sábado, 10 de novembro de 2018

SEGUNDA DIVISÃO - CD PÓVOA VENCE HC MAIA


Segunda Divisão - CD Póvoa vence HC Maia por 5-4 

2ª Divisão Zona Norte - 5ª Jornada
Local: Póvoa de Varzim
5 Inicial CD Póvoa: Candanedo, Vítor Oliveira, Rúben Fangueiro, Cristiano Fangueiro e Tiago Rocha
5 Inicial HC Maia: Daniel Lucas, Tó Cruz, Pedro Ferreira, Guilherme Pinto e Pedro Pacheco
Equipa Arbitragem: Nazareno Duarte e Carlos Leite - Ambos da AP Porto

Grande duelo esperado para esta sexta jornada do Campeonato Nacional da Segunda Divisão e as duas equipas, Póvoa e Maia, não desiludiram. Venceu a equipa da casa por 5-4 dando assim um salto para os lugares cimeiros da classificação.

A equipa do HC Maia procurava, nesta deslocação à Póvoa, dar seguimento à vitória conseguida frente ao Valença mas foi a equipa da casa a entrar bem melhor no encontro, marcando dois golos praticamente no inicio da partida, apanhando a equipa do Maia algo desconcentrada e ainda à procura do seu melhor. Cristiano Fangueiro, por duas vezes, marcava os golos que davam a liderança à equipa da casa por 2-0.

Contudo reagiu bem o HC Maia que logo após o segundo golo do Póvoa reduziu a desvantagem com um grande remate de Tó Cruz de meia distância, a bater o espanhol Candanedo e fazendo o 2-1 para o HC Maia. Estávamos ainda na primeira metade desta primeira parte e as equipas protagonizavam já um excelente jogo.

Num jogo muito dividido, as equipas procuraram através de remates de meia distância bater o adversário mas foi o Maia, já no final da primeira parte, a chegar ao segundo golo por intermédio de Pedro Ferreira através de um livre direto a castigar o primeiro cartão azul da partida a Vítor Oliveira. Concentrado e perante Candanedo, Pedro faz o empate para os maiatos, colocando alguma justiça no marcador.

Chegava assim o final da primeira parte, onde o Póvoa foi claramente melhor na primeira fase deste primeiro tempo com o Maia a conseguir ir equilibrando a balança do jogo, aceitando-se assim o empate que se registava ao intervalo.

A segunda parte iniciava assim com uma igualdade entre as duas equipas perante uma moldura humana muito interessante na Póvoa, com muitos adeptos da equipa da casa mas também com uma grande deslocação de adeptos do HC Maia.

Ainda os adeptos retomavam os seus lugares quando Álvaro Pinto, com apenas 24 segundos de jogo, fazia o 2-3 permitindo uma excelente recuperação ao HC Maia e dando o mote para aquela que seria uma segunda parte de grande emoção.

Com o marcador a apontar para a equipa adversária, o Póvoa não conseguiu impor o seu jogo nos minutos seguintes, apresentando alguma dificuldade na construção do jogo. O Maia ia jogando de forma personalizada e ia criando alguns lances perigosos.

Foi melhorando contudo a equipa da casa e acabou por conseguir chegar à igualdade quando Henrique Campos bate Daniel Lucas fazendo assim o 3-3 para os poveiros levando os seus adeptos a mais uma explosão de alegria.

Não desistia o Maia e pouco tempo depois o Póvoa chega à 10ª falta dando oportunidade a Pedro Ferreira para repor os maiatos na frente do marcador. Perante Candanedo, o número quatro Maia não desperdiçou e colocou novamente a sua equipa em vantagem por 3-4! Grande jogo num grande ambiente na Póvoa!

Numa segunda parte equilibrada com duas equipas a respeitarem-se mutuamente, o Maia chegava aos últimos cinco minutos de jogo a vencer por um golo de diferença. Contudo, e porque os jogos só terminam no fim, a equipa da casa cerrou fileiras e partiu para cinco minutos muito fortes colocando o Maia em algumas dificuldades.

Neste período, surge o golo do empate por Joaquim Dias através de uma grande penalidade que Daniel Lucas acabou por não conseguir defender. Estava feito o empate para a equipa do Póvoa!

A apenas dois minutos do fim, Cristiano Fangueiro dava a liderança ao Póvoa, fazendo o 5-4 o que levou os adeptos da casa a uma enorme festa. O atleta do Póvoa foi, sem dúvida, um dos melhores do conjunto de Rodrigo Sousa.

Para o final estava ainda guardado um grande momento para a equipa de Marco Dias. Um cartão azul para Joaquim Dias, levava Pedro Ferreira para a marca de livre direto, colocando o coração dos adeptos das duas equipas a bater forte. Perante Candanedo, Pedro Ferreira leva a bola a bater no travessão da baliza, mantendo assim o resultado final em 5-4 e consequente vitória para a equipa do CD Póvoa.

A equipa do Maia não consegue assim conquistar nenhum ponto nesta partida passando assim para os últimos lugares da tabela que em nada condizem com as excelentes exibições que a equipa tem conseguido até ao momento. Já o Póvoa junta-se a Cambra e Limianos na liderança desta Segunda Divisão.

Do lado do Póvoa destaco a exibição e importância de Cristiano Fangueiro sendo que do lado do HC Maia, Pedro Ferreira foi um dos elementos chave na equipa, ele que continua a realizar uma excelente temporada.

Na próxima jornada o HC Maia recebe a Juventude Pacense enquanto o CD Póvoa viaja até ao pavilhão da Académica de Espinho

Bruno Machado

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.