martins e Tiago Henriques para o Pessegueiro Vouga foram suficientes para bater o Gulpilhares que marcou por intermédio de André Teixeira e Duarte Resende.

Na próxima jornada o Gulpilhares estará de folga enquanto o Pessegueiro do Vouga irá até ao pavilhão do 'Os Águias'

Foto: Facebook ACRPV
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - HC MARCO VENCE ACADÉMICO


HC Marco vence Académico por 2-5.

Em mais um duelo entre equipas do OK Porto, Académico e Marco defrontaram-se no Lima com a vitória a sorrir aos marcoenses que assim chegam à terceira vitória nos três jogos já disputados. Para o Académico foi a segunda derrota em três jogos.

Num jogo que se esperava equilibrado foi a equipa do Marco a levar a melhor sobre o Académico, mostrando as antevisões de que o Marco poderia ser uma das equipas a entrar melhor neste campeonato. 

Os golos de Pedro Campanhã e Francisco Pinto foram insuficientes perante os cinco golos do HC Marco da autoria de Francisco Vieira que marcou um golo e perante o 'bis' de Bruno Guimarães e Manuel Pinheiro.

Na próxima jornada o Académico desloca-se ao ED Viana enquanto o HC Marco recebe o Fânzeres em mais um jogo entre equipas do OK Porto

Foto: Facebook HC Marco
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - EMPATE ENTRE GDC FÂNZERES E AD VALONGO B


GDC Fânzeres e AD Valongo B empatam 4-4!

Duelo entre vizinhos e um dos jogos mais aguardados nesta terceira jornada da Terceira Divisão Zona A. Duelo entre Fânzeres e AD Valongo, duas equipas de reconhecido valor que protagonizaram um excelente jogo.

Ainda sem conhecer o sabor da vitória a equipa do Fânzeres entrava com ambições renovadas para esta partida defrontado a vizinha AD Valongo que com a sua equipa B continua a realizar um bom campeonato, conseguindo sete pontos em novo possíveis.

Foi assim um jogo intenso, com diversas alternâncias no marcador entre as duas equipas. Foi também um jogo com diversas faltas o que atesta não só a competitividade das equipas mas também a vontade de ambas em vencer. Jogo intenso e com Leonardo Rodrigues e Bernardo Mendes também em plano.

Com golos de André Freitas, Guilherme Poças e dois golos de Telmo Ramos, o Fânzeres colocou dificuldades à AD Valongo que marcou através de Miguel Moura e Carlos Ramos que fez três golos.

Na próxima jornada o Fânzeres desloca-se até ao HC Marco enquanto a AD Valongo B estará de folga.

Foto: Ricardo Pereira
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - OLÁ MOURIZ DERROTADO PELO HC FÃO


Olá Mouriz derrotado pelo HC Fão por 5-13.

No terceiro jogo da época para o Olá Mouriz, a nossa equipa cedeu perante a maior superioridade do HC Fão, perdendo por 5-13.

Num jogo entre equipas com objetivos diferentes, levou a melhor o Fão em mais uma visita ao distrito do Porto. Para o Olá Mouriz esta foi a segunda derrota em jogos caseiros.

Os golos de Cristiano Barbosa e Daniel Dias, que marcou quatro, foram insuficientes para o Olá Mouriz contrarias o HC Fão que marcou por intermédio de Alexandre Pontes, André Barbosa com três golos, Hugo Santos por duas vezes, João Pereira, Justiniano Santos por duas vezes, Tiago Barbosa por três vezes e Tiago Silva com um golo.

Na próxima jornada o Olá Mouriz tem uma difícil deslocação até às Taipas para defrontar o CART enquanto o HC Fão defrontará outra equipa do OK Porto, o HC Santa Cruz.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - HC SANTA CRUZ DERROTADO PELO USC PAREDES II


HC Santa Cruz derrotado pelo USC Paredes II por 1-15.

Para esta terceira jornada do Campeonato Nacional da Terceira Divisão, Zona A, estava agendado um novo confronto entre equipas do OK Porto. Santa Cruz e Paredes defrontaram-se no passado Domingo com a vitória a sorrir aos visitantes que venceram por 1-15.

Continua assim na senda das vitórias a equipas do Paredes que soma já duas vitórias em dois jogos. Para a equipa do Santa Cruz foi a primeira derrota nesta época de regresso do escalão sénior ao hóquei.

Para a equipa do Paredes marcaram Filipe Vaz, Gil Cardoso, Gonçalo Ouro, João Sousa por quatro vezes, Ricardo Magalhães por três vezes e  Tiago Garcia por cinco vezes. O único golo do Santa Cruz foi da autoria de Bruno Campos.

Na próxima jornada a equipa do Paredes estará de folga enquanto o Santa Cruz tem uma difícil deslocação ao HC Fão.

Foto: Facebook HC Santa Cruz
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

SEGUNDA DIVISÃO - FC PORTO B VENCE ACADÉMICA ESPINHO


 FC Porto B vence Académica Espinho por 3-2!

Está dado o pontapé de saída em mais uma equipa do OK Porto! A equipa B do FC Porto recebeu e venceu, no Dragão Caixa, a Académica de Espinho por 3-2!

Tal como todos os jogos desta primeira jornada da Segunda Divisão, este era outro jogo recheado de interesse fruto da qualidade das duas equipas. Nesta primeira jornada levou no entanto o FC Porto B a melhor, vencendo o Espinho num jogo de grande equilíbrio.

Para a equipa do FC Porto marcaram Dinis Abreu, João Lima e Tiago Pinto ganhando assim superioridade aos dois golos apontados por Tiago Ferraz para o Espinho.

Ficam no Dragão Caixa os primeiros três pontos da época para o FC Porto que na próxima jornada se desloca ao HA Cambra enquanto a Académica de Espinho recebe o Famalicense.

Foto: Facebook Sandra Alves
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

SEGUNDA DIVISÃO - HC MAIA DERROTADO PELO FAMALICENSE


 HC Maia perde com o Famalicense por 6-4.

Naquele que é considerado um dos pavilhões fortes desta segunda divisão, o HC Maia cedeu perante a equipa da casa, o Famalicense, perdendo por 6-4.

Era a primeira jornada nesta Segunda Divisão e um dia marcado de simbolismo para o HC Maia. Era a estreia do nosso jovem clube nesta divisão pelo que todos procuravam deixar a marca na história. Do outro lado estava contudo uma equipa preparada para estragar a festa do HC Maia o que acabou por acontecer com o espelha o resultado final.

Os três golos de António Cruz e o golo de Pedro Ferreira foram insuficientes para vencer o Famalicense que marcou através dos golos de Celso Silva, Manuel Pinheiro e Rui Silva que marcou por quatro vezes.

Ficam em Famalicão os três pontos desta jornada onde se começa já a pensar na próxima quando o HC Maia receber em sua casa o Carvalhos. Já o Famalicense terá uma deslocação até ao pavilhão da Académica de Espinho.

Foto: Facebook Famalicense
Dados estatísticos retirados da www.hoqueipatins.pt

SEGUNDA DIVISÃO - CH CARVALHOS VENCE SANJOANENSE


CH Carvalhos vence Sanjoanense por 4-2!

Era um dos grandes jogos (nesta divisão vamos ouvir esta frase em quase todos os jogos) aguardados para esta primeira jornada na Segunda Divisão. Carvalhos e Sanjoanense, respectivamente 3º e 2º classificado da época transacta, defrontavam-se na primeira jornada do campeonato.

A vitória sorriu à equipa de Vila Nova de Gaia que vencer por 4-2 dando assim passos seguros nesta primeira jornada do campeonato.

Os golos de Rui Marques, Rui Vidal e dois golos de Tiago Oliveira permitiram à equipa da casa guardar os seus primeiros três pontos da época. Do outro lado, os golos de José Almeida foram insuficiente para levar de vencida a equipa do Carvalhos.

Na próxima jornada a equipa da Sanjoanense recebe no seu 'caldeirão' a equipa do Lavra enquanto o Carvalhos irá atravessar uma das pontes sobre o Douro para defrontar o HC Maia, em mais um duelo de duas equipas do OK Porto!

Foto: André Castro
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

SEGUNDA DIVISÃO - CRPF LAVRA DERROTADO EM CASA PELO 'OS LIMIANOS'



CRPF Lavra derrotado em casa pelo 'Os Limianos' por 2-3.

Está de regresso à Segunda Divisão a equipa do Lavra e a estreia acabou por ter um sabor amargo. Em jogo a contar para a primeira jornada da Segunda Divisão, a equipa do Lavra cedeu os três pontos ao 'Os Limianos'.

Recordo que o Lavra chega novamente a esta Segunda Divisão onde já foi presença habitual em largas épocas. Traz na bagagem o título de vencedor da sua zona e um meritório segundo lugar no playoff de campeão.

Os golos de João Costa e Jorge Coelhos para a equipa da casa foram insuficientes perante os golos de José Pedro Carvalho, Miguel Castro e Pedro Braga. 2-3 era o resultado final num jogo disputado onde o 'Os Limianos' acabou por levar a melhor num terreno que seguramente será difícil para quem o visitar.

A equipa do Lavra viaja já na próxima jornada ao terreno da Sanjoanense enquanto o 'Os Limianos' recebem o Valença no seu pavilhão.

Foto: Facebook CRPF Lavra
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

SEGUNDA DIVISÃO - INFANTE SAGRES DERROTADO PELO VALENÇA


Infante Sagres derrotado em Valença por 9-3

A deslocação do Infante a Valença era, para esta primeira jornada, um dos jogos mais aguardados. As duas equipas vinham de uma descida de divisão na época anterior e queriam desde logo entrar da melhor forma possível nesta época.

A equipa do Valença acaba assim por se superiorizar ao Infante num jogo com muitos golos. 9-3 foi o resultado final, que deixa assim um sabor amargo à estreia do Infante nesta nova temporada.

Os golos do Infante foram marcados por Bernardo Marques, Carlos Rodrigues e Márcio Rodrigues. Do lado do Valença destaque para os cinco golos apontados por José Campos, acompanhado pelos dois golos de Javier Suarez, tendo Hélder Martins e Miguel Fernandes apontado um golo cada.

Na próxima jornada o Infante recebe o Póvoa num duelo de duas equipas do OK Porto enquanto o Valença irá jogar frente ao 'Os Limianos'

Foto: Facebook Infante Sagres
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

SEGUNDA DIVISÃO - CD PÓVOA VENCE ACADÉMICA


CD Póvoa vence Académica de Coimbra por 5-4!

Jogo de emoções fortes na Póvoa! Estreia do CD Póvoa na nova época da Segunda divisão recebendo e vencendo a Académica por 5-4.

Num jogo que já se antevia equilibrado, a equipa do Póvoa acabou por se superiorizar à Académica ficando assim com os primeiros três pontos da época e a melhor entrada possível nesta nova temporada.

Cristiano Fangueiro com três golos e Gabriel Silva com dois, foram os autores dos golos dos poveiros nesta primeira jornada. Do outro lado, para a equipa dos 'estudantes' marcaram Alexandre Santos e Diogo Graça, ambos por duas vezes.

Com esta vitória o Póvoa junta-se assim ao grupo dos lideres sendo que na próxima semana irá viajar até ao Porto para defrontar o Infante Sagres. Já a Académica recebe outra equipa do OK Porto, a Juventude Pacense!

Foto: Facebook CD Póvoa Hóquei
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

SEGUNDA DIVISÃO - JUVENTUDE PACENSE VENCE HA CAMBRA


Juventude Pacense vence HA Cambra por 2-1!

Arranque de época a todo o gás por parte da Juventude Pacense. Primeira jornada no Municipal de Paços de Ferreira com a Juventude a receber e vencer o HA Cambra por 2-1.

Os dois golos apontados por Vítor Hugo Moreira foram assim fundamentais para a Juventude que respondeu ao golo do HA Cambra apontado por Gil Vicente.

Numa época onde se espera uma luta tremenda nesta Segunda Divisão, a equipa de Paços de Ferreira entra da melhor forma possível. Na próxima jornada a primeira deslocação da época a Coimbra para defrontar a Académica. Já o HA Cambra irá receber FC Porto B.

Foto: Jorge Leal Nunes
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

PRIMEIRA DIVISÃO - AD VALONGO VENCE MARINHENSE


AD Valongo vence Marinhense por 1-6!

AD Valongo e Marinhense defrontavam-se na primeira jornada do nosso campeonato, num jogo certamente especial para o Marinhense dado que iniciava assim o seu caminho na Primeira Divisão e logo contra a AD Valongo.

Foi assim com a vitória por 1-6 que o Valongo regressou a casa e também com os primeiros três pontos da época na bagagem. Destaque para os regressos de João Souto e Nuno Araújo que, com dois golos cada, foram importantes para esta vitória. Marcaram ainda Pedro Mendes e Rúben Pereira.

Do lado do Marinhense surgiu apenas um golo, por intermédio de Pedro Coelho. Recordo que o Marinhense faz parte, juntamente com Riba D'Ave e AD Oeiras, do lote de equipas que sobem desde a Segunda Divisão para o principal campeonato português.

Na próxima jornada jogo grande em Valongo, com a receção ao Óquei de Barcelos. Já o Marinhense irá ter uma deslocação ao HC Turquel.

Foto: Facebook AD Valongo
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

PRIMEIRA DIVISÃO - FC PORTO VENCE OEIRAS


FC Porto vence Oeiras por 7-1

Está dado o primeiro passo pelo FC Porto na Primeira Divisão. Para a primeira jornada estava agendada a recepção ao Oeiras, equipas que havia subido na temporada anterior do segundo escalão.

Vitória para o FC Porto por 7-1, com destaque para Hugo Santos e Cocco que se estrearam a marcar no Campeonato Nacional pelo FC Porto. Para além dos golos de Hugo Santos e Giulio Cocco, marcaram também Gonçalo Alves por duas vezes, Hélder Nunes também por duas vezes e um golo de Reinaldo Garcia.

Para a equipa do Oeiras marcou Ezequiel Mena que fez na altura o golo do empate para a equipa que, juntamente com o Marinhense e Riba D'Ave, chega ao primeiro escalão do principal campeonato de hóquei em patins do mundo.

Na próxima jornada o FC Porto irá visitar a Juventude de Viana com o Oeiras a receber o HC Braga.

Foto retirada de: Facebook Hugo Santos
Dados Estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

domingo, 14 de outubro de 2018

EUROPEU FEMININO - PORTUGAL - ESPANHA - 2-3 [JOGO SUSPENSO]


Jogo entre Portugal e Espanha suspenso devido às condições atmosféricas

Ainda que o modelo deste Europeu esteja esteja concebido em formato de liga, esta era uma autêntica final e a mais esperada neste Europeu. Portugal e Espanha empatados no primeiro lugar, com a Espanha a precisar apenas de um empate dado que a sua diferença de golos em todo o torneio assim o permitia.

Portugal entrava em pista com Maria Vieira, Marlene Sousa, Ana Ferreira, Maria Sofia Silva e Inês Vieira. Do lado espanhol, Laura Vicente, Marta Piqueiro, Berta Busquets, Anna Casarramona e Sara Lolo. Carlos Pires do lado de Portugal e Ricardo Ares apresentavam assim os seus cinco iniciais. A equipa de arbitragem era composta por Massimiliano Carmazzi de Itália e Julien Thibaud de França.

Com o Pavilhão da Mealhada a 'arrebentar pelas costuras' entrou melhor a selecção portuguesa com diversos ataques a provocaram alguns desafios na selecção espanhola. Estava ainda a decorrer o 4º minutos desta partida quando Sara Lolo vê cartão azul por falta sobre Marlene Sousa, a dar a primeira oportunidade a Portugal para marcar. No livre direto Marlene não consegue bater  Laura Vicente.



Praticamente na jogada seguinte, jogada de insistência de Portugal a originar a primeira explosão de alegria na Mealhada. Marlene Sousa a redimir-se do livre direto defendido pelas espanholas e a fazer o 1º golo da noite na Mealhada! 1-0 para Portugal!!

Estavamos neste momentos a assistir a uma prtida incrível com velocidade e dedicação das duas melhores selcções deste Europeu. Tentava responder a Espanha com Marta Piquero a incomodar Maria Vieira! Era neste momento um autêntico vaivém no ringue da Mealhada com as equipas a praticarem um hóquei muito rápido e incisivo!

Numa altura em que eram ultrapassados os primeiros 10 minutos de jogo, era Maria Vieira ia dando também azo ao seu valor, fazendo um par de defesas que mantinham Portugal na frente do marcador. Era a melhor fase da Espanha na partida por esta altura, estando Portugal a tentar equilibrar-se defensivamente para o ímpeto espanhol..



Num jogo com poucas falta até ao momento, apenas 3 para cada lado, foi Carlos Pires o primeiro treinador a parar o tempo para tentar quebrar o ascendente. Grande entrada de Portugal na partida com duas bolas no ferro da baliza espanhola, um golo mas também uma resposta à altura das espanholas que ainda assim ia perdem por 1-0 a 12 minutos do intervalo.

Ia pressionando a Espanha com Natasha Lee a criar perigo para Maria Vieira. A Espanha continuava com ascendente na partida, obrigando Portugal a cometer alguns erros técnicos.

A 9 minutos do final da primeira parte, falta de Inês Vieira sobre Laura Puigdueta dentro da área portuguesa com Natasha Lee a ser chamada à conversão da penalidade. Perante Maria vieira a capitã da Espanha não conseguiu converter, tendo ainda a oportunidade de marcar através da recargas mas a ser também infrutífero o lance.



Continuava Portugal a tentar reagir à forte resposta espanhola mas a saída da defesa para o ataque continuava muito condicionada pela enorme pressão espanhola. Apenas um remate de Ana Ferreira incomodou nesta fase Laura Vicente que esteve largos minutos sem uma única intervenção no jogo. Do outro lado Portugal continuava muito solidário na defesa mantendo a vantagem no marcador.

A 4 minutos do final da primeira parte, Marta Piqueiro dá expressão à resposta espanhola ao golo português, fazendo, de meia distância, um belo golo que dava assim o empate na partida. 1-1 era o resultado no marcador.

Até ao final da primeira parte destaque para mais uma intervenção de Maria Vieira que continuava a ser um elemento fundamental para a nossa selecção. Ainda assim foi Portugal a criar perigo no final do primeiro tempo com Ana Ferreira e Inês Vieira a obrigar Laura Vicente a excelentes intervenções. Chegava assim o intervalo com 1-1 no marcador! Entrou melhor Portugal mas a Espanha acabou por ser mais robusta durante os primeiros 25 minutos.


Iniciava-se assim a segunda parte com Carlos Pires a seleccionar Maria Vieira, Marlene Sousa, Inês Vieira, Ana Ferreira e Maria Sofia Silva. Do lado espanhol Ricardo Ares colocava Laura Vicente, Marta Piqueiro, Berta Busquets, Laura Puigdueta e Anna Casarramona.

Entrou melhor a Espanha e praticamente a abrir a 2ª parte chega à vantagem com Marta Busquets a bater Maria Vieira pela segunda vez. Era o 1-2 para as espanholas! Ainda Portugal tentava reagir e já a Espanha ganhava direito a um livre direto por ocasião da 10ª falta de Portugal. Chamada à conversão, Maria Diez proporciona uma enorme intervenção (mais uma!) a Maria Vieira. Mantinha-se a vantagem espanhola de 1-2.

Foi contudo Portugal a chegar ao empate apesar da maior pressão espanhola. Com 22 minutos para jogar, Renata Balonas corresponde a uma defesa de Laura Vicente e faz o golo para Portugal! Alegria imensa nas bancadas da Mealhada onde os adeptos portugueses (e também espanhóis) preenchiam a totalidade do pavilhão. Era o 2-2 a no marcador!!



O jogo encontrava-se agora numa fase de equilíbrio apesar de um ligeiro ascendente espanhol. O golo de Renata Balonas veio dar mais confiança a Portugal que tentava assim chegar à vantagem.

Ainda assim foi a Espanha a chegar novamente ao marcador através de uma jogada colectiva que Sara Lolo finalizou da melhor forma. A Espanha chegava assim ao 2-3 na partida e era também o momento de festa do público espanhol presente na Mealhada.

Com 10 minutos por jogar na partida, pedia-se a Portugal mais concentração para conseguir chegar ao empate, naquele que estava a ser até agora o melhor jogo deste Europeu. Duas selecções bem concentradas na sua tarefa e a darem tudo no ringue.



Nos minutos seguintes, Renata Balonas cria muito perigo junto a Laura Vicente enquanto do outro lado a Espanha ia também tentando ampliar o marcador com um remate de Anna Casarramona que embateu no travessão da baliza de Maria Vieira!

Entrava o jogo agora numa fase mais atípica com as duas equipas a procurar não cometer erros que fossem fatais para o resultado. Se Espanha estava confortável com o resultado do lado português sabia-se que só com golos se chegaria ao objectivo. Por esta altura assistia-se também a alguns problemas na iluminação do pavilhão que ainda assim não causavam dúvida à continuidade do jogo.

Estávamos a apenas 3 minutos do final da partida e Portugal continuava a lutar contra o resultado quando o Pavilhão da Mealhada fica às escuras. Momento insólito mas que teve o condão de acordar ainda mais o público! Imagens fantásticas na Mealhada! Estávamos a 2 minutos e 41 segundos do final da partida.


Partida reiniciada na Mealhada depois de um largo período de interrupção. Alguns consequências do mau tempo que assolou a zona da Mealhada neste final de tarde e princípio de noite. No ringue certamente que a paragem terá prejudicado as duas equipas.

Nova suspensão de energia mas desta vez definitiva. A passagem do furacão Leslie por Portugal a gerar estragos na Mealhada e a levar ao término da partida.

Até ao momento ainda não existe data ou decisão sobre os momentos finais que ainda faltam jogar desta competição.

Destaque final para a acção das diversas forças de segurança na Mealhada que, todas em cooperação, evitaram danos físicos nas mais de 1500 pessoas que assistiam a esta partida!

Esperam-se assim novidades da WS Rink Hockey!



sexta-feira, 12 de outubro de 2018

EUROPEU FEMININO - PORTUGAL VENCE SUÍÇA


Portugal vence Suíça por 8-0 e continua a alimentar o sonho!!

Portugal defrontava hoje a Suíça naquele que era o último obstáculo até aquele que poderia ser o jogo decisivo de amanha frente à Espanha.

Carlos Pires, treinado português, colocava em pista Maria Vieira, Marlene Sousa, Ana Ferreira, Inês Vieira e Maria Sofia Silva enquanto a treinadora suíça Christine Schneider escolhia Vanessa Marfut, Jasmin Schuler, Naomi Pluss, Daniela Senn e Nadele Moor. A equipa de arbitragem era composta pelos espanhóis Daniel Villar e Alberto Veiga.

Portugal entra no jogo a controlar completamente aos destinos da partida. Foi um início algo lento da nossa selecção, que tentava aos poucos começar a criar perigo junto da baliza da suíça Vanessa Marfurt. A Suíça ia fechando bem o seu espaço defensivo e colocava até ao momento muitas dificuldades à equipa portuguesa.

Foram os primeiros 10 minutos da partida com Portugal a sentir claras dificuldades em criar perigo. Após um desconto de tempo pedido por Carlos Pires, as nossas guerreiras entraram com outro ritmo e começaram a colocar as suíças em dificuldade.. Ainda com o mesmo 5 inicial, Portugal começou a entrar no jogo definitivamente. Mantinha-se assim o 0-0 na partida, resultado que não interessava à nossa selecção.

A 9 minutos do final da primeira parte, penalidade a favorecer a Suíça sendo chamada à marcação Daniel Senn que não consegui bater Maria Vieira. Mantinha-se assim o nulo no marcador. Logo de seguida, Naomi Pluss de meia distância obriga Maria Vieira a uma enorme defesa. Ganhava assim algum alento a equipa suíça à medida que o tempo ia passando.

A 6 minutos do final do primeiro tempo, passe de Inês Vieira para Ana Ferreira que de meia distância bateu Vanessa Marfurt para o primeiro golo da noite portuguesa na Mealhada. 1-0 e parecia desbloqueada a defesa das suíças. Numa altura em que o barulho no pavilhão da Mealhada era ensurdecedor, criando um ambiente incrível para as nossas atletas.

Era Portugal a procurar nesta fase o segundo golo da noite, numa altura em que as suíças continuavam a manter uma interessante postura defensiva, bloqueado quase todos os caminhos para as nossas guerreiras. 

Chegava assim o intervalo com Portugal a vencer a Suíça por 1-0, num jogo em que as portuguesas estavam a encontrar grandes dificuldades para desfazer a defesa suíça.

Começava a segunda parte com Portugal a entrar no ringue com Maria Vieira, Marlene Sousa, Beatriz Figueiredo, Renata Balonas e Sofia Moncóvio. Do lado suíço Vanessa Marfurt, Joana Wachs, Jasmin Schuler, Nadele Moor e Tanja Senn.

Primeiros minutos domingos pela nossa selecção que tentava jogar agora um hóquei mais rápido e maior fluidez no ataque. A Suíça ia resistindo tal como fizera na primeira parte, sem criar perigo na frente mas com uma defesa muito consistente.

A 16 minutos do final da partida, Marlene Sousa é chamada à conversão de uma grande penalidade para Portugal. Não converte na primeira tentativa mas, na recarga, bate Vanessa pela segunda vez esta noite. Estava feito o 2-0 para a nossa selecção!!

O relógio continuava a escapar-se para o final quando a 12 minutos do fim Maria Sofia Silva abriu o livro de magia e, numa jogada individual, bateu Vanessa pela terceira vez. Era o 3-0 para Portugal!

O jogo estava numa excelente fase, talvez a melhor desde o apito inicial, com as duas selecções à procura de acelerar o jogo e dar outra vida a um jogo que contava ainda com poucos golos. Portugal continuava ainda assim a sentir algumas dificuldades na finalização enquanto a Suíça não criava qualquer perigo para Maria Vieira.

A 7 minutos do final, jogada que começa numa recuperação de Maria Vieira com a bola a cair
 depois no stick de Marlene Sousa que assiste Ana Ferreira para o 4-0! Quando ainda se festejava este golo, Marlene decide fazer uma vez mais um passe fantsático assistindo Maria Sofia Silva para o 5-0 para Portugal! Minuto louco na Mealhada onde também se procedia à troca na baliza portuguesa com Rute Jorge a entrar para o lugar de Maria Vieira! Grandes momentos da nossa selecção nesta fase!!

A 4 minutos do final jogada rápida de Ana Ferreira, que pelo lado direito assiste Marlene Sousa para o 6-0 da nossa selecção! Era o melhor momento da equipa nacional nesta partida, e que vinha assim dar um outro colorido à bonita festa na Mealhada!

Caminhava-se a passos largos para o final da partida na Mealhada e tudo apontava para um escaldante Sábado, onde Portugal e Espanha, apesar de esta ser uma competição em formato de liga, iam disputar uma autêntica final.

Até ao final da partida destaque para uma enorme defesa de Rute Jorge que, na sequência do lance, permitiu já na baliza suíça se chegar ao 7-0! Mais uma vez um excelente trabalho de Ana Figueiredo que assiste Marlene Sousa para Portugal construir uma vantagem para a qual trabalhou muito nesta segunda parte.

Ainda antes do final da partida, confusão na área suíça com a bola a sobrar para Ana Ferreira que sem oposição bateu Vanessa Marfurt pela oitava vez, resultado com chegaríamos ao final da partida. 8-0 para Portugal depois de uma segunda parte de excelente nível!

Amanha, pela 21h, decide-se que serão as campeãs deste Campeonato Europeu no jogo entre Portugal e a Espanha!!