domingo, 30 de setembro de 2018

TAÇA CONTINENTAL - FC PORTO CEDE APENAS NAS GRANDES PENALIDADES FRENTE AO BARCELONA






FC Porto cede apenas nas grandes penalidades perante o FC Barcelona! Catalães saem vencedores!

FC Porto e FC Barcelona, dois gigantes da modalidade defrontavam-se hoje para a disputa da Taça Continental.

Depois de vencerem Lleida e Barcelos respectivamente, Porto e Barcelona entravam em campo para discutir mais um título europeu entre si, depois de, mais recentemente, o Barça ter vencido a final da Liga Europeia em pleno Dragão Caixa.

O FC Porto entrava com Nélson Filipe, Reinaldo Garcia, Gonçalo Alves, Hélder Nunes e Giulio Cocco enquanto os catalães chegavam com Aitor Egurrola, Marc Gual, Pablo Alvarez, Pau Bargallo e Segi Panadero.

Primeiros minutos da partida muito positivos por parte do FC Porto, obrigando desde logo Aitor a aplicar-se para continuar a manter a sua baliza a zero. Com Hélder Nunes a comandar a maior parte dos ataques e com Reinaldo Garcia em grande velocidade como habitual, eram os remates de meia distância de Gonçalo e Hélder que iam colocando à prova o guardião espanhol.

Prova deste maior ímpeto do Porto eram as já 4 faltas registadas pelo Barcelona num curto período de tempo. O Barcelona ia tendo algumas dificuldades em criar perigo junto de Nélson Filipe, que até ao momento era apenas um mero espectador. Continuava a manter-se o 0-0 em Barcelos, quando se registavam 15 minutos para o intervalo.

Começava o Barcelona a tentar chegar-se à frente no jogo, jogando agora com maior velocidade e com Sergi Panadero a comandar a equipa ofensivamente. O Porto contudo ia também tentado manter o excelente inicio de partida que estava a realizar e, através de Rafa, continuava a incomodar o basco Egurrola.

Era por esta altura um jogo atípico de hóquei, ainda sem golos, mas com um bom jogo das duas equipa. A rotação nas equipas ia começando a ser maior, e foi com João Rodrigues já no ringue que o Barcelona continuava a tentar chegar à baliza de Nélson Filipe. Foi no entanto o Barcelona a fazer o primeiro golo da partida, a 7 minutos do fim do primeiro tempo com Alabart, que já havia ameaçado na jogada anterior, a fazer o 0-1 para o Barcelona.

Em menos de 1 minutos, o Barcelona recebe 2 cartões azuis. Primeiro por falta sobre Hélder Nunes e depois um azul mostrado ao banco do Barcelona, deram ao FC Porto dois livres directos que foram contudo desperdiçados por Hélder Nunes e Gonçalo Alves, ambos com defesas de Aitor Egurrola.

Ainda em desvantagem numérica, foi o Barcelona a chegar à frente do marcador, com Pablo ALvarez a fazer o 0-2 para os catalães. Mal o FC Porto no processo defensivo. A 4 minutos do fim da primeira parte, o Barcelona ia vencendo o Porto em Barcelos.

Reinaldo Garcia, decidiu dar uma stickada no mau momento do Porto no jogo, fazendo um fortíssimo remate de meia distância que a 3 minutos do intervalo, deixou o FC Porto a perder por 1-2 em Barcelos.

A menos de 1 minuto do final da primeira parte, bonita jogada coletiva que Telmo Pinto ficou a centímetros de concluir com sucesso. Chegava assim o intervalo com o Barcelona a vencer o FC Porto por 1-2.

Primeira parte interessante do FC Porto que contudo vacilou em termos de consistência ao longo do jogo e que o Barcelona aproveitou para se colocar em vantagem.

Na segunda parte Guillem Cabestany colocava Nélson Filipe, Reinaldo Garcia, Cocco, Hélder Nunes e Gonçalo Alves em jogo enquanto que Edu Castro, treinador do Barcelona, colocava Aitor, Gual, Panadero, Alabart e Pablo Alvarez.

Passavam assim os primeiros 5 minutos desta segunda parte com o jogo muito equilibrado. Porto e Barcelona iam jogando em posse de bola, tentando não cometer erros no processo ofensivo. O Barcelona tinha contudo um ligeiro ascendente na qualidade de jogo que ia colocando em jogo.

O jogo ia mantendo o seu equilíbrio com as duas equipas a jogarem pelo seguro. O Barcelona jogava naturalmente com a vantagem que tinha enquanto o Porto ia tentando responder em alguns contra-ataques rápidos. Contudo, nesta segunda parte, as oportunidades de golo eram escassas para as duas equipas.

Neste período as equipas chegavam também ao limite das suas faltas, estando o FC Porto com 9 e o Barcelona com 8, a 15 minutos do final do jogo. O FC Porto ia tentando nesta fase voltar a criar perigo com Hélder Nunes a ensaiar alguns remates de meia distância. Mas já sobre os últimos 14 minutos, 10ª falta para o FC Porto, que levou Pau Bargallo para o livre direto. Contudo o catalão não conseguiu bater Nélson Filipe.

Estávamos próximos dos últimos 10 minutos de jogo quando o FC Porto, empurrado pelos seus adeptos no Municipal de Barcelos, tem uma consequência de remates perigosos que Egurrola foi resolvendo com maior ou menor dificuldade. Era um dos melhores períodos de jogo da equipa azul e branca perante um Barcelona que se mantinha, contudo, tranquilo no jogo.

A 7 minutos do fim, 10ª falta do Barcelona que levou o italiano Cocco para a marca de livre direto. Perante Egurrola, levou melhor o basco que representa o Barcelona. O FC Porto mantinha assim um péssimo registo nas bolas paradas.

Contudo a 6 minutos e 43 segundos, um jogada rápida do FC Porto com Hélder Nunes a conduzir, assistindo Rafa que colocou a bola no buraco da agulha, batendo Egurrola pela segunda vez! O FC Porto chegava assim ao 2-2, numa segunda parte fantástica de hóquei em Barcelos. Grande jogo entre Barcelona e FC Porto!

Giulio Cocco, a 5 minutos fim tem no stick o terceiro golo do Porto quando à boca da baliza não consegue bater Egurrola. Na jogada seguinte, Marc Gual faz o 2-3 para o Barcelona quebrando de imediato o ímpeto ganho pelo FC Porto no golo de Rafa. Seguia na frente o Barcelona.

Mas como não há duas sem três, Hélder Nunes, momentos depois, remata à baliza com a bola a desviar em Marc Gual e a fazer o empate para os dragões! 3-3 em Barcelos a 5 minutos do final da partida!

Entravamos assim nos 2 últimos minutos da partida com o resultado completamente incerto e com as equipas a praticarem agora um hóquei mais cauteloso pois um erro poderia ser fatal para o desfecho do jogo. Sentia-se já algum sabor a prolongamento em Barcelos o que, para quem assistia ao jogo, era a cereja no topo do bolo para este grande fim de semana em Barcelos!

Resultado final de 3-3 e a certeza de um prolongamento de grandes emoções em Barcelos!!

Chegava assim o prolongamento desta final, que se dividia em duas parte de 5 minutos sem qualquer regra ou condicionante adicional.

Entrou melhor o Porto na primeira parte do prolongamento com alguns remates na baliza do Barcelona mas que Egurrola foi defendendo sem dificuldade. Por outro lado o Barcelona ia tendo dificuldades em criar perigo. A 1 minuto do final deste primeiro tempo, grande penalidade a favorecer o FC Porto com Gonçalo Alves a ser chamado à marcação. Contudo, e no seguimento de toda a partida, voltou a vacilar a equipa portista nas bolas paradas.

Era o final deste primeiro tempo adicional com o FC Porto a criar mais perigo que o Barcelona e a falhar mais uma vez nas bolas paradas.

Esta segunda parte do prolongamento começou com um Barcelona mais acutilante mas com o FC Porto a conseguir repor o equilíbrio à medida que o tempo ia avançando. Chegava assim o final da partida e mantinha-se o 3-3! Chegam as grandes penalidades a Barcelos!

Aqui foram mais fortes os 'blaugranas' conquistando assim mais um troféu para o gigante espanhol! Gonçalo Alves e Hélder Nunes marcaram para o FC Porto.

O FC Barcelona vence o FC Porto na Taça Continental em Barcelos!

Parabéns para o Óquei de Barcelos pelas excelentes condições criadas em todo o evento!


HC MARCO VENCE MARÍTIMO!

HC Marco vence CS Marítimo por 2-6!

Mais uma vitória para as equipas do OK Porto nesta jornada! Na primeira deslocação da época, e logo à Madeira, o HC Marco alcançou a primeira vitória, vencendo o Marítimo por 2-6!

Integrado na Terceira Divisão, Zona A, os marcoenses entraram em grande no campeonato, conseguindo assim a primeira vitória e logo num terreno habitualmente complicado para as equipas que o visitam.

O HC Marco consegue assim a primeira vitória com golos de Francisco Vieira e Manuel Pinheiro enquanto Bruno Correia e Bruno Guimarães marcaram por duas vezes. João Gonçalves e Mário Brazão foram os autores dos golos para os madeirenses.

Com esta primeira vitória o HC Marca coloca-se já na linha da frente da tabela classificativa sendo que na próxima jornada recebe no seu pavilhão a equipa da ADB Campo. Já o Marítimo desloca-se até Viana para defrontar a ED Viana! 

Dados retirados de www.hoqueipatins.pt
 

ACD GULPILHARES VENCE ESCOLA LIVRE!

 ACD Gulpilhares vence Escola Livre por 3-6 na primeira jornada da Terceira Divisão!

Entrada com o pé direito da equipa do 'Gulpi' na nova época. Numa deslocação sempre complicada a Azeméis, o Gulpilhares venceu o Escola Livre por 3-6, naquele que é para já um dos jogos com mais golos esta jornada!

Em mais um jogo com a participação de uma equipa do OK Porto, o Gulpilhares venceu por 3-6, com golos de André Teixeira, Gonçalo Marques e com João Leandro Pires e Tiago Silva a apontarem dois golos cada. Para o Escola Livre marcaram Ricardo Bastos por duas vezes e Rui Pedro.

O nosso Gulpilhares consegue assim a primeira vitória na primeira jornada da Terceira Divisão Zona B, colando-se já ao topo da classificação. Na próxima jornada teremos já 'derbi' para o OK Porto com a recepção do 'Gulpi' ao Sobreira. Já o Escola Livre desloca-se ao 'Os 'Aguias'!

Parabéns pela vitória! 

Dados retirados de www.hoqueipatins.pt

SOBREIRA VENCE PESS. VOUGA!

Sobreira vence Pessegueiro Vouga por 3-0 no regresso do hóquei em patins!

Noite que ficará certamente na memória de todos os adeptos do Sobreira. Regresso do hóquei em patins ao clube e logo com uma vitória por 3-0! 

Em jogo a contar para o Campeonato Nacional da Terceira Divisão, Zona B, o Sobreira alcançou a primeira vitória frente à equipa do Pess. Vouga.

Com golos de Nuno Santos, marcou por duas vezes, e Nuno Silva, a equipa de Sobreira alcança assim a sua primeira vitória no regresso do hóquei à sua vila.

Na próxima jornada o Sobreira desloca-se a casa do ACD Gulpilhares, em Vila Nova de Gaia!

Dados retirados de www.hoqueipatins.pt

sábado, 29 de setembro de 2018

TAÇA CONTINENTAL - FC PORTO VENCE LLEIDA


FC Porto vence Lleida por 5-3 e é o primeiro finalista da Taça Continental!

FC Porto e Lleida é o primeiro jogo do fim de semana em Barcelos. Joga-se a Final Four da Taça Continental com os vencedores e vencidos da Liga Europeia e da Taça Cers.

O FC Porto iniciava a partida com Carles Grau, Telmo Pinto, Rafa, Gonçalo Alves e Hélder Nunes. Já o Lleida começava a partida com Lluis Tomas, Jordi Creus, Andreu Tomas, Joan Canellas e Bruno Di Benedetto. Os árbitros da partida eram os italianos Matteo Galoppi e Joseph Silecchia.

Começou melhor o FC Porto a colocar desde logo o guardião Tomas à prova. Alguns remates de meia distância iam criando mossa na defesa do Lleida que ainda assim foi resistindo à superioridade demonstrada pelo Porto nesta primeira fase da partida. O Lleida, apenas em contra-ataque criava perigo e foi Bruno Di Benedetto a criar a primeira ocasião de perigo com Carles Grau a responder com uma defesa atenta.

A 17 minutos do fim, insistência do Porto na área do Lleida a terminar com o golo de Rafa, fazendo assim o primeiro golo da Taça Continental. Saía na frente a equipa de Cabestany. Nesta fase o Lleida ia também acumulando algumas faltas, registando já 4 contra apenas uma do FC Porto.

A 14 minutos do final da primeira parte, Joan Canellas a ver o cartão azul, levando o FC Porto para a marca de livre direto. Hélder Nunes foi chamado a marcar e bateu o guardião Lluis Tomas, fazendo o 2-0 para os portugueses!

Ia tentando responder a equipa do Lleida sempre com o FC Porto por cima do jogo. Contudo, a 10 minutos do final, um remate fortíssimo de Roberto Di Benedetto a fazer o 2-1 para a equipa catalã. Grande golo do jogador francês, dando assim um outro animo a uma equipa que ia tendo algumas dificuldades em criar perigo nesta fase.

Após o golo do Lleida o jogo ficou mais equilibrado com as duas equipas a jogarem um hóquei mais rápido o que ia também criando alguns espaços para o contra-ataque. Nos catalães a entrada de Roberto Di Benedetto melhorou a qualidade da equipa, enquanto que no Porto, Reinaldo comandava agora a organização ofensiva dos azuis e brancos.

A 4 minutos do fim, falta não assinalada na saída de bola do FC Porto que o Lleida aproveita para ganhar vantagem e bater Carles Grau pela segunda vez. Era o 2-2 na partida assinado por Maximiliano Oruste. Chegava assim o empate em Barcelos numa altura em que o Lleida ia de facto fazendo por conseguir a igualdade.

A  2 minutos do final da primeira parte, grande oportunidade para Rafa, que à boca da baliza permitiu a defesa de Lluis Tomas. O Porto parecia acordar nestes minutos finais mas o Lleida ia contudo criando muito perigo e colocando Carles Grau em sentido.

Chegava o intervalo da partida em Barcelos com FC Porto e Lleida empatados 2-2. Num jogo em que o Porto começou melhor, o Lleida acabou por subir de rendimento no jogo, conseguindo mesmo reduzir para o empate. Em falta, também havia equilíbrio, com o Porto a registar 7 e o Lleida 6.

Regressavam as equipas para a segunda parte com o FC Porto a surgir com Grau, Hélder Nunes, Rafa, Gonçalo Alves e Reinaldo Garcia. Já o Lleida apresentava Tomas, Creus, Bruno Di Benedetto, Andreu e Canellas.

Aos 5 minutos da segunda parte, o FC Porto chega ao 3-2 com um remate de meia distância de Gonçalo Alves que Hélder Nunes, na frente de Lluis Tomas, conseguiu desviar fazendo assim o terceiro da tarde para o Porto. Praticamente na jogada seguinte, Rafa, frente a frente com Tomas, a não conseguir bater o guardião espanhol. Arrancava assim melhor o FC Porto para esta fase final da partida em Barcelos.

O jogo continuyava a ser extremamente competitivo, equilibrado e acima de tudo bastante rápido. O Lleida estava numa fase de maior posse de bola mas sem criar muito perigo para Grau enquanto o FC Porto explorava o contra-ataque. Numa dessas oportunidades, Rafa, com uma jogada técnica fantástica, decide partir para cima da defesa catalã e acaba por fazer o 4-2 para o FC Porto. A equipa de Cabestany passava assim por um bom momento do jogo enquanto Albert Folguera, treinador do Lleida tentava perceber qual a melhor reação para a sua equipa.

A 13 minutos do fim, Maximiliano Oruste decide responder a Rafa e faz um golo monumental em BArcelos. Jogada que os portistas pedem falta, Oruste fica no frente a frente com Gray e com um gesto técnico fantástico faz o 4-3 para o Lleida!

30 segundos depois, uma falta sobre Gonçalo Alves, o FC Porto tem lugar a um livre direto devido à 10ª falta dos catalães. Chamado à conversão, o italiano Cocco, não consegue fazer o golo, perdendo-se assim uma excelente oportunidade de golo para os dragões.

Estavamos com 7 minutos para o final da partida com o Lleida a tentar reagir à desvantagem. O FC Porto ia também procurando novo golo e Rafa, que havia acabado de entrar para o lugar de Poka, bate Lluis Tomas para fazer o 5-3 para o Porto. Resultado que se ajustava ao que se ia passando no ringue, apesar do excelente desempenho do Lleida. Grande jogo em Barcelos.

Quando o cronómetro marcava 5 minutos para o final, 10ª falta do FC Porto, com o Lleida a ter nova oportunidade para chegar próximo do FC Porto. Livre direto desperdiçado por Maxi Oruste com Carles Grau a fazer uma grande defesa. Mantinha-se assim o resultado em 5-3 para o Porto.

A 2 minutos do final do jogo, o Lleida tentava reagir à desvantagem mas jogava já mais com o coração do que com a qualidade que apresentou durante todo o jogo. Andreu era por esta altura o jogador que mais perigo criava junto da baliza de Carles Grau. Nesta fase o FC Porto procurava gerir a posse de bola e o tempo de ataque.

A 1 minuto do final Roberto di Benedetto falha um livre direto, pela 15ª falta do FC Porto. Mais uma excelente intervenção de Carles Grau.

Chegava assim o final da partida com o FC Porto a vencer por 5-3 o Lleida, sendo o primeiro finalista da Taça Continental. O melhor em campo para o OK Porto foi, do lado do FC Porto, Rafa e do lado do Lleida, Roberto di Benedetto!

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

TERCEIRA DIVISÃO ZONA B - O HÓQUEI ESTÁ DE VOLTA!


Terceira Divisão - Zona B - O Hóquei está de volta!!

Seguimos agora para a primeira jornada da Zona B desta Terceira Divisão. No próximo Domingo, Sobreira, Gulpilhares e Paço de Rei dão os primeiros passos no ringue para a nova época!

Numa divisão com apenas três representantes das equipas do OK Porto, começamos pelo regresso da Sobreira aos grandes momentos. O encontro da primeira jornada está marcado para o próximo Domingo, na recepção ao ACRPV. Será certamente um momento alto e aguardo com grande expectativa por todos os adeptos da Sobreira.

Já a equipa do Gulpilhares desloca-se ao Escola Livre Azeméis, um terreno habitualmente difícil para quem o visita. Depois de não ter conseguido a manutenção na Segunda Divisão, o 'Gulpi' renasce nesta pré-época com uma aposta clara num plantel com qualidade e acima de tudo com vontade de voltar a sorrir!

Já o Paço de Rei apadrinha também a estreia de uma outra equipa, o SC Leiria Marrazes. Será o regresso do hóquei ao Paço de Rei que tem feito épocas tranquilas e, à partida, o objetivo deste ano passará pelos mesmos moldes.

Desejo assim um grande começo e um grande ano para as nossas equipas! Vamos a eles!

TERCEIRA DIVISÃO ZONA A - A BOLA VAI GIRAR ESTE DOMINGO


Terceira Divisão - Zona A - A bola vai girar no próximo Domingo!

As emoções do hóquei em patins estão de regresso à Terceira Divisão! Este Domingo, tem início a época oficial dos campeonatos nacionais.

Na Terceira Divisão A são diversas as nossas equipas. Olá Mouriz, Santa Cruz, Fânzeres, Académico, Valongo B e HC Marco, vão dar os primeiros passos para uma época em que parte com naturais ambições para alcançar o melhor lugar possível.

Para este Domingo temos agendado o primeiro jogo entre equipas do OK Porto, e que irá opor o Olá Mouriz ao Santa Cruz. Jogo de cariz especial para os matosinhenses, que vêm assim o regresso da modalidade aos seus quadros. O adversário é o Olá Mouriz, equipa que se mantém com bases muitos sólidas nos campeonatos nacionais.

O GDC Fânzeres por outro lado receberá no seu pavilhão o HC Fão, numa época que o Fânzeres fez alguns ajustes na sua equipa com ambições claras a fazer frente a todas as equipas. Do outro lado está uma equipa que chega a esta Terceira Divisão depois de ficar no 14º lugar da Segunda Divisão, o que trará maiores responsabilidades para este jogo.

Já o Académico, histórico clube da cidade do Porto, receberá a sempre forte e complicada equipa do CART. Será um jogo entre dois velhos conhecidos e certamente um dos jogos mais interessantes desta primeira jornada. Depois das boas prestações na pré-época, o Académico verá a bola a rolar novamente no Lima.

Teremos também uma estreia para a equipa da AD Valongo. Com a sua principal equipa a disputar outros voos bem altos na Primeira Divisão, é criada aqui uma equipa B para servir como complemente à reconhecida formação da equipa de Valongo. O ADB Campo será o anfitrião para esta estreia!

O HC Marco terá a sua primeira viagem longa, neste caso até à ilha da Madeira. O adversário é o Marítimo e os marcoenses terão aqui o primeiro grande teste depois de terem ficado na última posição da Segunda Divisão Zona Norte. O HC Marco será certamente uma das equipas com aspirações a obter uma posição de destaque nesta divisão!

Votos de uma excelente época para as nossas equipas! Vamos a eles!

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

EUROCKEY CUP - HC PENAFIEL E AD VALONGO CONHECEM ADVERSÁRIOS


Eurockey Cup - HC Penafiel e AD Valongo conhecem adversários!

Está feito o sorteio para a Eurockey Cup! A competição de Sub-17 é um dos torneios de formação com mais valor no mundo do hóquei em patins. E como não poderia deixar de ser, Portugal está representado por 4 equipas, sendo duas delas os nossos HC Penafiel e a AD Valongo!

A equipa da AD Valongo ficou no Grupo B e vai ter como adversários o Uttigen da Suíça, Caldes de Espanha e o Biarritz de França.

Já o HC Penafiel tem pela frente o Igualada de Espanha, o Cronenberg da Alemanha e o Bassano, histórico clube italiano.

Recordo que nesta competição os dois primeiros classificados serão encaminhados para as eliminatórias finais enquanto as restantes equipas irão jogar para a atribuição de lugares, desde a 9ª posição até à 16ª.

De 4 a 7 de Outubro, em Blanes, na região de Girona em Espanha, para além de HC Penafiel e AD Valongo, também o Sporting e o Benfica estarão a representar o nosso país!

Vamos a eles rapazes!

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

LAVROQUÍADA - CRPF LAVRA NA ROTA DA PRÉ-ÉPOCA


Lavroquíada de regresso a Lavra!

Aí está mais um torneio de referência da pré-época! O CRPF Lavra recebe no seu pavilhão as equipas do HC Braga, Riba D'Ave e do CD Póvoa para mais um grande torneio. Nos outros escalões, HC Marco e Cucujães são também convidados de honra!

Olhemos então aos jogos agendados para o escalão de séniores. Para além do Lavra, também o Póvoa estará presente neste torneio, sendo que as duas equipas serão adversárias na Segunda Divisão Zona Norte. Já o Riba D'Ave e o HC Braga deslocam-se a Lavra para preparar a participação na Primeira Divisão do nosso campeonato nacional.

Aqui fica uma análise ao momento das equipas desejando desde já a todas um excelente torneio!


Este será o primeiro torneio da pré-época para o CRPF Lavra. Com uma mudança na direcção técnica, a equipa do Prof. Jorge Lopes encara este torneio com grande responsabilidade e com a vontade de começar a entrar na linha das ideias do seu novo técnico. Campeão na série A da Terceira Divisão, o Lavra acabou por ser 2º classificado na fase de apuramento do Campeão da Terceira Divisão.

Mais do que o excelente resultado, em Lava festejou-se algo que há muito se esperava, o regresso à Segunda Divisão. Nesta Lavroquíada, a equipa da casa irá defrontar o CD Póvoa, equipa que irá competir na mesma zona da Segunda Divisão.

Será por isso a primeira oportunidade para os atletas do Lavra ganharem ritmo de pré-competição para as batalhas que se avizinham.


O CD Póvoa chega a Lavra já com a pré-época em perfeito andamento e para já com resultados positivos. No último fim de semana, no Torneio Internacional Asturhockey, os poveiros ficaram num interessante 2º lugar, perdendo a final para o Biarritz, equipa francesa que foi também convidada pelo Asturhockey.

O Póvoa foi 10º classificado na última edição da Segunda Divisão, ficando a apenas 4 pontos do HC Marco, primeira equipa na linha de água. Para o Póvoa, o grande incentivo será fazer uma época bem mais tranquila, e aproveitar a boa prestação nesta pré-temporada para criar bases para um início de época onde todos esperam uma Segunda Divisão extremamente competitiva.

O Póvoa será assim adversário do Lavra, em jogo agendado para as 20h de Sábado.


No outro jogo desta Lavroquíada, teremos o HC Braga a defrontar o Riba D'Ave, num duelo de equipas da Primeira Divisão.

O HC Braga tem feito até ao momento uma pré-época com resultados muito positivos e com exibições constante de grande qualidade. Dentro destes resultados salta à vista o 3º lugar alcançado no Torneio Internacional da Maia, onde estiveram em bom plano.

Na temporada anterior, foi apenas na última jornada que os minhotos se conseguiram manter na principal liga portuguesa e certamente que é a partir daqui que esta pré-época está a ser construída. O Braga pretende uma época bem mais tranquila e certamente que os resultados desta fase deixam a equipa com bons presságios para o que aí vem.


Por último, mas não menos importante, temos a equipa do Riba D'Ave. Com jogo agendado frente ao HC Braga para o próximo Sábado pelas 18h, a equipa também minhota terá aqui um grande desafio para dar seguimento a uma pré-época recheada de jogos.

Depois da participação no Torneio Cidade da Maia onde conseguiram o 5º lugar, chegam a Lavra com a vitória na sua casa, uma vez que venceram o Limianos na Final do Torneio Cidade de Famalicão.

Com um trajecto fantástico na época anterior, onde para além do primeiro lugar e consequente subida de divisão, conseguiram chegar à Final a Quatro da Taça de Portugal, a equipa do Riba D'Ave sabe que os desafios que terão na Primeira Divisão serão duros e de grande esforço.

Será por isso uma nova oportunidade para Hugo Azevedo e companhia prepararem o regresso ao principal campeonato português!

Bruno Machado - OK Porto

domingo, 23 de setembro de 2018

CD PÓVOA REGRESSA DAS ASTÚRIAS COM UM 2º LUGAR!


CD Póvoa alcança o segundo lugar no Torneio Internacional Asturhockey! 

Excelente torneio do CD Póvoa nas Astúrias! A servir de preparação para o Campeonato Nacional da Segunda Divisão, o Póvoa deslocou-se até às Astúrias, em Espanha, para participar no II Torneio Internacional Asturhockey!

Durante todo o fim de semana, o Póvoa conseguiu resultados importantes. Primeiro com uma vitória sobre uma selecção do País Basco por 7-3, com golos de Cris, que marcou por 4 vezes, com Kiko, Viti e Rocha a fazerem um golo cada.

Seguiu-se novo jogo frente ao Dominicus, equipa galega, que os poveiros empataram a 5 golos. Para o Póvoa marcaram Dias e Cris por duas vezes e um golo de Cris. Este resultado permitia a passagem para a final do torneio!

Já na final a equipa do Póvoa defrontou o Biarritz, equipa francesa, que acabou por provocar a primeira derrota do Póvoa no torneio. 4-5 para os franceses foi o resultado final com os golos do Póvoa a serem apontados por Kiko, Viti, Cris e Gabi.

Fica assim uma imagem positiva nas Astúrias, não só do hóquei português, mas também do Póvoa!

Parabéns pela participação!

Fonte: Facebook CD Póvoa Hóquei em Patins

TORNEIO CIDADE DE VALONGO - FC PORTO VENCE VALONGO NA FINAL


FC Porto vence Valongo na final do Torneio Cidade de Valongo! 

Está concluída mais uma edição do Torneio Cidade de Valongo. Num dos torneios de referência da pré-época do hóquei português, o torneio organizado pela AD Valongo vai já na sua 13ª edição.

Durante os dias 21 e 22 de Setembro, a AD Valongo recebeu no 'San Siro' o HC Turquel, FC Porto e a AD Sanjoanense, num torneio que, devido aos seus intervenientes, prometia grande espectáculo.

Na sexta-feira, a AD Valongo venceu Sanjoanense por 8-4 enquanto o FC Porto bateu o Turquel por 6-1. As nossas duas equipas qualificavam-se assim para a Final de sábado, naquele que é já um dos clássicos do hóquei português.

Na tarde de sábado, o Turquel venceu a Sanjoanense por 4-2, conquistando assim o 3º lugar do torneio. Já o FC Porto, na final, venceu a eAD Valongo por 5-1, chegando assim à vitória final da 13ª edição do Torneio Cidade de Valongo.

FC Porto e Valongo prepararam assim a sua participação na primeira divisão portuguesa, o mesmo acontecendo com o Turquel. Já a Sanjoanense prepara nesta pré-época o início da Segunda Divisão Nacional.

Depois da vitória no Torneio Cidade da Maia, o FC Porto vencia assim o Torneio Cidade de Valongo, em preparação para a participação na Taça Continental, onde vai defrontar o Lleida, de Espanha, no próximo sábado.

Parabéns à AD Valongo por mais um excelente torneio!

Fonte: Facebook AD Valongo

TORNEIO ASTURHOCKEY - INFANTE SAGRES (FEMININO) CONQUISTA 2º LUGAR


'Infantas' conquistam 2º lugar nas Astúrias!

A equipa de seniores femininos do Infante Sagres conquistou o segundo lugar no II Torneio Internacional Asturhockey!

Num fim de semana cheio de hóquei em patins nas Astúrias, a equipa do Infante Sagres chega à decisão do torneio depois de baterem o Compostela por 8-3 e averbando uma derrota frente ao Asturhockey por 5-3. No outro jogo, o Astuhockey venceu o Compostela por 4-3, conquistando assim o Torneio Internancional do Asturhockey.

Este torneio serviu de preparação para o Infante Sagres, que jogará no Campeonato Nacional da Primeira Divisão de Seniores Femininos!

Parabéns pela prestação!

Fonte: Facebook Infante Sagres

sábado, 22 de setembro de 2018

EUROPEU SUB-20 - PORTUGAL VENCE ALEMANHA E CONQUISTA O 3º LUGAR NO EUROPEU DE VIANA


Portugal vence Alemanha por 7-2 e conquista o 3º lugar no Europeu de Viana!

Depois da derrota do dia de ontem frente à Espanha, que ditou também o afastamento da final deste Europeu, Portugal entrava para este jogo com a vontade de chegar ao 3º lugar do torneio. Já a Alemanha vinha de uma derrota com a Itália.

Com Bernardo, Trabulo, João Lima, Tomás Pereira e Carlos Ramos de inicio, Portugal procurava conquistar a vitória frente à Alemanha que alinhava com Jonas, Max Thiel, Alexander Ober, Colin Jachtmann e Aaron Borkei. Hugo Santos era o grande ausente, ficando de fora das escolhas do treinador Nuno Ferrão.

Como se esperava a partida começou muito equilibrada com a Alemanha a ser mais rápida do que a nossa selecção nos primeiros instantes. Portugal ia no entanto respondendo, ainda que, durante os primeiros 5 minutos, não tenhamos assistido a qualquer oportunidade de golo.

A 19 minutos do final da primeira parte, Tomás Pereira é chamado à conversão de uma penalidade, batendo assim directo para o fundo da baliza de Jonas Langenohl fazendo o 1-0 para Portugal!

Portugal ia nesta fase fazendo uma correta circulação da bola, mantendo a posse de bola mas ainda assim sem criar situações de finalização. Do lado da Alemanha, velocidade na saída para o ataque e a tentativa de jogar e manter a posse de bola na zona defensiva portuguesa. Os alemães mantinham-se assim aquilo que foram ao longo de todo o torneio. Coesos defensivamente, arriscando a posse de bola sem receio e rematando, muito, provavelmente naquele que será o grande handicap desta selecção.

A 10 minutos do final da primeira parte, mantinha-se o 1-0 para os portugueses, numa partida muito dividida e escassa em oportunidades de golo. Portugal ia, de longe a longe criando perigo para a baliza alemã enquanto Bernardo tinha até aqui uma tarde tranquila no que a defesas diz respeito.

A Alemanha ia ganhando confiança nesta fase, começando a criar mais perigo junto da baliza de Bernardo. Alguns contra-ataques bem conseguidos e que foram resultando em remates, ainda que sem perigo. Do lado português mantinha-se a toada calma na saída para o ataque, mantendo-se aí a posse de bola criando, aqui e ali, alguns lances de perigo para Jonas.

Nos últimos 5 minutos desta primeira metade do jogo, destaque para o enorme incentivo vindo do banco alemão para os atletas no ringue. Perante a boa qualidade de jogo apresentada pela Alemanha, todo o banco de suplente dava continuidade a um incentivo visível do seu treinador Tobias Wahlen.

Chegava assim ao fim a primeira parte com 1-0 para Portugal, valendo assim o golo de Tomás Pereira de grande penalidade. Destaque para a qualidade apresentada pela Alemanha que ia para o descanso com um sabor amargo pela derrota no primeiro tempo.

Portugal voltava para a segunda parte com Alejandro Edo, João Lima, João Melo, Tomás Pereira e António Trabulo. A Alemanha chegava com Jonas, Aaron Borkei, Nils Koch, Alexander Ober e Max Thiel.

Início de segunda parte com Portugal a entrar melhor, jogando com mais velocidade e com trocas constantes entre os seu jogadores. Pernate esta situação a Alemanha tinha agora mais dificuldades em saír para o ataque, dada a pressão portuguesa.

A 20 minutos do final da partida, remate de meia distância de Alexander Ober a bater o recém entrada Alejandro Edo, fazendo a igualdade. Portugal era superior nesta altura mas a Alemanha acaba por empatar com um golo de meia distância.

Apenas 2 minutos depois, e já com o jogo bastante partido com as equipas a cederem muitos contra-ataques, Gonçalo Neto com um grande remate de meia distância faz o 2-1 para Portugal. Ainda se festejava no Monserrate quando João Lima faz o 3-1, dando assim valor ao bom início de segunda parte da nossa selecção. Estávamos assim a 18 minutos do final da partida.

Pouco depois, numa bonita jogada individual, Gonçalo Neto bisava na partida, fazendo assim o 4-1 para Portugal. Portugal criava assim uma diferença de 3 golos para os alemães, que pareciam não esperar esta forte reação portuguesa, depois de uma primeira parte mais apagada.

A 7 minutos do fim, cartão azul para Portugal. Carlos Ramos era assim excluído situação que levou Max Thiel a bater Alejandro Edo através de livre directo. Muito bem executada esta bola parada, plena de oportunidade e técnica para o número 9 alemão. Estava feito 4-2 na partida.

Entravamos assim nos últimos 5 minutos da partida quando João Lima, numa rápida jogada seguida de um remate forte bateu Jonas fazendo o 5-2 para Portugal. Estávamos nesta altura assistir a uma forte reacção alemã, mas Portugal mantinha-se sereno na partida criando também perigo na baliza adversária.

Já dentro do último minuto de jogo, jogada de recuperação de bola de Portugal, que terminou numa bela finalização de António Trabulo. Portugal fazia assim o 6-2, apesar da forte réplica alemã. Até ao final, ainda houve tempo para o 7-2, com Tomás Pereira a fazer o último golo da partida.

Portugal vencia assim a Alemanha por 7-2, onde após uma primeira parte apática, os jovens portugueses demonstraram o seu valor com uma segunda parte excelente. Do lado da Alemanha, destaque para o excelente torneio que realizaram, que ficou também demonstrado neste último jogo. Portugal conquista assim o 3º lugar, ficando a Alemanha com o 4º posto.

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

EUROPEU SUB-20 - PORTUGAL NÃO CONSEGUE A VITÓRIA FRENTE À ESPANHA


Portugal perde com a Espanha por 2-5 e está afastado da final do Europeu de Sub-20

1,2,3 e golo! Hugo Santos começava assim uma partida que se queria de coragem, acreditar, e acima de tudo sonhar com uma missão complicada mas longe de ser impossível para os jovens portugueses. Eram apenas 30 os segundos decorridos quando Hugo Santos bateu Pol Ferrer, guardião espanhol.

Melhor inicio era impossível, colocando Portugal uma boa dose de pressão sobre o lado espanhol. Sucederam-se alguns lances de pressão portuguesa enquanto a Espanha tentava reagir à força portuguesa e também à força do Pavilhão Monserrate.

Com Bernardo Mendes, Tomás, Trabulo, Hugo Santos  e João Lima de inicio, Portugal jogava com uma vontade muito contagiante. Do lado espanhol, Pol Ferrer, Aleix, Alejandro Joseph, Pol Manrubia e Luis Ricart procuravam assentar o jogo e incomodar Portugal. 

A 18:52 do final da primeira parte, a selecção espanhola faz o empate. 1-1 no marcador com Alejandro Joseph a criar o primeiro momento de silêncio em Viana. Por outro lado, os adeptos espanhóis faziam a festa, cientes da importância de responder ao golo de Portugal.

A 14:08 do final da primeira parte, um lance de infelicidade para Portugal. Luis Ricart faz um passe para o centro da área portuguesa, batendo a bola no patim da defesa lusa, fazendo o 1-2 para a Espanha. Quando ainda se digeria o golo, a Espanha não adormecia e faz de imediato o 1-3 com um golo de Pol Manrubia. A 13:58 do final do primeiro tempo, Portugal via o seu excelente início caír perante a resposta espanhola.

A 11:26 do fim do primeiro tempo, Pol Molas falha uma grande penalidade, com Bernardo Mendes a fazer uma excelente defesa. No minuto seguinte, cartão azul para João Lima, o que levava a Espanha novamente para uma situação de bola parada. Pol Manrubia tenta bater Bernardo com um excelente gesto técnico ao qual jovem português respondeu com a defesa. Ficava assim a Espanha a jogar com vantagem numérica durante 2 minutos. 

Portugal aguentava a pressão espanhola em vantagem numérica acabado por conseguir manter a sua baliza intacta neste período. Por outro lado, numa fase em que os nossos rapazes acumulavam já muitas falta (7), João Lima renasce o Monserrate com o 2-3 para Portugal! Nova explosão de alegria em Viana!

A 6 minutos do final, um lance de recuperação de bola de Hugo Santos, que se isola perante Pol Ferrer, mas o guardião espanhol a levar a melhor! Grande momento de hóquei em Viana!

Depois de nos últimos 2 minutos da primeira parte Portugal pressionar os espanhóis com remates e lances perigosos, a 42 segundos do fim, Alejandro Joseph, num lance individual sensacional, bater Bernanrdo para fazer o 2-4. Com este resultado chegava também o intervalo da partida com a selecção portuguesa a ter uma missão complicada pela frente.

Chegava a segunda parte com Bernardo, Hugo Santos, Carlos Ramos, João Lima e Trabulo a iniciar do lado de Portugal com a Espanha a chegar com Pol Ferrer, Alejandro Joseph, Pol Manrubia, Luis Ricart e Aleix Domenech.

Começam a alto ritmo as duas equipas, com diversos remates em ambas as balizas, tendo mesmo Aleix Domenech enviado uma bola ao ferro da baliza de Bernardo. Grande inicio de segunda parte para as duas seleções, que não se escondiam da importância do jogo.

A 22:16, Portugal chega à 10ª falta, levando Alejandro Joseph para o livre direto. Apesar da capacidade técnica do espanhol, Bernardo correspondeu com mais uma excelente defesa!

A 16:37 do fina da partida, grande penalidade para Portugal com Tomás a ser chamado à conversão. Remate forte do jovem português com Pol Ferrer a corresponder com uma grande defesa. Festejos espanhóis rodeando o seu 'redes' cientes da importância de não sofrer um golo numa fase em que Portugal criava perigo.

A Espanha geria o jogo com grande consciência e até alguma tranquilidade, tentando esgotar o máximo possível o seu tempo de posse de bola. A serenidade espanhola ia também sendo demonstrada no seu número de falta, com apenas 6 a 14 minutos do final da partida.

A Espanha progredia com contra ataques rápidos, que iam sendo parados eficazmente por Bernardo. Boa exibição do guardião português até ao momento. A 9 minutos do fim, o jogo passava por uma fase de grande equilíbrio, com as duas selecções a jogarem de forma calculada e em posse de bola. Contudo, a 8 minutos do fim, a Espanha chega aos 2-5, com um golo de Aleix Domenech.

Numa altura em que se sentia já algum desalento nos atletas portugueses, um cartão azul a João Lima, levou Miquel Grau para o livre directo, não conseguindo bater Bernardo Mendes. A Espanha ficava assim a jogar com mais um elemento em campo durante o 2 minutos seguintes.

A 5 minutos do fim, a Espanha mantinha o controlo total sobre o jogo, deixando Portugal jogar no seu meio campo mas sem permitir remates aos portugueses. Era uma fase em que a Espanha dava a iniciativa a Portugal, controlando muito bem o momento do jogo, jogando aquilo que tinha de jogar neste momento. Durante este tempo, Hugo Santos acaba por abandonar a pista, devido a ter sido tocado na face por um stick dos jogadores espanhóis.

A 2 minutos do final chegava a 15ª falta para Portugal, com Roc Pujadas a ser chamado à conversão do livre direto. Perante Bernanrdo Mendes, o espanhol não conseguiu bater o guardião português que defendia assim mais uma bola parada.

Até ao final da partida a registar apenas um remate de Portugal ao travessão da baliza espanhola, numa altura em que já se faziam ouvir os adeptos espanhóis a cantar no Pavilhão de Monserrate.

Vitória para a Espanha por 2-5 frente a Portugal, ficando assim a final deste Europeu marcada entre espanhóis e italianos. Já Portugal mede forças, amanha, frente à Alemanha, no jogo de atribuição do 3º e 4º lugar. Encontro marcado para as 19h.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

INFANTE (FEMININO) E POVOA (MASCULINO) EM TORNEIO NAS ASTÚRIAS


Infante Sagres e CD Póvoa em torneio nas Astúrias!

No próximo fim de semana a equipa sénior feminina do Infante Sagres e a equipa sénior masculina do Póvoa irão participar no II Torneio Internacional Asturhockey!

As duas equipas serão os representantes portugueses do torneio onde participam também o Asturhockey, Compostela, Patinalon, Biarritz de França, Dominicos e a Seleção do País Basco.

Será por isso um fim de semana rechegado de hóquei no Municipal de Grao e será a oportunidades para as equipas portugueses darem continuidade à sua pré-época.

Para o Infante Sagres será a preparação para o Campeonato Nacional Feminino enquanto que para o Póvoa será a preparação para a Segunda Divisão Norte Masculina!

TORNEIO INTERNACIONAL CIDADE DO PORTO - INFANTE TERMINA EM 4º - OLIVEIRENSE VENCE


Infante Sagres termina no 4º Lugar!

Terminou no dia de ontem mais uma edição do Torneio Internacional Cidade do Porto! Depois de no primeiro dia a Oliveirense e Sporting terem vencido Diessbach e Infante respetivamente, chegava a hora dos jogos finais.

No primeiro jogo da noite o Infante Sagres, clube organizador, perdeu frente à equipa do Diessbach por 5-7, ficando assim no 4º posto do torneio, deixando o Diessback no 3º lugar do pódio.

Já no outro jogo esperava-se um grande confronto entre dois candidatos ao título nacional português e as equipas não defraudaram expectativas. Viria a ser a Oliveirense a vencer o Sporting por 3-2, conquistando assim a edição de 2018 do Torneio Internancional do Porto, um evento que é já um marco no panorama de pré-época em Portugal.

Começou melhor o Sporting com um golo de João Pinto, respondendo a equipa de Oliveira de Azeméis com golos de Pedro Moreira e Pablo Cancela por duas vezes. O reforço Raul Marin reduziu para o Sporting, fixando o resultado final em 3-2 para a Oliveirense.

Relativamente ao Infante Sagres, depois da boa participação no Torneio Cidade da Maia, teve aqui mais dois grandes testes na preparação para a Segunda Divisão Zona Norte. Perante o Sporting e o Diessbach, os portuenses tiveram a oportunidade de continuar o progresso na pré-época depois de defrontarem Riba D'Ave, FC Porto e HC Braga na Maia.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

EUROPEU SUB-20 - PORTUGAL PERDE COM ITÁLIA


Portugal perde com Itália por 2-6.

Aos terceiro dia da competição chegava o jogo mais complicado para a seleção portuguesa. E com as dificuldades chegava também a primeira derrota para a equipa nacional.

Foi uma primeira parte muito bem conseguida por parte dos italianos, apoiados num esforço de toda a equipa na zona defensiva e a criação de oportunidades de golo de forma rápida e simples. A Itália foi ligeiramente melhor na primeira parte, e o golo de David Nadini veio dar alguma expressão ao excelente jogo que os italianos fizeram na primeira parte.

Com algumas dificuldades na construção do jogo, Portugal não conseguiu ser igual a si próprio em grande parte do primeiro tempo. Dificuldades em criar lances de finalização e, quando criava, esbarrava na muralha italiana.

Edo foi ainda salvando Portugal em algumas situações e, do outro lado, um impressionante Stefano Zampoli que fez uma excelente exibição. Diversas defesas ao longo da primeira parte, nomeadamente as duas bolas paradas negadas a Tomás Pereira e Hugo Santos.

Portugal foi tentando mas esbarrou sempre numa forte equipa italiana, num jogo que estava a ser, até ao momento, fantástico, com bolas na trave, excelentes defesas, bons pormenores técnicos e um jogo rico em termos táticos. Ao intervalo prevalecia o 0-1 para os italianos.

Ora o segundo tempo não poderia ter começado de pior forma. O mesmo David Nadini, num remate forte, colocou a bola no buraco da agulha, não permitindo a defesa a Edo. Era o 0-2 para a Itália.

Checco Compagno, poucos minutos depois, chegava a uma recarga de um remate de Ehimi, fazendo assim o 0-3 de uma assentada. Portugal parecia ter deixado a cabeça no balneário.

A 17 minutos do fim, 10ª falta de Portugal dando a possibilidade do capitão Checco bater Edo. O italiano não vacilou e usando de uma aprumada técnica bateu Edo mostrando uma enorme experiência e tranquilidade na frente do jovem português. Era o 0-4 para Itália.

Com 13 minutos para jogar e após alguma insistência de Portugal com alguns remates, Matteo Galimberti faz, com alguma sorte, o 0-5 para os italianos, demonstrando uma grande fiabilidade na hora do remate. Por outro lado Portugal ia demonstrando desacerto na finalização.

Tomás Pereira, a 7 minutos do fim, volta a falhar uma penalidade para Portugal com o guarda-redes italiano a defender novamente. Zampoli continuava assim a realizar uma exibição muito positiva e interessante. Os jovens portugueses, apesar de continuarem a tentar chegar ao golo, mantinham dificuldades na clarividência que colocavam no seu jogo.

Hugo Santos reagiu a esta penalidade falhada com o primeiro golo para Portugal com uma picadinha fantástica a demonstrar bem a sua qualidade técnica na hora da finalização. Era o 1-5 na partida. João Maló, no lance seguinte, enviada nova bola ao ferro da baliza italiana. Faltavam  assim cerca de 5 minutos para o final da partida.

Por esta altura Portugal tinha cerca de 100 ataques e 90 remates, que resultavam apenas em um golo, o que demonstram bem o desacerto na finalização e a qualidade do 'redes' italiano! Peter Ehimi, a 1 minuto do fim, fez o 1-6 para os italianos, respondendo Trabulo a 15 segundos do fim com o 2-6 resultado com que chegava ao final a partida.

Foi um jogo complicado para Portugal, que via assim a Itália e Espanha fugirem na classificação. Faltam mais acerto na finalização, num jogo onde não podemos apontar nada em termos de esforço e dedicação aos jovens portugueses.

Amanha Portugal defronta a Suíça enquanto a Itália jogará com a Espanha. O jogo da seleção portuguesa tem início para as 21h

HC MAIA E HC SANTA CRUZ EM EXIBIÇÃO NO TORNEIO CIDADE DE ALBERGARIA


HC Maia e HC Santa Cruz participam no torneio Cidade de Albergaria!

Aí está mais um torneio de pré-época com uma nova oportunidade de vermos duas equipas das nossas em ação! HC Maia e HC Santa Cruz deslocam-se até Albergaria para o Torneio Cidade de Albergaria!

Com organização do Clube de Albergaria, Maia e Santa Cruz irão defrontar AA Espinho e AD Sanjoanense.

A particularidade deste torneio passa pelo seu início e fim no mesmo dia, 6 de Outubro, e colocará frente a frente equipas que irão competir no mesmo escalão. Maia, Espinho e Sanjoanense serão adversários na Zona Norte da 2ª Divisão enquanto que o Santa Cruz irá aproveitar o torneio para limar as arestas do stick para a participação na Terceira Divisão.

Será também a oportunidade para o Clube de albergaria dar a conhecer aos seus adeptos os seus escalões de formação e também de patinagem artística!

HC SANTA CRUZ NO TORNEIO ROLLING MASTER NA CORUNHA


Veteranos do HC Santa Cruz a rolar na Galiza!! 

É já este fim de semana que a equipa de veteranos do HC Santa Cruz irá participar no Torneio Internacional Rolling Master na Corunha!

Para além do conjunto de Matosinhos, estarão também presentes o Liceo da Corunha, Escola Lubians, Patin Alcala, Noia e Oleiros!

No Pavilhão de Monte Alto na Corunha, o HC Santa Cruz terá oportunidade de participar em mais um grande convívio, fator que habitualmente carateriza os torneios de Veteranos no Hóquei em Patins.

Durante o dia 22 e 23 de Setembro as equipas tentarão assim chegar à final deste torneio, que conta com o Santa Cruz como único representante português!


terça-feira, 18 de setembro de 2018

EUROPEU SUB-20 - PORTUGAL VENCE INGLATERRA






Portugal vence Inglaterra por 17-0 no segundo dia do Europeu de Viana!

Portugal conseguiu hoje nova vitória no Europeu depois de golear a Inglaterra por 17-0 . Depois de um inicio onde os ingleses ainda foram resistindo, Portugal foi aos poucos quebrando as resistências que iam sobrando da Inglaterra.

Portugal demorou a fazer o primeiro golo, que surgiu apenas aos treze minutos por Carlos Ramos. Contudo, após este golo, sentiu-se um total desmoronar da resistência inglesa, que permitiu um avolumar do resultado para a seleção nacional.

No final da primeira parte, Portugal vencia por 5-0. Para além do já referido golo de Carlos Ramos, Frederico Neves, Gonçalo Neto, novamente Carlos Ramos e João Maló deram expressão a um resultado para o qual os nossos rapazes tiveram de trabalhar.

A segunda parte foi no entanto contundente e recheada de golos. Portugal assumiu completamente o acerto no remate e levou o resultado para volumes impressionantes.

Foram, nada mais nada menos, doze os golos que tivemos no segundo tempo. Novamente com a alteração na nossa baliza, entrando Edo para o lugar de Bernardo, Portugal chegou a esta grande vantagem com dois golos de Hugo Santos, dois de Trabulo, um para Tomás Pereira, dois para Carlos Ramos, três para Gonçalo Neto e dois para João Maló, fixando o resultado em 17-0 para Portugal.

Fechava assim mais um grande jogo para a seleção portuguesa, ficando ainda na retina a boa réplica da Inglaterra nos primeiros momentos do jogo. Contudo, e assim que Portugal assentou o seu jogo, os golos e a maior capacidade técnica portuguesa fizeram a diferença.

Amanha Portugal tem encontro marcado com a Itália, em jogo agendado para as 21h!

TORNEIO INTERNACIONAL DA CIDADE DO PORTO - INFANTE SAGRES RECEBE SPORTING


Chegou o dia do Torneio Internacional Cidade do Porto!

Aí está mais um torneio de referência da pré-época do hóquei em patins! O Torneio Internacional da Cidade do Porto vai, uma vez mais, trazer ao Infante Sagres os melhores atletas da modalidade! 

Para além dos portuenses, são convidados o Sporting, campeão português, a Oliveirense, 4ª classificada do último campeonato e atual detentora da Taça Continental e, da Suíça, chega o Diessbach, vice-campeão daquele país.

Será por isso mais uma grande oportunidade para o Infante Sagres preparar a sua época de regresso à Segunda Liga, e tem agora a oportunidade de efetuar mais dois jogos de grande nível depois de, no passado fim de semana, ter estado em prova no Torneio Cidade da Maia, frente ao Riba D'Ave, FC Porto e HC Braga.

O sorteio ditou que o Infante Sagres irá disputar o acesso à final frente ao Sporting, jogo agendado para hoje às 21h45. No outro jogo com início às 20h, a Oliveirense irá defrontar o Diessbach.

Será assim dado o arranque a mais uma edição do Torneio Internacional do Porto, sendo que desejo ao Infante, mas também às restantes equipas, um ótimo torneio!

CAMPEONATO EUROPEU DE SUB-20 - PORTUGAL VENCE ALEMANHA


Portugal vence Alemanha por 8-0 em Viana!

Está dado o primeiro passo dos sub-20 portugueses em Viana do Castelo! Vitória da selecção portuguesa sobre a Alemanha num jogo que, como se previa, acabou por exigir outras soluções dos nossos miúdos.

Apesar de o resultado parecer avolumado, o mesmo escondo algumas dificuldades que a Alemanha colocou a Portugal. Ao intervalo a nossa selecção vencia por 3-0 com golos de Hugo Santos, João Maló e Tomás Pereira.

O primeiro 5 de Nuno Ferrão passava por Edo, João Lima, Trabulo, Tomás Pereria e Hugo Santos. Referir apenas que Portugal marca ao minutos 2 mas viria apenas a marcar já no minuto 19 o que demonstra bem a qualidade e réplica da pelos alemães.

Na segunda-parte apareceu um inspirado Hugo Santos. Já com Bernardo Mendes na baliza, Tomás Pereira abre o marcador no segundo tempo ficando depois quatro golos sem resposta da autoria de Hugo Santos. O agora atleta do FC Porto deu de facto mostra da sua capacidade, mostrando que poderá ser um elemento decisivo para Portugal.

Portugal chega assim ao primeiro triunfo, mostrando ter uma equipa coesa e que soube dar a volta a adversidades que foram aparecendo ao longo da partida. Mais do que as individualidades, que Portugal de facto tem, é importante referir o trabalho colectivo que deixa esperanças concretas para um possível hexa campeonato! 

Portugal defronta hoje a selecção de Inglaterra, pelas 21h, em jogo para acompanhar no Streaming da WS Europe!



segunda-feira, 17 de setembro de 2018

TORNEIO CIDADE DA MAIA - FC PORTO VENCE OLIVEIRENSE NA FINAL


Torneio Cidade da Maia - FC Porto vence Oliveirense na Final

Chegou ao fim a 2ª Edição do Torneio Cidade da Maia! Depois de na 1ª edição ter conquistado o troféu, o FC Porto repetiu agora o êxito, vencendo a equipa da UD Oliveirense na final por 3-1.

Depois de três dias de grande nível no ringue da Nortecoope, foi o FC Porto a chegar ao final como vencedor desta 2ª Edição.

Aqui ficam os resultados de toda a competição:

Dia 14 de Setembro
UD Oliveirense vs Genève - 7-1
Juventude de Viana vs HC Braga - 0-1
HC Maia vs FC Porto - 4-9
Riba D'Ave vs Infante Sagres - 5-6

Dia 15 de Setembro
UD Oliveirense vs HC Braga - 3-0
Genève vs Juventude de Viana - 0-9
HC Maia vs Riba D'Ave - 3-5
FC Porto vs Infante Sagres - 7-1

Dia 16 de Setembro
HC Maia vs Genève - 5-4
Riba D'Ave vs Juventude de Viana - 4-3 (após grandes penalidades)
Infante Sagres vs HC Braga - 0-5
FC Porto vs UD Oliveirense - 3-1

Classificação Final:
1º FC Porto
2º UD Oliveirense
3º HC Braga
4º Infante Sagres
5º Riba D'Ave
6º Juventude de Viana
7º HC Maia
8º Genève

Após três dias de grande hóquei devemos ressalvar o excelente comportamento de todos atletas e staff de todas as equipas participantes. Uma palavra também para os muitos adeptos que ao longo dos três dias visitaram o pavilhão da Nortecoope, dando um outro colorido à festa. Para muitos foi a oportunidade de estar de perto com os seus ídolos, que diga-se, corresponderam Às expetativas, não deixando de conviver com a comunidade que se deslocou aos jogos.

Por último uma palavra para o HC Maia e toda a sua estrutura diretiva pelo excelente trabalho que fizeram durante vários dias para que nada falhasse a atletas, staff, dirigentes, adeptos, fotógrafos e comunicação social. 

Da minha parte deixo um agradecimento a todo o staff do HC Maia, por todo o esforço que cada um deu de si para que este torneio fosse um imenso convívio para todos!

Parabéns ao HC Maia, desde as estruturas diretivas até aos mais pequenos da formação que foram dando um outro colorido neste fim de semana!
 

 

MEMORIAL CARLOS FIGUEIRA - DIA 21 E 22 DE SETEMBRO


Memoria Carlos Figueira - Dia 21 e 22 de Setembro

Como já vem sendo habitual, a AD Valongo irá organizar o seu torneio de pré-época e que contará com a presença, não só da equipa principal da AD Valongo, mas também do FC Porto, HC Turquel e AD Sanjoanense.

Teremos por isso um torneio com três equipas da Primeira Divisão, Valongo, Porto e Turquel e a Sanjoanense que fez uma caminhada brilhante na Segunda Divisão, não conseguindo a promoção por muito pouco.

Será por isso uma nova oportunidade para que as equipas possam auferir o estados dos seus plantéis, num torneio que será uma referência desta pré-época. Os jogadores terão por isso a oportunidade de jogar no mítico 'San Siro' que certamente se irá vestir, mais uma vez, de gala para receber os atletas da AD Valongo mas certamente também das restantes equipas!