domingo, 31 de março de 2019

Iª DIVISÃO - FC PORTO VENCE SC MARINHENSE


Iª Divisão - FC Porto vence SC Marinhense por 9-3

Jogo da 22º Jornada do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins com o FC Porto a receber no Dragão Caixa o SC Marinhense. Duelo entre os opostos da classificação, sendo o FC Porto líder enquanto o Marinhense ocupa o último lugar da tabela classificativa.

Para este jogo Guillem Cabestany, treinador do FC Porto, fez alinhar Carles Grau, Reinaldo Garcia, Rafa, Gonçalo Alves e Hélder Nunes enquanto Nuno Domingues, treinador do SC Marinhese, colocou em jogo Marco Gaspar, Gonçalo Domingues, João Lomba, Nicolas Villanueva e Filipe Alemida.

Entrou melhor o Porto, que perante uma boa moldura no Dragão Caixa, conseguiu criar as primeiras ocasiões de perigo, com Marco Gaspar a fazer uma par de belas intervenções. Do lado do Marinhense, saídas rápidas para o contra-ataque, quase sempre no um para um com a defesa da equipa da casa.

Contudo foi à passagem dos primeiros sete minutos de jogo que surgiu a primeira grande ocasião de golo do jogo e para os visitantes. Nicolas Villanueva, arrancou para o contra-ataque, colocando-se isolado no frente a frente com Carles Grau, levando a melhor o catalão. Pouco depois, aos nove minutos, jogada de insistência com Gonçalo Alves a inaugurar o marcador no Dragão Caixa. Marco Gaspar ainda defendeu a primeira insistência de Gonçalo mas na recarga o internacional português acabou mesmo por fazer o 1-0 no marcador. 

Logo após o golo dos azuis e brancos nova oportunidade de oura para o Marinhense, novamente com Nicolas Villanueva a não conseguir levar a melhor perante Carles Grau. Grande entrada na partida dos guarda-redes das duas equipas. Pouco depois deste lance, contra-ataque rápido conduzido por Villanueva, com Gonçalo Domingues a aparecer ao segundo poste para finalizar mas Carles Grau volta a fazer uma bela defesa, mantendo o resultado em 1-0.

A dez minutos do final da primeira parte, as equipas contavam já com minutos de jogo para praticamente todos os atletas seleccionados, altura em que o Marinhense continuava a fazer uso do seu rápido contra-ataque para tentar fazer estragos na baliza portista. O Porto por seu lado continuava a variar o seu jogo, tentando manter a posse de bola em alguns ataques procurando noutros o remate de longe.

A sete minutos do intervalo, e já com o jovem Hugo Santos em pista, foi Poka a fazer o segundo golo do jogo. Primeira simulação do internacional português que arrancou pela direita e fazendo uso do seu forte atributo que são os remates de meia distância, fez o 2-0, batendo Marco Gaspar, fazendo o 2-0 no Dragão Caixa. O Marinhense passava agora por uma fase de maior circulação de bola mas deixou de ter o ímpeto inicial na criação de jogadas de perigo.

A cerca de dois minutos do final da primeira parte, jogada de posse de bola do Marinhense, com a bola a sobrar para o capitão Filipe Vaz, que numa jogada individual, faz um excelente golo, batendo Carles Grau pela primeira vez. Era o 2-1 no marcador, golo que também foi assinalado por alguns adeptos presentes do Marinhense. Quando ainda se festejava o golo do Marinhense, eis que surge novamente o capitão Filipe Vaz a fazer o 2-2 no marcador! Minuto louco no Dragão Caixa que só terminou, na jogada imediatamente seguinte, quando Hugo Santos, à boca da baliza, faz o 3-2 para o FC Porto! Grandes momentos de hóquei nestes minutos finais da primeira parte, quer pela reacção fantástica do Marinhense, quer pela reacção imediata do FC Porto aos dois golos sofridos.

Final da primeira parte no Dragão Caixa com um excelente jogo de hóquei entre as duas equipas. Melhor o FC Porto na maior parte do tempo, mas excelente a reacção do Marinhense que recuperou dos dois golos sofridos. O golo de Hugo Santos veio dar alguma justiça ao marcador desta primeira parte, altura em que se fixou o marcador em 3-2 no final do primeiro tempo.

Inicio de segunda parte semelhante ao primeiro tempo com o FC Porto a entrar ao ataque e logo nos dois primeiros minutos de jogo Rafa a fazer o primeiro desta segunda parte, batendo assim Marco Gaspar pela quarta vez no jogo. Foi o 4-2 no marcador, com o Marinhense a não conseguir travar o ímpeto ofensivo do Porto.

À passagem dos primeiros sete minutos de jogo, jogada muito bem construída entre Filipe Vaz e Filipe Almeida, que num rápido contra-ataque conseguem colocar o Marinhense à distância de um golo. Boa finalização de Filipe Almeida que bateu assim Carles Grau, colocando o resultado em 4-3! Boa resposta dos visitantes ao golo madrugador do FC Porto. Apesar dos minutos iniciais, registar a boa entrada do Marinhense neste segundo tempo, a dar sequência à boa primeira parte realizada.

Quando o relógio apontava para os últimos doze minutos de jogo, oportunidade de ouro para o Marinhense empatar o jogo, com uma penalidade a ser assinalada na área dos azuis e brancos. Chamado à marcação Nicolas Villanueva num remate de primeira, não conseguiu bater Carles Grau que efetua uma boa defesa. Grande oportunidade perdida pelo Marinhense que poderia ter dado o empate no jogo. Na jogada seguinte, Filipe Alemida vê o cartão azul, levando o capitão do FC Porto, Hélder Nunes, para a marca de livre direto. Perante Marco Gaspar, o internacional português não desperdiçou, fazendo o 5-3 na partida! Novo minuto de emoções fortes no Dragão Caixa! 

A nove minutos do fim, excelente jogada de contra-ataque conduzida por Giulio Cocco, que coloca em Hélder Nunes que por sua vez faz um passe para a esquerda onde Poka finalizada para o fundo das redes de Marco Gaspar. O FC Porto chegava assim ao 6-3 num contra-ataque muito bem desenhado por estes três atletas. No momento seguinte ao golo, 10ª falta para o Marinhense, que levou Hélder Nunes para a marcar de livre direto. Desta vez, perante Marco Gaspar, o capitão portista enviou a bola ao poste, não conseguindo aumentar a vantagem.

Poucos segundos depois foi o FC Porto a aumentar novamente a vantagem com Poka a fazer a movimentação por trás da baliza de Marco Gaspar, encontrando no centro da área o internacional italiano Giulio Cocco que não facilitou e fez o 7-3 na partida. Melhor na finalização o FC Porto a aproveitar as suas oportunidades nesta segunda parte, perante um Marinhense que parecia mostrar os primeiros sinais de cansaço, errando em algumas decisões no ataque.

A cerca de 23 segundos do fim, Reinaldo Garcia, num forte remate de meia distância, faz o 8-3 para o FC Porto e, logo de seguida, Gonçalo Alves volta também ele a marcar, fazendo o 9-3 no marcador! Em escassos segundos o FC Porto consegue dilatar assim a vantagem, fixando o resultado final em 9-3! Grande jogo de hóquei no Dragão Caixa, num resultado que premeia o trabalho do FC Porto nesta segunda parte, e que, por outro lado, desvaloriza o excelente jogo feito pela equipa de Nuno Domingues. O Marinhense acaba por fazer um excelente jogo no Dragão Caixa, sendo que apenas cedeu fisicamente na segunda parte.

Com esta vitória o FC Porto soma agora 55 pontos no primeiro lugar, enquanto o Marinhense permanece no último posto com 10 pontos. Na próxima jornada o Porto viaja até Barcelos para defrontar o Óquei enquanto o Marinhense recebe o HC Braga.

Bruno Machado - OK Porto
Foto: OK Porto

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.