SUPERTAÇA - FC PORTO VENCE SPORTING


FC Porto vence Sporting por 4-1 e conquista a Supertaça!

FC Porto e Sporting disputavam hoje o primeiro troféu oficial da temporada portuguesa. Na Mealhada, os dois históricos portugueses davam arranque oficial ao ano do hóquei em Portugal.

Para o FC Porto era já o segundo troféu em disputa depois de ter perdido, frente ao Barcelona nas grandes penalidades, a Taça Continental em Barcelos, enquanto que para o Sporting era o primeiro jogo oficial. Rui Torres e Miguel Guilherme eram os árbitros para a partida.

Primeiros minutos muito disputados na Mealhada e logo aos 50 segundos de jogo, Reinaldo Garcia envia a bola ao travessão da baliza de Girão!

O Porto alinhava assim com Nélson Filipe, Hélder Nunes, Gonçalo Alves, Reinaldo Garcia e Rafa enquanto a equipa do Sporting apresentava Girão, Ferran Font, Caio, Vítor Hugo e Henrique Magalhães.

O Porto ia pressionando o Sporting à procura do primeiro golo, que acabaria de surgir a 17 minutos do intervalo. Intercepção de bola por parte do argentino Reinaldo Garcia que assiste Rafa para o primeiro golo da Supertaça. Estava assim feito o 1-0 para o Porto que entrou muito bem na partida apanhando o Sporting algo apático.

Continuava com dificuldades o Sporting e foi com mais uma bola ao poste de Rafa que o Porto continuou a incomodar a baliza de Girão. Contudo nem os remates seguintes de Hélder Nunes e Reinaldo ampliaram a vantagem para o Porto. 

Começava a rotatividade nas equipas e com isso algumas melhoras no Sporting. Já com Marin, Platero, João Pinto no ringue, o verdes e brancos começaram a praticar um hóquei mais rápido e com mais trocas posicionais. Do lado do Porto a entrada de Telmo Pinto, Poka e Cocco ia dando também mais velocidade à equipa mas era o Sporting que, a 8 minutos do intervalo, ia tentando reagir à desvantagem.

A 5 minutos do final da primeira parte, grande oportunidade para o Sporting reduzir a vantagem, mas a finalização a não sair da melhor forma aos campeões nacionais. O jogo estava nesta fase muito equilibrado e Toni Perez teve também ele uma boa oportunidade para bater Nélson Filipe.

A 3 minutos do intervalo era o FC Porto que se mantinha ainda em vantagem, valendo o golo de Rafa. Toni Perez continuava a tentar alvejar a baliza do Porto numa altura em que o FC Porto colocava já em pista Gonçalo Alves, Hélder Nunes e Reinaldo que haviam começado a partida no cinco inicial.

Jogo intenso entre os campeões nacionais e os vencedores da Taça de Portugal, com grande qualidade no jogo colocado em ringue. Ao intervalo o Porto ia vencendo por 1-0, valendo o golo de Rafa, numa partida em que o Porto contava já com 8 faltas e o Sporting também com 8, dado muito importante para ao início da 2ª parte.

Iniciava-se a segunda parte na Mealhada com o FC Porto a entrar no ringue com Nélson Filipe, Cocco, Rafa, Reinaldo e Hélder Nunes. Já o Sporting colocava em jogo Girão, Ferran Font, Caio, Toni Perez e Matias Platero.

Com apenas 2 minutos de jogo, 10ª falta para o FC Porto e livre direto para Ferran Font do Sporting. Frente a frente com Nélson Filipe e o espanhol a não falhar, fazendo assim o empate para os campeões nacioanais. 

Ainda se festejava o 1-1 quando o FC Porto ganha também direito a livre directo por ocasião da 10ª falta do Sporting. Na primeira tentativa Hélder Nunes falha mas mandam repetir os juízes da partida devido à saída antecipada de Girão da sua linha de golo. À segunda, Hélder Nunes, que desta vez rematou direto, volta a falhar, mantendo-se o 1-1 no marcador. Estávamos a 22 minutos do final do jogo.

Aos 5 minutos da segunda parte, remate de Rafa para grande intervenção de Girão quando logo de seguida, Hélder Nunes, também de meia distância a proporcionar nova defesa a Girão. Logo de seguida, Hélder Nunes dá vantagem ao FC Porto com assistência de Reinaldo, batendo assim Girão que nada podia fazer. 2-1 para os azuis e brancos.

Com 17 minutos por jogar, 15ª falta para o Sporting, com Cocco a ser chamado ao livre direto. Oportunidade para o italiano dilatar a vantagem para o Porto mas Girão, num dos momentos da tarde, a fazer uma enorme defesa levando os adeptos do Sporting ao rubro!

Henrique Magalhães, com cartão azul, a penaliza uma falta dura sobre Hélder Nunes, que leva Gonçalo Alves para o livre directo. Uma vez mais falha o FC Porto quer na primeira oportunidade, com nova falta de Girão, quer na segunda tentativa com nova defesa do internacional português. O Sporting ficava assim em inferioridade numérica.

Num lance de contra-ataque do Porto, falta sobre Reinaldo Garcia que dava nova oportunidade de grande penalidade para o FC Porto. Desta vez, Gonçalo Alves afasta os fantasmas, que já vinham de Barcelos, e faz o 3-1 para o Porto.

Grande segunda parte de hóquei em patins na Mealha, com pavilhão completo e onde pontificavam na bancada as guerreiras portuguesas que a partir de amanha participam no Europeu Feminino.

Chegava assim, a 13 minutos do fim, a 15ª falta para o FC Porto com Ferran Font a ter nova oportunidade de bater Nélson Filipe. Leva melhor desta vez o guardião dos dragões, num lance em que a bola parece fugir do controlo de Font. Mantinha-se assim inalterado o marcador com 3-1 para o Porto.

A 9 minutos jogada confusa na zona traseira da baliza do Sporting. É assinalada falta a favor do FC Porto mas é Hélder Nunes que leva o cartão azul por algum comportamento anti-desportivo. Ficava assim o Sporting a jogar em vantagem numérica durante 2 minutos.

Durante este dois minutos de superioridade numérica destaque para uma enorme intervenção de Nélson Filipe a remate de Marín que levou o FC Porto a passar este tempo sem golos sofridos. Estava reposta a igualdade numérica na pista, com 6 minutos para jogar nesta partida.

Jogo confuso nesta fase, com muitas falhas das duas equipas. Passes errados, contra-ataques mal executados e muito nervosismo. Do lado do Sporting viria a surgir um cartão azul a Raul Marin por falta na zona junto à tabela. Novo livre directo para o FC Porto com a possibilidade para Hélder Nunes voltar a bater Girão. Na senda das últimas tentativas, Hélder voltou a não conseguir bater Girão. Continuam as dificuldades do FC Porto nos livres directos. Ficava assim o Sporting a jogar com menos um elemento.

A 2 minutos do final da partida, lance de dúvida na área do Porto com João Pinto no lance a queixar-se de falta. Na sequeência, contra ataque do Porto com Rafa a assistir Hélder Nunes para o 4-1 do FC Porto! Aproveitava assim o Porto a vantagem numérica que ainda se mantinha.

A 1 minuto do fim, falta de Reinaldo sobre Platero, dando a possibilidade ao Sporting de reduzir a vantagem de grande penalidade. Chamado à conversão, Toni Perez não acerta na baliza deixando o resultado igual. Na sequência da jogada, 20ª falta do Sporting, com Gonçalo a ter nova oportunidade de bater Girão. Mais uma vez o Porto a falhar num capítulo importante do hóquei.

Ainda antes do final da partida, Toni Perez faz falta dura sobre Reinaldo, vendo assim o cartão azul. Nova oportunidade para o FC Porto fazer golo de livre direto. Chamado à conversão, Poka também não consegue bater Girão. Mais uma bola parada falhada pelo FC Porto.

Chega o final da partida com o FC Porto a bater o Sporting por 4-1, com um enorme jogo de hóquei praticado pelas duas equipas na Mealhada. Parabéns a todos os intervenientes pelo excelente jogo!

Comentários