sexta-feira, 30 de novembro de 2018

ENTREVISTA - VAMOS CONHECER RAMIRO CALHEIROS, ATLETA MASTER +50 DO ACADÉMICO!


Entrevista a Ramiro Calheiros, atleta Master +50 do Académico!

'Velhos são os trapos!' é uma expressão muito utilizada por todos nós, portugueses. E nada melhor do que utilizarmos o hóquei em patins para dar força a expressão!

Hoje trago-vos uma entrevista da qual tive um enorme prazer em ler as respostas finais. Ramiro Calheiros, atleta Master +50 do Académico, aceitou o meu convite e respondeu a algumas perguntas.

Actualmente a participar no Campeonato Nacional Masters +50, Ramiro fala-nos um pouco da sua passagem pela modalidade à qual está ligado desde 1968!

OK Porto:
Ramiro, antes de mais gostaria de lhe agradecer pela aceitação em ser o primeiro entrevistado do OK Porto. Antes de mais, fale-me de si. Quem é o Ramiro?
Ramiro Calheiros: 
Nasci em 15-09-1960 e desde 1968 sempre estive ligado ao desporto, a nível profissional, sou um empresário em nome individual nas áreas de Mediação de Seguros e Mediação Imobiliário, ambas profissões devidamente certificadas.

OK Porto:
Sendo natural da Cidade do Porto, nasceu rodeado de diversas modalidades, tendo optado pelo Hóquei em Patins. Qual o motivo para esta escolha?
Ramiro Calheiros:  
O principal motivo foi na minha infância o Hóquei em Patins ser uma modalidade onde era muito querida por todos os portugueses, devido aos títulos Internacionais que ganhava, e também por morar na Antas onde o FCP tinha a modalidade e aceitava os jovens para a pratica da Modalidade.

OK Porto:
O que acha que distingue o Hóquei das outras modalidades?
Ramiro Calheiros:  
Para mim o Hóquei é uma das modalidades mais completas, tanto em beleza do jogo como a nível de preparação física.

OK Porto:
Recorde-nos os primeiros passos no Hóquei. Qual o primeiro clube? Recorda-se do dia da estreia no ringue?
Ramiro Calheiros:  
Iniciei no hóquei em patins no FCP em 1968 nas escolas. O meu primeiro jogo Oficial foi em 1974 o qual fui inaugurar o Ringue da Juventude Pacense, e sai do FCP na época de 1978/79. Na época seguinte 1979/80 fui contratado pelo o Académico Futebol Clube, até a Época de 1984/85. Depois fui atleta do Flor da Mocidade entre 1985/86 e terminei em 1986/87. Na Época seguinte 1987/88 a 1988/99 terminei no Vigorosa.

OK Porto:
Atualmente ainda joga, ajudando os Masters +50 do Académico. Como surge o Académico +50?
Ramiro Calheiros:  
Atualmente os Masters + 50 do Académico, nasceu no ano de 2017, derivado a um colega que resolveu começar a juntar os antigos companheiros, nos jantares das Francesinhas a sexta feira, a partir dai num desses jantares, resolvermos fazer um treino para ver como estava-mos em cima dos Patins, depois desse momento nunca mais paramos. 

OK Porto:
A existência de um campeonato de Masters +35 e +50 é, na opinião generalista dos intervenientes na modalidade, um caso de grande sucesso onde pauta o convívio entre os atletas. Concorda com esta afirmação? Mais do que jogar e praticar a modalidade, os Masters são acima de tudo um convívio?
Ramiro Calheiros:  
Sim concordo pois foi com esse espírito que nós Masters + 50 do Académico nos escrevemos no campeonato. Os resultados são importantes naturalmente mas o convívio também o é.

OK Porto:
Sendo um Master +50, quais os objectivos que ainda coloca para a sua vida no hóquei?
Ramiro Calheiros:  
Os objectivos são muito simples, visto que a Idade já não da para muito, condição física, fazer os melhores resultados possíveis no campeonato e continuar a me divertir com o Hoquei em Patins.

Obrigado ao Ramiro por ter aceite o meu convite para esta pequena entrevista e desejando desde já votos de maiores felicidades para toda a equipa do Académico!


Bruno Machado



TAÇA DE PORTUGAL - HC MARCO VENCE FEIRA E É O PRIMEIRO APURADO


Taça de Portugal - HC Marco vence Acad. Feira por 3-2

Começaram as emoções da Taça de Portugal. E nada melhor do que começarmos com a primeira equipa do OK Porto a qualificar-se para a próxima ronda! O HC Marco recebeu e vencer o Acad. Feira por 3-2, estando por isso qualificado para a próxima fase!

Jerónimo Mouro foi o árbitro seleccionado para este primeiro jogo da Taça de Portugal, num jogo de grande emoção e com alternâncias no marcador. Ao intervalo, o Feira vencia por 1-2 depois de Miguel Ferreira, logo nos primeiros minutos, ter dado a vantagem ao conjunto da Feira. Respondeu a equipa da casa através de Francisco Vieira, que aproveitou da melhor forma uma vantagem numérica devido ao cartão azul mostrado a José Ferreira.

Ainda antes do intervalo foi o Feira a chegar à vantagem, com um golo de Tiago Silva a dar uma preciosa vantagem para a sua equipa levar para o intervalo.

Na segunda parte foi contudo o HC Marco a dar à volta ao marcador com Bruno Guimarães, novamente em situação de vantagem numérica devido ao cartão azul mostrado a Tibério Carvalho. Estava feito o 2-2 no marcador e o HC Marco marcava assim posição para tentar chegar à vantagem no marcador.

Pedro Campanhã surgiu assim como herói no Pavilhão Bernardino Coutinho quando, de livre direto a castigar a 10ª falta do Feira, fez o golo para a equipa da casa, dando assim a vantagem de 3-2 no marcador, resultado com que viria a terminar a partida dando a classificação ao HC Marco!

Foto: Facebook HC Marco
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

ANTEVISÃO - CRPF LAVRA VS VALENÇA



Antevisão da Jornada
Jogo: CRPF Lavra vs Valença HC
Sábado, 21h
Pavilhão de Lavra

Avanço esta semana com uma nova rúbrica no OK Porto, onde teremos a antevisão de um jogo das nossas equipas em cada semana.

Começamos este novo espaço de antevisão com um olhar sobre o jogo entre a equipa do Lavra e o Valença.

Os matosinhenses estão de regresso ao segundo escalão do hóquei nacional e, como é habitual nas equipas que sobem para este escalão, a tarefa não tem sido fácil. Inseridos numa divisão que desde cedo se sabia que iria trazer enormes dificuldades para todas as equipas, o Lavra tem acima de tudo conseguido boas exibições que dão alento para o futuro próximo.

Depois de um início onde o Lavra perdeu com o 'Os Limianos' e com a Sanjoanense por apenas um golo de diferença, desde logo se percebeu que a vitória iria surgir a qualquer momento. Na terceira jornada, na recepção ao HC Maia, adeptos e atletas festejaram assim a primeira vitória e confirmando também que o factor casa poderá ser decisivo no decorrer da época. Nas jornadas seguintes seguiu-se nova derrota com a Académica de Espinho, vitória em casa frente ao Famalicense e duas deslocações complicadas ao Carvalhos e ao Dragão Caixa. Se frente ao Carvalhos o resultado poderia ter caído para qualquer lado (8-7) já frente ao FC Porto B o Lavra terá feito talvez o seu pior jogo até ao momento.

Na jornada deste fim de semana o adversário é o Valença, equipa que se coloca como um dos candidatos a regressar à Primeira Divisão. Os minhotos não têm estado ao melhor nível mas depois de um início atribulado a equipa parece estar agora a regressar às boas exibições. A equipa soma três vitórias, tendo duas delas sido conquistadas nos dois últimos jogos, frente a Famalicense e Carvalhos. Até ao momentos a equipa do Valença regista o maior número de empates entre todas as equipas, somando já três, frente ao 'Os Limianos', Sanjoanense e Académica Espinho. A derrota surgiu apenas por uma vez, frente ao HC Maia.

Estão por isso lançadas as cartas para este jogo, com as duas equipas em momentos distintos. O Lavra procura assim o regresso aos triunfos, agora diante dos seus adeptos, enquanto a equipa do Valença procura chegar ao terceiro triunfo consecutivo e formalizar o seu estatuto de candidato a estar nas decisões no recta final do campeonato.

O OK Porto recolheu assim a opinião de dois atletas de Lavra e Valença. Do lado dos matosinhenses foi Diogo Ribeiro a alertar para as dificuldades do Lavra para este jogo enquanto do lado dos minhotos foi Keven Correia a mostrar ambição para continuar o bom momento.

Aqui ficam as declarações dos dois atletas:

Diogo Ribeiro - CRPF Lavra
'Espera-nos um jogo super difícil com uma equipa de muita qualidade. Mas como já provamos a nossa equipa também é um osso duro de roer seja qual for o adversário e a jogar em casa vamos fazer de tudo para asseguramos os 3 pontos que são muito importantes nesta fase.'

Keven Correia - Valença HC

'Eu espero que continuemos neste ritmo mas com mais concentração porque vai ser um jogo difícil em Lavra'

Perante as palavras dos dois atletas percebemos a ambição das duas equipas paras mais uma grande partida desta intensa Segunda Divisão Zona Norte.


O jogo tem inicio agendado para as 21h no Pavilhão de Lavra, com arbitragem de Florindo Cardoso da AP Minho e Jorge Machado da AP Porto.


Bruno Machado

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

HÓQUEI FEMININO - CARVALHOS VENCEM ACADÉMICO FEIRA


Hóquei Feminino - Carvalhos vencem Académico Feira por 2-5

Mais uma missão passada com sucesso pelas atletas do Carvalhos. Na difícil deslocação ao Académico da Feira, o Carvalhos venceu por 2-5.

Num jogo com arbitragem de Manuel Oliveira da AP Aveiro a equipa do Carvalhos já vencia ao intervalo por 1-3. Catarina Costa abriu as contas para as 'azuis e brancas' tendo respondido o Feira por intermédio de Sofia Portugal que fez na altura o 1-1. O Carvalhos não baixou os braços e dois golos de Renata Balonas deram a vantagem de 1-3 ao intervalo.

Na segunda parte entrou melhor uma vez mais a equipa de Vila Nova de Gaia com Joana Teixeira a marcar por duas vezes fazendo assim o 1-5 na partida, deixando pouca margem de sucesso para o Feira. Ainda assim um golo de Raquel Santos de livre direto fez o 2-5 resultado com que viria a terminar esta partida.

Com este resultado o Feira passa para a 5ª posição com 7 pontos enquanto o Carvalhos é agora 2º classificado com 9 pontos. Na próxima jornada o Feira irá folgar enquanto o Carvalhos recebe a equipa do Infante Sagres.

Foto: Rui Pedro
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

HÓQUEI FEMININO - INFANTE SAGRES DERROTADO PELA ACADÉMICA


Hóquei Feminino - 'Infantas' perdem frente à Académica por 0-2

Jogou-se este fim de semana a 5ª jornada da Zona Norte do Campeonato Nacional Feminino com o Infante Sagres a perder frente à Académica de Coimbra por 0-2.

Num jogo que se previa complicado para as portuenses, a Académica foi mais forte vencendo assim nesta difícil deslocação. 

Com Jerónimo Moura responsável pela arbitragem da partida, a Académica fez um golo em cada parte. Na primeira foi Carolina Gonçalves a fazer o 0-1 surgindo o segundo golo apenas na segunda parte com Beatriz Figueiredo a fazer o 0-2, resultado com que terminou a partida.

Com esta vitória a Académica segue em 1º lugar com 12 pontos enquanto o Infante Sagres está em 4º lugar com 7 pontos. Na próxima jornada a Académica a Sanjoanense sendo que o Infante irá visitar o Carvalhos.

Foto: Pedro Sacadura
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - SOBREIRA VENCE TERMAS OC


Terceira Divisão - Sobreira vence Termas OC por 5-2

 Em dia de estreia da nova 'roupa', o Sobreira recebeu e venceu o Termas OC por 5-2 em jogo a contar para a 9ª jornada da Terceira Divisão Zona B.

Em jogo com arbitragem de Carlos Leite da AP Porto, as duas equipas chegaram ao intervalo empatadas a 1-1. Marcou primeiro o Termas por Rui Marinho tendo a equipa da casa respondido, já muito próximo do final da primeira parte, por Miguel Bessa.

A segunda parte trouxe novamente mais golos, tendo a equipa da casa entrado melhor com Bruno Teixeira a fazer o 2-1. A equipa do Termas não baixou a guarda e através de um golo de Josué Monteiro conseguiu chegar ao empate. Já nos últimos cinco minutos da partida foi o Sobreira a decidir o jogo em seu proveito, com três golos apontados por Nuno Silva (2) e Joel Oliveira que fizeram o 5-2, resultado final com que terminaria o encontro.

O Termas mantêm assim os 5 pontos ocupando agora o último lugar da tabela enquanto o Sobreira chega ao 6º lugar com 13 pontos. Na próxima jornada o Sobreira joga no Académico Feira enquanto o Termas recebe o Pessegueiro Vouga.

Foto: Facebook Sobreira
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - GULPILHARES VENCE OLIVEIRA DO HOSPITAL


Terceira Divisão - Gulpilhares vence Oliveira do Hospital por 5-1

Regresso às vitórias da equipa do Gulpilhares. Nesta 9ª jornada, recebeu e venceu o Oliveira do Hospital por 5-1.

Num jogo com arbitragem de Bruno Antão da AP Minho, a equipa do 'Gulpi' já vencia ao intervalo por 3-1. Chega primeiro ao golo a equipa da casa com Gonçalo Marques a abrir o marcador deste jogo. A respostas não tardou e Rúben Marques, através de uma penalidade, fez o 1-1 para o Oliveira do Hospital. Ainda assim foi o Gulpilhares a reagir melhor, chegando ao golo por André Teixeira e Carlos Resende que faziam o 3-1 antes do intervalo.

Na segunda parte o marcador voltou a mexer mas apenas para a equipa da casa. Ricardo Amaral e André Teixeira, com um golo cada, deram uma vantagem de quatro golos ao Gulpilhares fazendo assim o 5-1 final com que terminaria o encontro.

O Gulpilhares volta assim às vitórias conquistando o 4º lugar com 15 pontos enquanto o Oliveira do Hospital é 9º classificado com 12 pontos. Na próxima jornada o Gulpilhares tem um 'derbi' fora de portas frente ao Paço de Rei enquanto o Oliveira do Hospital recebe o 'Os Águias'. 

Foto: António Lopes
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - PAÇO DE REI PERDE EM PESSEGUEIRO DO VOUGA


Terceira Divisão - HC Paço de Rei perde frente ao Pessegueiro do Vouga por 5-2

 Jogo da 9ª jornada da Terceira Divisão Zona B com uma deslocação difícil para o Paço de Rei. A equipa foi até Pessegueiro de Vouga onde perdeu por 5-2.

Em jogo arbitrado por António Santos da AP Aveiro, a equipa da casa vencia ao intervalo por 3-2. Entrou melhor o Pessegueiro do Vouga que com golos de Luís Martins e Diogo Figueiredo chegou a uma vantagem de 2-0 no marcado. Reagiu o Paço de Rei com um golo de Carlos Vidal tendo respondido de imediato a equipa da casa por Luís Martins. Ainda antes do intervalo, João Santos faz o 3-2, resultado com que chegava o intervalo.

Na segunda parte foi o Pessegueiro do Vouga a dilatar a vantagem, tendo conseguido marcar mais dois golos. Luís Martins e Tiago Henriques deram uma confortável vantagem à equipa da casa que acabaria assim por vencer o Paço de Rei por 5-2.

Com este resultado o Pessegueiro do Vouga segue no 3º lugar da classificação com 15 pontos enquanto o Paço de Rei está no 11º lugar com 7 pontos. Na próxima jornada o Paço de Rei recebe o Gulpilhares em duelo de 'vizinhos' enquanto o Pessegueiro do Vouga viaja até ao Termas OC.

Foto: Rodrigo Pires
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - HC SANTA CRUZ DERROTADO PELO MARÍTIMO


Terceira Divisão - HC Santa Cruz derrotado pelo Marítimo por 4-6

Santa Cruz e Marítimo disputaram já no passado dia 10 de Novembro o jogo relativo a esta 9ª jornada da Terceira Divisão Zona A. Num jogo com arbitragem de Jorge Machado foram os madeirenses a levarem a melhor vencendo por 4-6. 

O Marítimo vencia já no final da primeira parte por 2-3 depois de ter entrado melhor o Santa Cruz chegando à vantagem de 1-0 com golo de Vítor Pinto. O Marítimo dá contudo uma resposta eficaz, fazendo três golos sem resposta. Pedro Moniz e Mário Brazão (2) colocavam os madeirenses em vantagem por 1-3. Antes do final do primeiro tempo, Telmo Araújo ainda reduz para os matosinhenses, colocando o resultado em 2-3 com que chegava o intervalo.

Nos primeiros minutos da segunda parte Pedro Ferraz marca para o Marítimo respondendo de imediato o Santa Cruz com golo de João Pinho que fazia o 3-4 na partida. Já nos últimos minutos da partida são os madeirenses que chegam ao golo com Pedro Mendes tendo respondido de imediato o Santa Cruz por João Pinto. Ainda houve tempo para um último golo dos visitantes, com Pedro Moniz, de livre direto, a fazer o resultado final de 4-6 para o Marítimo.

O Marítimo é 7º classificado com 10 pontos enquanto o Santa Cruz está na 11ª posição com apenas 3 pontos.

Foto: António Lopes
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - USC PAREDES II VENCE ED VIANA


Terceira Divisão - USC Paredes II vence ED Viana por 8-6

Num fim de semana recheado de golos, Paredes e ED Viana protagonizaram um excelente jogo em mais uma enorme propaganda para a modalidade. Foi o Paredes a sorrir no final da partida, vencendo por 8-6 os minhotos.

Com Porfírio Fernandes como árbitro da partida, as duas equipas protagonizaram uma autêntica partida, recheada de golos. Ao intervalo, a equipa do Paredes vencia por 4-2. Dois golos de Gil Cardoso deram vantagem ao Paredes, tendo a ED Viana respondido por Rui Araújo fazendo o 2-1. Gil Cardoso e João Vaz voltam a dar uma liderança, agora por três golos, à equipa da casa com os minhotos a marcarem por Duda Chavarria fazendo o 4-2 com que chegava o intervalo.

Para a segunda parte estava guardada nova chuva de golos tendo começado melhor a equipa da ED Viana com Duda Chavarria a reduzir para 4-3. O USC Paredes não permitiu a aproximação e dois golos de Filipe Vaz e Tiago Garcia distanciaram de novo a equipa da casa. Eduardo Fernandes ainda reduziu para 6-4 mas Ricardo Magalhães volta a colocar o Paredes em situação favorável com o 7-4.

Na continuação de uma tarde inspirada, Duda Chavarria volta a reduzir para a ED Viana fazendo o 7-5 respondendo novamente Ricardo Magalhães para o Paredes. O resultado final viria a ser fixado com Duda Chavarria a fazer mais um golo nesta partida, deixando o resultado nuns fantásticos 8-6 a favor do USC Paredes II.

Com esta vitória o Paredes chega ao 4º lugar com 15 pontos, ficando a ED Viana em 5º com os mesmos 15 pontos. Na próxima jornada os minhotos recebem o HC Fão e o Paredes desloca-se à Madeira para defrontar o Marítimo.

Foto: Facebook USC Paredes II
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - 'OLÁ MOURIZ' DERROTADO EM CASA PELA ADB CAMPO


Terceira Divisão - 'Olá Mouriz' perde com a ADB Campo por 5-9

Mais um grande jogo de hóquei neste fim de semana. O 'Olá Mouriz' recebeu a ADB Campo tendo os minhotos vencido por 5-9 num jogo recheado de golos e emoção.

Com arbitragem de Fernando Teixeira da AP Porto, os minhotos chegaram ao intervalo a vencer por 2-3 depois de uma emotiva primeira parte. Marcaram primeiros os homens da casa com um golo de Pedro Viana com a ADB Campo a responder com Luís Martins e Diogo Antunes a fazerem o 1-2. O 'Olá Mouriz' não baixou os braços conseguindo o empate com um golo de Filipe Coelho. Ainda antes do intervalo os forasteiros chegaram à vantagem, valendo o golo de Francisco Costa que colocou o resultado em 2-3.

Já na segunda parte foi a ADB Campo a entrar melhor com Tiago Dias (2) e João Figueiredo a darem uma vantagem confortável de 2-6 à sua equipa. Ainda assim respondeu o 'Olá Mouriz' com Cristiano Barbosa a reduzir a desvantagem. O golo dos minhotos surge através de João Figueiredo que faz o   3-7 tendo Pedro Meireles e Cristiano Barbosa colocando em sentido a equipa minhota, reduzindo a desvantagem para 5-7. Contudo, até ao final da partida, destaque apenas para mais dois golos minhotos, com Luís Martins e Rúben Batista a marcarem um golo cada colocando o resultado final num incrível 5-9!

Com este resultado a ADB Campo sobe ao 10º lugar com 4 pontos ficando o 'Olá Mouriz' com o último posto e ainda sem pontuar.

Foto: Sara Ferreira
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - AD VALONGO B VENCE CART


Terceira Divisão - AD Valongo B vence CART por 7-1

Continua a excelente campanha da AD Valongo no ano de estreia da equipa B na Terceira Divisão. Em jogo da 9º jornada da Zona A, o Valongo recebeu e venceu o CART por 7-1.

Num jogo com arbitragem de José Pinto da AP Porto, a equipa do Valongo já vencia ao intervalo por 3-0. Os golos de Diogo Abreu (2) e Carlos Ramos não encontraram resposta por parte da equipa minhota.

Na segunda parte foi o CART a entrar melhor, conseguindo reduzir a desvantagem com um golo de Pedro Batista. Ainda assim a equipa do Valongo não permitiu a aproximação ao marcador, tendo feito quatro golos para selar o resultado final. Carlos Ramos, Miguel Moura, Rafael Bessa e João Pedro colocaram o resultado final em 7-1.

Com esta vitória a AD Valongo B mantêm o 1º lugar agora com 22 pontos. Já a equipa do CART desce ao 8º lugar com 9 pontos. Na próxima jornada os minhotos deslocam-se ao HC Marco enquanto o Valongo ficará de folga.

Foto: António Lopes
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

TERCEIRA DIVISÃO - HC MARCO VENCE FÃO


Terceira Divisão - HC Marco vence HC Fão por 1-4

Jogo grande nesta 9ª jornada do Campeonato Nacional da Terceira Divisão com o HC Marco a deslocar-se ao HC Fão e a vencer por 1-4.

Num jogo com arbitragem de Florindo Cardoso da AP Minho, os marcoenses foram mais fortes, saindo a vencer por 0-3 ao intervalo. Os golos de Manuel Pinheiro, Bruno Guimarães e Pedro Campanha não encontraram qualquer resposta do lado da equipa minhota.

Já no segundo tempo entra melhor o Fão com André Barbosa a reduzir o marcador e a relançar a discussão na partida. Contudo foi o Marco a chegar novamente ao golo com Bruno Guimarães a fazer o 1-4, resultado com que terminou a partida.

Com este resultado o HC Fão fica com 13 ponto no 6º lugar enquanto o HC Marco sobre ao 2º lugar com 18 pontos. Na próxima jornada os minhotos deslocam-se à ED Viana enquanto o Marco recebe o CART.

Foto: Facebook HC Marco
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

domingo, 25 de novembro de 2018

SEGUNDA DIVISÃO - FC PORTO B VENCE LAVRA


Segunda Divisão - FC Porto B vence Lavra por 6-2 

FC Porto B e Lavra defrontavam-se no Dragão Caixa para mais um jogo da 7ª Jornada do Campeonato Nacional da Segunda Divisão. Levou melhor a equipa do FC Porto que, a jogar em casa, venceu o Lavra por 6-2.

Num jogo com arbitragem de Pedro Miguel Sousa e Paulo Santos da AP Porto, a equipa do FC Porto B foi mais forte e ao intervalo já vencia por 3-0. Valeram os golos de Nuno Paiva, Miguel Gonçalves e Dinis Abreu que não permitiram ao Lavra qualquer resposta na primeira parte.

Já no segundo tempo foi o FC Porto a entrar novamente melhor e com três golos em pouco mais de oito minutos não permitiram ao Lavra chegar a algo mais nesta partida. Os golos de Gustavo Vidal e Dinis Abreu (2) deram uma vantagem de 6-0 à equipa azul e branca que ainda assim ainda assistiu a uma reacção dos visitantes.

Num jogo em que o Lavra não esteve ao nível do que tem feito nos últimos jogos, os golos de Gonçalo Barbosa e Jorge Coelho premiaram o esforço colectivo da equipa do Professor Fernando Lopes. Com os dois golos dos matosinhenses chegava-se também ao resultado final de 6-2, vencendo assim o FC Porto B.

Com esta vitória os dragões somam agora 10 pontos ocupando o 8º lugar enquanto a equipa do Lavra mantém os seus 6 pontos e o respectivo 13º lugar na tabela. Na próxima semana, o Lavra recebe o Valença enquanto o Porto B se desloca a Ponte de Lima para defrontar o 'Os Limianos'

Foto: Sandra Alves
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

SEGUNDA DIVISÃO - CH CARVALHOS DERROTADO EM VALENÇA


Segunda Divisão - CH Carvalhos perde em Valença por 3-1

 Duelo entre candidatos em Valença nesta 7ª jornada da Zona Norte da Segunda Divisão Nacional. A equipa do Valença recebeu e venceu o Carvalhos por 3-1.

Joaquim Pinto e Pedro Silva da AP Porto foram a dupla de arbitragem de uma partida em que se esperava um grande equilíbrio, dado que se defrontavam duas equipas que assumem a vontade de estar nas decisões no final do campeonato.

Levou a melhor a equipa do Valença que ao intervalo vencia por 1-0, valendo o golo solitário de Miguel Fernandes. A equipa do Carvalhos não conseguia assim contrariar o golo do Valença partindo para o intervalo em posição de desvantagem.

Na segunda parte volta a entrar melhor o Valença, chegando ao golo por José Campos, que fazia assim o 2-0. Reagiu no entanto de imediato o Carvalhos por Ricardo Ramos, que dava assim outro alento à sua equipa nesta segunda parte.

Contudo até ao final da partida foi apenas o Valença a conseguir dilatar a vantagem com golo de Zé Braga, a fazer o 3-1 e respetivo resultado final desta partida.

Com esta vitória o Valença dá um pequeno salto na tabela ficando agora com 12 pontos no 5º lugar enquanto o Carvalhos fica com os mesmos 14 pontos que já tinha, mantendo ainda assim o 1º lugar. Na próxima jornada o Carvalhos recebe o Póvoa enquanto o Valença se desloca ao pavilhão do Lavra.

Foto: André Castro
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

SEGUNDA DIVISÃO - CD PÓVOA PERDE NA RECEPÇÃO AO FAMALICENSE


Segunda Divisão - CD Póvoa derrotado em casa pelo Famalicense por 2-7

 Em jogo da 7ª jornada do Campeonato Nacional da Segunda Divisão, o CD Póvoa recebeu o Famalicense permitindo aos visitantes a vitória por 2-7.

Em jogo com arbitragem de Marco Gomes e André Portal, a equipa do Famalicense vencia ao intervalo por 1-3. Dois golos de 'Chumbinho' e um golo de Manuel Pinheiro deram vantagem aos visitantes por 0-3 tendo respondido o Póvoa por Nuno Silva, reduzindo assim a desvantagem para 1-3, resultado com que chegava o intervalo.

Nos primeiros minutos da segunda parte, Tiago Azevedo marca para o Famalicense, tendo Nuno Silva reduzido a desvantagem para o Póvoa. Era o 2-4 no resultado. Contudo, a partir daqui, foi o Famalicense a conseguir dilatar a vantagem, com os golos de Tiago Pimenta (2) e Rui Silva a fazerem 2-7 e respeito resultado final desta partida.

Com esta vitória o Famalicense sobe ao 11º lugar com 7 pontos ficando o Póvoa com 10 pontos no 9º lugar. Na próxima jornada os poveiros deslocam-se ao Carvalhos enquanto o Famalicense recebe a Juventude Pacense.

Foto: Facebook Famalicense
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

SEGUNDA DIVISÃO - JUVENTUDE PACENSE VENCE ACADÉMICA ESPINHO


Segunda Divisão - Juventude Pacense vence Académica de Espinho por 7-4

 Grande jogo no Municipal de Paços de Ferreira onde a equipa da Juventude Pacense recebeu e venceu a Académica de Espinho por 7-4.

Depois de uma série menos positiva dos 'canarinhos', a vitória regressa diante dos seus adeptos depois de um grande jogo de hóquei com inúmeros golos de ambas as equipas.

Num jogo com arbitragem de Nazareno Duarte e Manuel Santos da AP Porto, o jogo chegou ao intervalo com uma igualdade de 2-2. Entrou melhor a equipa visitante com um golo de Miguel Costa, tendo a Juventude respondido através de Filipe Ribeiro e João Paulo Marques. Ainda antes do intervalo André Pinto empata a partida para a Académica, fazendo o 2-2 com que terminava a primeira parte.

O segundo tempo continuou com uma enorme chuva de golos, tendo a Académica saído na frente com André Pinto feito o 2-3. Com cerca de 10 minutos da primeira parte, uma série de advertências e cartões azuis deram muito que fazer à equipa de arbitragem. Na sequência deste momentos mais tensos, e através de um livre direto, José Cabral faz o 3-3 empatando assim a partida.

Marcelos Ribeiro viria a dar a vantagem à Juventude, tendo André Pinto respondido, através de uma penalidade, fazendo o 4-4 no marcador. A partir daqui foi apenas a equipa da casa a movimentar o marcador, com José Cabral a converter dois livres diretos e Vítor Hugo Moreira a fazer também um golo que permitiram à equipa da casa vencer a Académica de Espinho por 7-4.

Com esta vitória a Juventude Pacense soma 9 pontos e fica no 10º lugar enquanto a equipa da Académica de Espinho mantêm os seus 10 pontos e o 6º lugar na classificação. Na próxima jornada, em Espinho, a Académica recebe o HA Cambra enquanto os pacenses se deslocam até ao Famalicense.

Foto: Facebook Juventude Pacense
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

SEGUNDA DIVISÃO - HC MAIA DERROTADO PELO HA CAMBRA


Segunda Divisão - HC Maia perde frente ao HA Cambra por 6-2

 A equipa do HC Maia deslocou-se a Cambra para mais um jogo da Segunda Divisão Zona Norte. Perante a equipa do HA Cambra, os maiatos não foram felizes perdendo por 6-2.

Num jogo com arbitragem da dupla ribatejana composta por Teófilo Casimiro e Beatriz Rodrigues, o HC Maia chegou ao intervalo a vencer por 0-1, resultado que viria contudo a não conseguir manter no segundo tempo.

Numa primeira parte equilibrada, valeu o golo de António Cruz, já nos últimos instantes do primeiro tempo, dando a vantagem à equipa do Maia.

O Cambra contudo viria a entrar forte no segundo tempo, chegando ao empate por Gil Vicente nos primeiros minutos da segunda parte. Guilherme Pinto viria ainda colocar o Maia novamente em vantagem por 1-2 ainda que o Cambra tenha reagido de imediato.

Após o golo de Guilherme a equipa do Cambra reagiu de imediato partindo, a partir daqui, para um dilatar do resultado não permitindo aos visitantes disputar o resultado. O empate chega por Gil Vicente, fazendo assim o 2-2. Após este momento, o mesmo Gil Vicente viria a marcar por mais duas vezes tal como Miguel Oliveira, fazendo assim o resultado final de 6-2 para o HA Cambra.

A equipa do Maia continua assim sem pontuar fora de casa, mantendo-se com 7 pontos no 12º lugar. Já o Cambra chega ao 3º lugar, agora com 13 pontos. Na próxima jornada o HC Maia recebe a Académica de Coimbra enquanto o Cambra viaja até à Académica de Espinho.

Foto: Facebook HC Maia
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

SEGUNDA DIVISÃO - INFANTE SAGRES VENCE 'OS LIMIANOS'


Segunda Divisão - Infante Sagres vence 'Os Limianos' por 5-3

Continua a excelente recuperação na tabela da equipa do Infante Sagres. Em jogo da 7ª jornada, e perante uma das boas surpresas deste campeonato, o Infante recebeu e venceu 'Os Limianos' por 5-3.

A equipa de Vítor Pereira procurava aqui dar seguimento a uma boa sequência de resultados e ao intervalo ia sendo surpreendida pelo 'Os Limianos' que venciam por 2-3.

Em jogo com arbitragem de Jerónimo Moura e Vera Fernandes, entrou melhor o Infante com um golo de Bruno Fernandes mas José Pedro Carvalho e Miguel Castro conseguiram colocar a equipa forasteira em vantagem por 1-2. O Infante chegou contudo à igualdade por Carlos André Rodrigues mas logo de seguida, e a poucos minutos do intervalo, Tiago Faria marca para o 'Os Limianos' e leva a sua equipa a vencer para o intervalo por 2-3.

Depois de algumas incidências entre advertências e cartões azuis, a segunda parte chegou com um grande equilibro entre as duas equipas. Foi necessário esperar pelos últimos cinco minutos da partida para chegarmos ao resultado final. Nesta fase do jogo, o Infante fez 'das tripas coração' e chegou à vitória com três golos sem resposta. Bruno Fernandes por duas vezes e um golo de Carlos André Rodrigues deram ao Infante a vitória final por 5-3.

Com esta vitória o Infante Sagres chega aos 10 pontos conseguindo assim o 7º lugar na tabela. Já o 'Os Limianos' mantêm os 13 pontos e fica no 4º lugar da classificação. Na próxima jornada os minhotos recebem o FC Porto B enquanto os portuenses visitam a Sanjoanense.

Foto: Facebook Os Limianos
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

PRIMEIRA DIVISÃO - AD VALONGO DERROTADA PELA JUVENTUDE VIANA


 Primeira Divisão - AD Valongo derrotada em casa pela Juventude de Viana por 3-4

Em jogo da 7ª jornada do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins a Juventude de Viana deslocou-se ao 'San Siro' de Valongo e venceu a equipa da casa por 3-4.

Em jogo com arbitragem de António Santos e Paulo Almeida da AP Aveiro, a Juventude conseguiu conquistar a sua primeira vitória da época e logo num dos pavilhões de maior tradição do nosso hóquei.

Entrou melhor a equipa minhota que por intermédio de Francisco Silva, com dois golos, chegou ao 0-2 no marcador. A equipa da AD Valongo reagiu bem a esta contrariedade e, ainda antes do intervalo, consegue chegar ao empate com golos de Nuno Araújo através de uma penalidade e outro golo de Pedro Mendes. Chegava o intervalo com 2-2 no marcador.

Na segunda parte entrou novamente melhor a Juventude de Viana que chegou à vantagem através de Gonçalo Suíssas, fazendo assim o 2-3 no marcador. O Valongo volta a responder por Nuno Araújo que através de um livre direto a castigar a 10ª falta da Juventude, volta a colocar o marcador numa igualdade.

Quando ainda se digeria o empate do Valongo, já a Juventude chegava novamente à vantagem através de Gustavo Lima que fazia assim o 3-4, naquele que viria a ser o resultado final da partida.

Num jogo com muitas faltas e com diversas advertências para as duas equipas, a equipas de Viana saiu a sorrir de Valongo conquistando assim uma importante vitória. Já a equipa do Valongo soma novo desaire e tarda a confirmar a qualidade do plantel que tem nos seus quadros.

Na próxima jornada o Valongo viaja até Paço de Arcos enquanto que a Juventude de Viana recebe a equipa do Turquel.

Foto: Ricardo Dias
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt

terça-feira, 20 de novembro de 2018

TERCEIRA DIVISÃO - HC PAÇO DE REI VENCE SOBREIRA


Terceira Divisão - HC Paço de Rei vence Sobreira por 5-3

A equipa do HC Paço de Rei recebeu e venceu a equipa do Sobreira por 5-3. Num jogo intenso e muito bem disputado, a vitória sorriu à equipa da casa que assim soma a sua segunda vitória no campeonato.

Num jogo com arbitragem de Sílvia Coelho, entrou melhor o Paço de Rei e ao intervalo já vencia por 2-0, valendo os golos apontados por Avelino Amorim.

Para a segunda parte estava reservado um jogo com maior intensidade e com os golos a surgirem também. Entra melhor o Sobreira que através de um golo de Nuno Silva reduz o marcador para 2-1. Não satisfeitos com o golo sofrido, os atletas da casa chegaram novamente aos dois golos de vantagem, com Avelino Amorim e Fábio Santos a marcarem para o Paço de Rei.

Respondeu no entanto a equipa do Sobreira com um golo de Luís Barbosa a dar novamente esperança para a recuperação no resultado mas um novo golo de Carlos Vidal deixou a equipa da casa de novo com uma boa vantagem para gerir até ao final do jogo. Logo a seguir ao golo do Paço de Rei a equipa do Sobreira reage com Bruno Teixeira, que fez o 5-3, resultado com que terminou a partida.

Com este resultado o Paço de Rei soma agora 7 pontos estando no 11º lugar. Já a equipa do Sobreira soma 10 pontos e está no 8º lugar. Na próxima jornada o Paço de Rei desloca-se ao Pessegueiro do Vouga enquanto o Sobreira recebe o Termas OC.

Dados estatísticos retirados de www.parkhotel.pt
Foto: Rodrigo Pires

TERCEIRA DIVISÃO - GDC FÂNZERES VENCE ACADÉMICO


Terceira Divisão - GDC Fânzeres vence Académico por 3-4

Jogo intenso no Lima com o Académico a receber na sua histórica casa a equipa do GDC Fânzeres. A equipa da casa procurava assim somar pontos para sair da zona final da tabela enquanto os visitantes procuravam dar sequência ao bom início de época que estão a realizar.

Num jogo com arbitragem de Jorge Machado, foi o Fânzeres a entrar melhor e ao intervalo já vencia por 1-4. Valeram os golos de Telmo Ramos (2), Tiago Tavares e Pedro Martins que foram suficientes para o golo de Francisco Florim do Académico.

A segunda parte foi contudo diferente e o Académico procurou a aproximação no marcador, conseguindo marcar dois golos sem resposta do Fânzeres. Diogo Granja marcou por duas vezes mas ainda assim foi insuficiente para o Académico conseguir chegar aos pontos na partida. Vitória final para o Fânzeres por 3-4!

Na próxima jornada as duas equipas estarão de folga.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Eduardo Amorim (Cedida por Ricardo Pereira)

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

HÓQUEI MASTERS - RESULTADOS DO LAVRA, PORTO, ACADÉMICO E SANTA CRUZ



Hóquei Masters - Resultados do Lavra, Porto Vintage, Académico e Santa Cruz

Jogou-se este fim de semana mais uma jornada do Campeonato Nacional de Master e as equipas do OK Porto tiveram sorte distintas.


A equipa Tawny do Lavra defrontou a equipa do Escola Livre Azeméis e acabou por somar a sua primeira derrota nesta liga, permitindo uma vitória por 3-4 à equipa do Escola Livre. Com este resultado a equipa do Lavra mantém os seus três pontos enquanto o Escola Livre faz seis pontos e é um dos líderes desta Zona Norte.


Já a equipa do Académico defrontou o Cucujães procurando aqui a primeira vitória no campeonato. Contudo ainda não foi desta que os portuenses conseguiram os três pontos permitindo uma vitória por 1-6 ao Cucujães. com este resultado o Académica ainda não soma qualquer ponto enquanto o Cucujães leva quatro pontos no campeonato.


Continuamos a nossa viagem pelo mundo dos Masters com a primeira vitória do HC Santa Cruz. Em jogo onde o adversário era a Académica de Espinho, os matosinhenses conseguiram alcançar a primeira vitória no campeonato por 6-2. Com esta vitória o Santa Cruz passa a somar três pontos enquanto a Académica de Espinho ainda não pontuou.



Por último temos a vitória do FC Porto Vintage frente ao Académico da Feira. O resultado final foi uma vitória por 9-3 para os azuis e brancos que somam assim a sua primeira vitória no campeonato.
Com este resultado o Porto Vintage passa a somar quatro pontos enquanto o Académico Feira ainda não pontuou.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Fotos Lavra e Académico: Rui Pedro
Foto Santa Cruz: Facebook HC Santa Cruz
Foto Porto Vintage: Facebook Porto Vintage

domingo, 18 de novembro de 2018

HÓQUEI FEMININO - INFATE SAGRES VENCE ARAZEDE


Hóquei Feminino - Infante Sagres vence Arazede por 2-4

A equipa do Infante Sagres venceu, na quarta jornada da Zona Norte do Campeonato Nacional de Hóquei Feminino, a equipa do Arazede por 2-4.

Ao intervalo o marcador apontava para uma vitória do Infante por 0-1 valendo o golo de Daniela Costa. Na segunda parte contudo entrou melhor a equipa do Arazede que acabou mesmo por dar a volta ao marcador com golos de Diana Pereira e Eva Faim.

As 'Infantas' conseguiram no entanto recuperar a vantagem com Teresa Morais a empatar o jogo e surgindo Inês Açoreira a fazer dois golos que deram a vitória ao Infante por 2-4. O Arazede continua assim na última posição deste campeonato enquanto o Infante surge agora na segunda posição.

Na próxima jornada o Arazede desloca-se à Sanjoanense enquanto o Infante Sagres recebe a Académica de Coimbra. 

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Facebook Infante Sagres

sábado, 17 de novembro de 2018

SEGUNDA DIVISÃO - INFANTE SAGRES VENCE FC PORTO B


Segunda Divisão - Infante Sagres vence FC Porto B por 6-4

Depois da vitória alcançada em Coimbra, a equipa do Infante parece confirmar a retoma das boas exibições e consequente conquista de vitórias. Hoje recebeu e venceu o FC Porto B por 6-4. 

Num jogo com arbitragem de Manuel Santos e Fernando Teixeira da AP Porto, chegamos ao intervalo com a vantagem a pertencer ao Infante por 2-0.

Os golos apontados por Bernardo Castanheira e Carlos André Rodrigues permitiam ao Infante Sagres saír para o intervalo com uma importante vantagem.

No segundo tempo entra melhor o FC Porto com um golo de Gustavo Vidal mas foi o Infante a voltar a ampliar a vantagem. Com golos de Bernardo Castanheira, Bernardo Marques e Márcio Rodrigues, o Infante colocava-se assim a vencer por 5-1. Ainda assim o FC Porto reagiu com dois golos da autoria de João Limas e Andrés Castaño fazendo o 5-3 na partida.

Até ao final surgiram ainda dois golos, um para cada equipa, com Bernardo Marques a voltar a marcar fazendo com que o golo de João Lima fosse insuficiente para o FC Porto. O Infante vencia assim por 6-4 confirmando a boa recuperação no campeonato.

 Na próxima jornada o FC Porto B recebe a equipa do CRPF Lavra enquanto o Infante Sagres volta a jogar em casa para a recepção ao 'Os Limianos'.

Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: Gonçalo Sousa

SEGUNDA DIVISÃO - CARVALHOS VENCE LAVRA


Segunda Divisão - Carvalhos vence Lavra por 8-7

 Existem jogos que provavelmente mereciam mais do que uma crónica ou uma mera notícia. Existem jogos onde apenas o assistir ao vivo ou uma transmissão televisiva poderiam transmitir a emoção que neles se viveu!

Em jogo da 6ª jornada da Segunda Divisão Zona Norte, a equipa do Carvalhos recebeu e venceu o Lavra por 8-7!

E que jogo! Com arbitragem de André Portal e Marco Gomes da AP Aveiro a equipa do Carvalhos procurava manter-se no topo da classificação enquanto o Lavra pretendia dar sequência vitória alcançada na última jornada frente ao Famalicense.

Num jogo recheado de golos e de alternâncias no marcador, o Lavra chegou ao intervalo a vencer por 3-4. Marcaram primeiro os visitantes por André Ferreira logo a abrir o jogo, respondendo o Carvalhos por Márcio Fonseca logo de seguida. Diogo Ribeiro e Jorge Coelho deram um vantagem de 1-3 ao Lavra que foi anulada com dois golos de Tiago Oliveira em apenas dois minutos. Logo de seguida, na conversão de uma penalidade, Diogo Ribeiro faz a bola cair no fundo das redes de Rodolfo Sobral fazendo o 3-4 que ia valendo ao intervalo.

Perante uma excelente moldura humana com os adeptos das duas equipas a responderem à chamada, a segunda parte continuou com a mesma qualidade e intensidade do primeiro tempo.

Entrou melhor o Carvalhos e através de uma penalidade Tiago Oliveira bateu Nuno Costa. Ricardo Ramos viria mais tarde a fazer novo golo dando assim a primeira vantagem para a equipa da casa nesta partida, colocando o Carvalhos a vencer por 5-4.

Daqui até ao final, as emoções sobressaíram e foi André Ferreira, de livre direto a empatar o jogo. Não contente com nova igualdade, Tiago Oliveira, com nova penalidade, volta a colocar o Carvalhos na frente do marcador. Quando ainda se festejava o golo surgia a décima falta para a equipa da casa e André Ferreira empatava o jogo a 6-6 através de um livre direto. Tiago Oliveira contudo volta a dar a vantagem à equipa da casa com novo golo, fazendo o 7-6 a cinco minutos do final da partida.

Para os últimos dois minutos estavam guardadas as últimas emoções desta partida com Jorge Coelho a conseguir o empate para a equipa do Lavra. Respondeu no entanto de imediato a equipa da casa através de Rui Vidal que com o seu golo colocou o resultado final num incrível 8-7!

Na próxima jornada a equipa do Lavra desloca-se até ao Dragão Caixa para defrontar o Porto B enquanto o Carvalhos tem viagem marcada até ao Valença!
 
Dados estatísticos retirados de www.hoqueipatins.pt
Foto: André Castro

SEGUNDA DIVISÃO - HC MAIA VENCE JUVENTUDE PACENSE


Segunda Divisão - HC Maia vence Juventude Pacense por 5-4

2ª Divisão Zona Norte - 6ª Jornada
Local: Cidade da Maia - PAvilhão da Nortecoope
5 Inicial HC Maia: Daniel Lucas, Tó Cruz, Pedro Ferreira, Álvaro Pinto e Pedro Pacheco
5 Inicial Juventude Pacense: Jorge Mesquita, João Paulo Marques, Duarte Dias, Filipe Ribeiro e José Cabral
Equipa Arbitragem: Jerónimo Moura e Jorge Machado - Ambos da AP Porto


Em mais uma jornada da Segunda Divisão Zona Norte, o HC Maia recebeu e venceu a Juventude Pacense por 5-4 naquele que foi mais um jogo a confirmar o que se previa no início da época, ou seja, que esta Segunda Divisão ia proporcionar jogos de enorme qualidade.

As duas equipas chegavam a esta partida vindas de duas derrotas pelo que só a vitória interessava a ambos. O HC Maia jogava ainda a sua invencibilidade em casa, sendo que foi no seu pavilhão que conquistou a totalidade dos seus pontos.

Perante uma excelente moldura humana no Pavilhão da Nortcoope e num jogo com arbitragem de Jerónimo Moura e Jorge Machado, as duas equipas protagonizaram um excelente jogo, chegando ao intervalo a vencer a equipa da casa por 2-1.

Antes disso e num inicio de jogo muito equilibrado com as equipas a respeitarem-se mutuamente, era difícil distinguir aquela que estava mais forte na partida. Numa primeira parte onde os donos da baliza de Maia e Juventude Pacense, Daniel Lucas e Jorge Mesquita, deram sinais claros da sua qualidade foi a equipa da Juventude a chegar ao primeiro golo, depois de várias investidas de ambos os conjuntos a esbarrem nas muralhas defensivas que davam espetáculo na Maia. Aos dez minutos da primeira parte José Cabral faz o primeiro golo do jogo, dando à sua equipa uma vantagem de 0-1.

Apesar do golo dos visitantes a equipa da casa mantinha-se à procura do golo apesar de se manter um grande equilíbrio na partida. Ainda assim, e após um cartão azul a Marcelo Ribeiro, Pedro Ferreira foi chamado à conversão batendo Jorge Mesquita e empatando o jogo a 1-1. 

Já nos últimos segundos da primeira parte e numa altura em que o Maia jogava com menos um elemento devido ao cartão azul mostrado a André Matos, Marco Moura, capitão da equipa da casa, opta por uma brilhante jogada individual que termina dando o golo da vantagem aos maiatos. Era o 2-1 no marcador, resultado que com chegava o intervalo.

Durante toda a segunda parte assistimos a um constante equilíbrio entre as duas equipas, que continuaram a proporcionar um bom espetáculo com uma incerteza constante no resultado. Percebia-se que a equipa que conseguisse uma maior eficácia na finalização poderia vir a ter um maior proveito no final da partida.

Os primeiros dez minutos da segunda parte foram simplesmente fantástico, proporcionando aos muitos adeptos de Maia e Juventude Pacense uma excelente propaganda para a modalidade.

Entra melhor o Maia com um golo de Pedro Pacheco e quando ainda se festejava, dois minutos depois, José Cabral volta a reduzir a desvantagem para 3-2.

Não conformado com a redução da desvantagem, Álvaro Pinto decide acordar os seus adeptos e fazer o 4-2 num grande remate a não dar possibilidade de defesa a Jorge Mesquita. Estava feito o 4-2 e voltava a equipa da casa a ter uma vantagem de dois golos na partida.

Pouco tempo depois entramos numa fase que acabou por ser decisiva na partida. João Paulo Marques reduz a desvantagem para a Juventude, que fazia assim o 4-3. O Maia responde praticamente de seguida com Pedro Pacheco a finalizar através de um excelente gesto técnico, chegando assim ao 5-3 para os maiatos. Contudo os visitantes viriam a mostrar mais uma vez a sua resiliência e José Cabral, através de um livre direto a castigar a décima falta do Maia, a levar Daniel Lucas ao limite e a conseguir fazer um golo pleno de inteligência. Era o 5-4 na partida e um resultado que deliciava aqueles que assistiam à partida.

Até ao final da partida manteve-se o equilíbrio que se verificou desde o primeiro minuto da partida, com Maia e Juventude Pacense a mostrarem a qualidade evidente dos seus plantéis. Já muito próximo do final da partida surge um momento chave no jogo, altura em que é assinalado um livre direto a favorecer a Juventude Pacense. Já com o final da partida a espreitar, José Cabral é chamado à conversão mas não conseguiu ultrapassar a linha de baliza de Daniel Lucas. 

Chegava assim o final da partida com a equipa do HC Maia a conquistar a sua segunda vitória neste campeonato, continuando a fazer do seu pavilhão a sua fortaleza. Na Juventude Pacense era notório o desalento depois do enorme trabalho que a equipa colocou em jogo para levar outro resultado para casa.

A equipa do HC Maia era assim premiada pelo melhor acerto na finalização num jogo onde é difícil destacar um elemento que estivesse em pleno destaque. Ainda assim devo uma menção a Daniel Lucas e Jorge Mesquita pelas enormes intervenções que realizaram. Pedro Pacheco do Maia e José Cabral da Juventude Pacense acabaram por realizar boas exibições adicionando também golos que foram, principalmente do lado de Pedro Pacheco, muito importantes nos momentos em que foram concretizados.

Na próxima jornada o HC Maia desloca-se ao HA Cambra enquanto a Juventude Pacense regressa a casa para receber a Académica de Espinho.

Parabéns às duas equipas pelo jogo excelente que realizaram!

Bruno Machado

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

NOVAS TECNOLOGIAS - INOVAÇÃO NA JUVENTUDE PACENSE


Novas Tecnologias - Juventude Pacense lança aplicação para Android!

A Juventude Pacense, clube que atualmente milita na Segunda Divisão Norte do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins, lançou hoje uma grande inovação para os seus adeptos e para os amantes da modalidade.

Foi anunciado assim o lançamento de uma aplicação, para já apenas disponível para sistemas Android (iOS disponível muito brevemente) que permite acompanhar a época de todas as suas equipas.


De fácil navegação, esta app promete então dar todas as informações relativas ao clube pacense. No ecrã de abertura é possível vermos três menus, um para as equipas do clube, outro para os jogos e ainda um terceiro para ficarmos a conhecer os parceiros da Juventude.


Ao selecionarmos o item das equipas, chegamos a um novo ecrã onde é possível termos acesso a todos os plantéis da equipa. Aqui reside, na minha opinião, uma das principais valências desta aplicação dado que se foca em todo o clube e não apenas no escalão principal do clube.


Assim que é selecionado um escalão, neste caso escolhi o escalão sénior, é apresentada uma lista com o nome, número, posição e fotografia de cada atleta. Uma vez mais, esta informação repete-se em todos os escalões, mostrando assim a abrangência da aplicação.


Ao efetuar a seleção sobre um atleta é possível ver um menu 'escondido' onde nos são apresentadas as estatísticas do atleta na presente época. Jogos, golos marcados e sofridos assim como os cartões são algumas das informações disponibilizadas.


Passando pelo item 'Jogos' continuamos a descobrir novas possibilidades desta aplicação. Primeiro surge-nos uma listagem com os jogos de cada escalão, mostrando não só os resultados já obtidos bem como os jogos programados.


Ao ser selecionado um jogo passado, neste caso selecionei o jogo entre a Juventude Pacense e o Infante Sagres, é possível termos acesso a diversas estatísticas e factos sobre o jogo!


No último item presente na aplicação, 'Parceiros', é possível termos acesso a todas as empresas que de alguma forma estão ligadas ao clube pacense.

Em suma parece-me ser uma excelente ferramenta, não só para os adeptos e atletas da Juventude Pacense, como também para os adeptos da modalidade.